Diana Gabaldon - Outlander 02 - A libélula no âmbar


Diana possui uma maneira muito especial de escrever, os livros são sempre narrados em primeira pessoa e o leitor sente que faz parte da história.
É um livro belíssimo, mas também muito triste, pois envolve a morte e separação de muitos personagens que passamos a amar, e alguns trechos nos levam as lágrimas...
Sem sombra de dúvida vale a pena ler essa série... confesso que o tamanho dos livros assusta, até mesmo uma fanática como eu se impressiona com o tamanho das obras, mas quanto mais você lê, mais a história se torna intrigante e envolvente, tornando cada vez mais difícil parar de ler.
Sinopse

"Em A viajante do tempo, o primeiro volume da série, Diana Gabaldon apresentou uma protagonista inesquecível, Claire, uma mulher de personalidade forte, que busca o amor verdadeiro em meio a importantes acontecimentos históricos. Separada do marido pouco depois da lua-de-mel, quando ele foi convocado para lutar na Segunda Guerra Mundial, alistou-se como enfermeira na Cruz Vermelha, o que mudou sua visão de mundo. Ao visitar uma antiga formação de rochas, depois de assistir a uma cerimônia celta, ela atravessa séculos de história e vai parar em 1743. É quando conhece o jovem guerreiro escocês Jamie Fraser, com quem começa a viver uma inesperada e intensa paixão.
A libélula no âmbar se passa no mesmo universo mágico e surpreendente do livro anterior. O cenário agora é a Paris do século XVIII. Jamie tem que ajudar o príncipe Carlos Stuart a formar alianças que o apoiassem na retomada do trono da Inglaterra, que se encontrava nas mãos dos protestantes. Claire, no entanto, sabia que a rebelião estava fadada ao fracasso. A tentativa de devolver o Reino aos católicos resultaria num banho de sangue que ficaria conhecido como a Batalha de Culloden, e deixaria os clãs escoceses em ruínas. Em meio a intrigas da corte parisiense, enfrentando novamente um velho rival, ela tenta impedir o morticínio cruel e salvar a vida do homem que ama."

0 comentários:

Deixe seu comentário