O menino do pijama listrado - John Boyne

Sinopse:
"Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus.Também não faz idéia de que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos de que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e, para além dela, centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com um frio na barriga.
Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. "O Menino do Pijama Listrado" é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável."

Após terminar a leitura desse livro, a única coisa que pude fazer foi chorar...
É um livro lindo, escrito de uma maneira que nos transporta, nos faz ver o mundo através dos olhos de uma criança, a ingenuidade expressada em cada capítulo e a distorção dos fatos são realmente dignos de uma criança.
O livro é triste, ao final tenho uma sensação de vazio que não sei como explicar, só posso pensar nos abraços que não foram dados, nas explorações que não foram feitas e nos animais de zoológico que não foram tratados... eu já estava preparada para um final trágico, mas quando ele chegou, foi trágico, triste, comovente e fiquei sem palavras... há muito, um livro não me comovia tanto...
O que mais dói é que os personagens são fictícios, mas as atrocidades, as injustiças, as humilhações foram reais.
Infelizmente é impossível falar mais à respeito desse livro, exceto que vale a pena ser lido.
Em Novembro/2008 estreou no Brasil o filme baseado no livro e apesar de ser mais superficial, é igualmente triste e comovente... e o sentimento de impotência é inevitável...

video

7 comentários:

  1. Nossa, Déb!!!
    É sempre muito bom visitar o seu espaço e se deliciar com as suas palavras... Vc parece ser uma pessoa muito sensível.
    Assim que puder vou seguir o seu conselho e ler esse livro. Depois te conto o q achei.

    Bjim! =)

    ResponderExcluir
  2. Camila,

    Obrigada pelas palavras e pelas visitas... mas a verdade é que é difícil não se emocionar com livro...
    Leia e depois me conte...

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Também li esse livro e amei! Realmente muito tocante e belo.
    Adorei a ingenuidade e bondade de Bruno e acho que foi esse o maior acerto do autor: mostrar todas as atrocidades pelo olhar ingênuo de uma criança.
    Ainda não vi o filme. Vc viu?

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Vi sim Regina, mas não comentei muito a respeito porque acho que irá agradar apenas quem já leu o livro... Achei que alguns personagens foram suavizados no filme e mesmo a amizade dos dois meninos me pareceu mais superficial no filme pois não temos a mesma noção de tempo que é apresentada no livro...
    Acho que vale a pena conferir como um complemento ao livro...

    beijos...

    ResponderExcluir
  5. Oi, Dé
    Eu assisti o filme. Tendo o livro como referência, o filme não me impactou o tanto quanto imaginava.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Já tenho esse livro, será a minha próxima leitura!

    ResponderExcluir