Santuário - Nora Roberts

"Fotógrafa de sucesso, Jo Ellen Hathaway pensava que tinha escapado de Sanctuary há muito tempo. Fora lá que passara seus anos mais solitários, depois que a família ficara abalada pelo súbito e inexplicável desaparecimento da sua mãe. Mesmo assim, a ilha na costa da Geórgia continua a atormentá-la em seus sonhos. Ainda mais angustiantes são as fotografias que alguém vem enviando para ela, estranhos closes, instantâneos agressivos... e, a mais chocante de todas, uma foto da mãe, há muito perdida, bela, nua... e morta. É o início de uma trama de tensão e mistério, povoada por fantasmas do passado e um novo e arrebatador caso de amor. Jo compreende que é tempo de voltar a Sanctuary. A pousada na ilha, de sua família amargurada e desunida, traz de volta as recordações dolorosas, enquanto ela se envolve mais uma vez em relacionamentos que tanto se esforçou para esquecer. Com a ajuda de um homem, ela precisa descobrir a verdade sobre o que a espreita... e sobre o trágico passado que ainda atormenta sua família. Mas a ameaça que levou Jo a Sanctuary seguiu-a até lá. E as pessoas na ilha descobrirão que seu santuário pode ser o mais perigoso de todos os lugares."

Santuário tem uma trama de suspense e narra a história de como uma família foi despedaçada após o desaparecimento de Annabelle.
Vinte anos depois do seu sumiço, os filhos e o marido não conseguiram superar a dor, acreditam que ela os abandonou, mas tudo o que acreditam está prestes a cair por terra quando Jo Ellen (a filha mais velha e mais parecida com Annabelle) começa a receber diversas fotos tiradas de si própria nas mais diversas situações...
Assustada, Jo sofre um colapso nervoso e com isso volta à casa onde foi criada afim de encontrar algum conforto...

As histórias de amor que Nora narra nesse livro são muito bonitas, mas nada se compara com o amor entre irmãos e entre pai e filhos... após tanta dor, eles precisam aprender a se entregar novamente, aprender a acreditar...

Sinceramente os personagens que menos gostei foram os principais, Jo Ellen e Nathan, é que os personagens secundários foram tão arrebatadores que não me empolguei... mas adorei cada momento do romance entre o Brian e a Kirby...

O livro é bastante envolvente, os personagens são fortes e encantadores, os suspense está em cada página do livro e se ele tivesse uma música seria algo parecido com aquela do tubarão (tantã, tantã, tantã...).

Faz a gente pensar em tantos casos de desaparecimentos que existem e como uma perda pode destruir uma pessoa ou uma família...
Até agora simplesmente não encontrei um livro na Nora Roberts que não valha a pena ser lido e esse não é exceção...

7 comentários:

Deixe seu comentário