As poderosas rainhas - Amy Dickinson



“Eu erro para que vocês não tenham de errar também.”
Este é o lema da escritora Amy Dickinson, que todos os dias inspira e orienta milhões de leitores por meio de sua coluna de aconselhamento familiar, publicada de costa a costa nos Estados Unidos.
Neste livro, ela resgata toda sua trajetória de erros para contar uma notável história de vida reconstruída.
Com uma filha pequena para cuidar e abandonada pelo marido, Amy deixa sua casa em Londres para retornar a Freeville, pequeno vilarejo norte-americano onde cresceu, morada de sua família por mais de duzentos anos.
É nesse cenário rico em memórias que ela constata: a maioria de seu clã se compõe de mulheres sós.
À medida que relembra a árdua trajetória da mãe e acompanha o crescimento da filha, Amy se descobre como parte de uma estirpe de mulheres aguerridas. Mulheres que erram e aprendem, que caem e se levantam, mas jamais se dão por vencidas.
Neste relato confessional, ao mesmo tempo que reconstitui seu longo caminho entre o fim do casamento e a redentora “volta por cima”, a escritora Amy Dickinson presta um tributo à solidariedade feminina – segredo da força imbatível das rainhas de Freeville. Trecho retirado do site do livro

Recebi esse livro como cortesia da Editora Ediouro e simplesmente me apaixonei... é um daqueles livros que toda mulher deveria ler, é uma autobiografia da escritora e colunista Amy Dickinson, nesse livro ela narra uma parte de sua vida... do seu divórcio, a luta para sobreviver, a amizade entre uma mãe e sua filha, a importância das mulheres em sua vida...
O livro não segue uma ordem cronológica, mas se desenvolve através de vários temas... uma leitura emocionante, bonita, e de uma leveza extraordinária... a impressão que eu tive era de estar tendo uma conversa com uma amiga, onde ela contava trechos importantes de sua vida...
A leitura é mais do que recomendada...

Para conhecer mais à respeito do livro, vale a pena visitar o site As poderosas rainhas, lá também é possível ler o primeiro capítulo da obra...

5 comentários:

Deixe seu comentário