A última dança - Eileen Goudge

"Alguns segredos devem permanecer guardados para sempre. Outros são mortais. No surpreendente livro de Eileen Goudge, três imãs aprendem a diferenciá-los percorrendo o caminho mais difícil. Tiros são disparados numa noite, e um homem morre. Sua devotada esposa há quarenta anos é presa por seu homicídio. A pacata cidadezinha praiana de Miramonte, na Califórnia, fica atordoada com a chocante notícia. Lydia e o Dr. Vernon Seagrave pareciam ser o casal ideal, até então apaixonados, na véspera da festa de gala em comemoração às bodas de rubi. O que deu errado? As três filhas, já crescidas, empenham-se para descobrir a resposta. Daphne, Kitty e Alex são as mais afetadas pelo duro golpe. Devem enterrar o pai e esclarecer a terrível verdade que poderá salvar sua mãe. Ao mesmo tempo, precisam acertar suas próprias vidas. Daphne, a escritora, casada com um médico e mãe de um casal, está dividida entre a lealdade familiar e o seu primeiro e verdadeiro amor, do qual está separada há vinte anos, Johnny Devane, o promotor assistente que processa Lydia. O romance entre Kitty e Sean, um rapaz bem mais jovem, anda complicado. A irmã de Sean, uma adolescente, está grávida, e Kitty quer, desesperadamente, adotar a criança. Mas a garota ainda não se decidiu por Kitty. Alex, a mais jovem e a preferida do Dr. Seagrave, está divorciada, mas ainda ama o ex-marido; enquanto isso, tenta superar os danos infligidos pelo pai, a quem prezava mais do que qualquer outro homem no mundo. Financeira e emocionalmente falida, ainda tem de buscar forçar para lutar pela guarda de suas gêmeas e manter-se sã. À medida que as ilusões vão se dissipando, as três mulheres precisam se preparar para o choque de revelação de segredos e mentiras que pesam sobre a família. Devem arriscar o sofrimento de reconstruir suas vidas e abrir o coração para o amor que promete tudo, mas não oferece garantias."

Depois de uma semana fora, volto à ativa... quanto a auditoria passada, devo dizer que entre mortos e feridos, se salvaram todos... com algumas escoriações, é claro, mas nada que o tempo e o empenho não possam resolver...
Bem, esse livro estava à muito tempo esperando para ser lido... adquiri através do site trocando livros, e fiquei surpresa quando descobri que a antiga proprietária era a Lili do blog Nossos Romances...
Depois disso, fiquei com uma pulga atrás da orelha... e comecei a leitura com dois pés atrás (a Lili abandonou a leitura e eu mais uma vez escolhi o livro pela capa)...
Ao contrário do que é citado na sinopse, o livro não é dos mais surpreendentes (pelo menos eu já havia descoberto a trama logo no início), e achei a história muito lenta e melodramática...
O livro em si é bom, assim como o enredo, mas alguns pontos acredito que poderiam ser melhorados... por exemplo: o livro é excelente quando se trata de nos mostrar as emoções das três irmãs, seus sonhos, angustias e fantasmas do passado... mas quando um grande acontecimento aparece e eu achei que as coisas iam dar uma guinada, fica tudo na mesma... sendo analisado e reanalisado...
Bem, quando comecei a escrever esse post, o intuito não era fazer uma crítica negativa, mesmo porque eu gostei do livro, as personagens são bem construídas, e sofri com elas, dando a impressão de que eu as conhecia... mas acho que é só... o livro gira em torno das três irmãs, e a trama central é pouco desenvolvida... e quanto ao título ("A última dança"), não há nenhuma dança em questão... então de onde tiraram isso???
Enfim,
as fãs de Danielle Steel e Rosamunde Pilcher irão amar, pois o estilo de narração é bem parecido... mas, para quem gosta de histórias surpreendentes e cheias de ação... esse não é o livro...
Quanto mais o tempo passa, mais crítica e exigente eu me torno, já li muitos livros das escritoras citadas acima para saber que não fazem o meu estilo, apesar de ter gostado da maioria dos livros... sempre fica um senão, como nesse caso...

17 comentários:

  1. Nunca ouvi falar deste livro... Fiquei curiosa, apesar de a tua crtica não ser positiva.
    Gosto da Rosamunde Pilcher, mas esta não se compara com a Danielle Steel, pois li um livro dessa última e não gostei. A Rosamunde Pilcher tem uma maneira de escrever que é doce.

    O meu selinho das perguntas está à tua espera, todo ele ansioso até aos vertices, por saber as tuas respostas!

    :)*

    ResponderExcluir
  2. Se alguém adquirir um livro meu no Trocando Livros, está levando uma bomba para casa. Porque eu não consigo me desfazer dos meus livros....e se eu coloquei lá, é pq simplesmente odiei.
    Eu também ficaria com o pé atrás, ainda mais por saber que foi um livro abandonado pela Lili, que só lê o que é bom.
    Mas vc gostou da história, não gostou? A sinopse realmente promete!!!! Cheia de tramas paralelas correndo ao lado da principal!!!
    Concordo com a opinião da Flicka, sobre as diferenças entre Rosamunde e Danielle Steel. Rosamunde é infinitamente superior!!!!!! Uma das minhas ecritoras preferidas, mas concordo com vc...os livros dela são lentos e arrastados....
    Que bom que em meio ao vendaval da auditoria, vc arrumou um tempinho para ler!!!!
    Estávamos com saudade!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Valeu a dica Alê... se calhar de pedir um seu... eu grito, esperneio...rss
    Mas sempre tem a possibilidade de outra pessoa gostar, né??
    A Lili por exemplo, abandonou o livro, mas eu gostei... e não consiguiria abandonar, porque fiquei presa no livro...
    Bem, mas de qualquer forma... é bem provável que esse volte ao trocando livros...rss

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  4. Oi Dé!

    Que bom que deu tudo certo em sua auditoria!

    Quanto ao livro, gostei do resumo e percebi que, apesar de você ter gostado, têm muitos pontos desfavoráveis.

    Realmente vamos ficando mais exigentes na leitura, pois depois de ler obras emocionantes, percebemos qdo as autoras só estão enchendo linguiça e não conseguem sair do enrosco que armaram (você mesma notou - quando podia dar uma guinada, a autora não enxergou a saída e ficou tudo na mesma...)

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Oii,
    Nunca li esse livro... Mas de acordo com a sua opinião!
    Livros em que os fatos demoram demais a acontecer ou que os momentos empolgantes estão separados por 30 páginas de tédio não devem ser levados adiante...
    Mas uma vez percebo que não podemos escolher um livro pela capa! As vezes ñ podemos confiar nem na sinopse... rs
    Por isso acho que as indicações são o melhor modo de conhecer um livro!
    Beeijo,
    =)

    ResponderExcluir
  6. Ichi! Eu não gostei dos livros de Steel e Pilcher, então esse livro tb não vou gostar. Fiquei interessada em conhecer o livro por causa do autor mas agora já vou para a próxima leitura. Obrigada

    ResponderExcluir
  7. Oi Débora!!!!Que bom que o vendaval passou....
    Achei a sinopse super interessante, mas depois que li sua opinião me desanimei um pouquinho...
    Sobre o livro " A Carne doa Anjos", o escandalo envolve dois recém-nascidos encontrados mortos, e o final apesar de triste é feliz...deu para entender???

    Syper beijo

    ResponderExcluir
  8. Olá, Débora...
    Nunca li este... Mas pelo seu comentário... Bom, a sinopse parecia ser boa...
    Acabei de adquirir A CABANA e A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS... Já leu?
    Beijos.*

    ResponderExcluir
  9. Eu achava que esse livro seria daqueles de fortes emoções... Mas já é o segundo comentário que vejo sobre o livro, que não parece ser tão bom. Vc tem a mulher do viajante do tempo? Uma amiga adquiriu e olha...é do tipo ame ou odeia, mas é de fortes emoções... tentei comprar + está esgotado na editora.

    ResponderExcluir
  10. Oi Natália...

    Também estou atrás desse livro... o pior é que não acho nem em ebook... na estante virtual também já tentei diversas vezes... um absurdo, não encontrarmos... só nos resta pensar que ele deve ser bom, afinal ninguém quer se desfazer, né??

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  11. È... não sei se faz muito meu estilo..! Acho que esse, eu passo! :)

    Beijo!

    ResponderExcluir
  12. Bem-vinda de voltaaaaaaaaaaaa!!!! :)

    Vê se não fica mais uma semana sem aparecer! Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
  13. Oi Débora!
    tem um selinho novo para você lá no meu blog novo Book Maniak's

    Passa lá e pega o selo :D
    http://bookmaniaks.blogspot.com/

    Bju
    Vinha.

    ResponderExcluir
  14. Oi Dé!! Sabia que acabei abandonando esse livro?! Justamente por ter achado devagar demais... Acho que tb estou mais exigente rsrsrs

    Beijos
    Lili

    ResponderExcluir
  15. Eu cheguei a fazer meu cadastro no trocando livros, mas simplesmente não tenho coragem de trocar nenhum, até os que não gostei muito. Debora vi que vc está lendo Sex and the City, quero muito ver sua resenha, porque não foi um dos meus favoritos =O(

    ResponderExcluir
  16. Dé,

    Bom ter vc de volta !

    Depois de alguns comentário eu tinha tirado esse livro da lista, e o seu reforçou...

    Tem que ser bom, não basta ser passável...

    Ah, tô participando de mais um blog...

    http://romancesrosaseespinhos.blogspot.com/

    Depois passa lá, viu ?

    Bjos,

    ResponderExcluir
  17. Então guria, eu também odiei, por isso te perguntei. Não sei como eles conseguiram transformar um livro com uma narrativa tão ruim em uma serie tão boa. Dos livros que comprei acho que esse foi o que mais me arrependi.

    ResponderExcluir