Zorro - Começa a Lenda - Isabel Allende

"Califórnia, ano de 1790: começa uma aventura numa época fascinante e turbulenta, com personagens cativantes e de espírito indômito, e um homem de coração romântico e temperamento firme chamado Diego de la Vega... o Zorro. Isabel Allende, autora de grandes sucessos internacionais como "A Casa dos Espíritos", "De Amor e de Sombra", "Paula e Cidade das Feras", lança mão de seu talento literário para narrar a história do maior e mais famoso herói de todos os tempos. "Zorro - Começa a Lenda" é uma aventura sem igual, que encantará leitores de todas as gerações. A autora resgata a figura do cavaleiro mascarado e, com ironia e sensibilidade, cria um personagem superior à própria lenda. Aventureiro, apaixonado, intrépido e brincalhão. É a lenda do Zorro. E esta é a crônica de uma vida extraordinária em tempos excepcionais: a de Diego de la Vega... despojado de sua máscara. Um relato que começa no ano de 1790, em terras da Alta Califórnia, quando um jovem capitão espanhol se apaixona por uma índia de alma rebelde. Zorro é o retrato de personagens de carne e osso, com virtudes e fraquezas, sensíveis e impetuosos, que nos arrastam em suas aventuras através de uma época vibrante. Com sua habitual maestria, Isabel Allende nos revela a vida simples das missões espanholas na Califórnia no início do século XIX e a agitação nas ruas de uma Barcelona ocupada pelas tropas napoleônicas em plena Guerra da Independência; os ritos de iniciação das tribos indígenas e os mistérios para ter acesso a uma sociedade secreta européia; a espiritualidade de um código de honra sem fronteiras e as contradições da alma humana... "Zorro - Começa a Lenda", de Isabel Allende, é uma aventura como as de antigamente."

Esse é o típico livro que não agrada a todos, e já li várias opiniões diferentes à respeito... mas já que existem tantas, lá vai a minha... AMEI, isso mesmo amei esse livro...
Bem, minha opinião se baseia em uma série de fatores, mas o ponto crucial é que eu sempre fui apaixonada pelo Zorro, enquanto as outras crianças imitavam o Superman, o Batman, A She-ra... eu queria ser igualzinha o Zorro, um herói "de capa e espada"...
Mas deixemos a infância de lado e voltemos ao livro, o que eu mais gostei foi a forma como a escritora trouxe o personagem para próximo do leitor, contando as peripécias de sua infância, seus medos, suas fraquezas, sua arrogância e porque não a sua vaidade...
A narrativa começa antes mesmo do seu nascimento, dando a devida importância ao contexto histórico do lugar onde o personagem nasceu... mostra como o Zorro surgiu na longíqua Espanha e do seu regresso a terra natal...

O livro possui uma narrativa lenta no início (ou será que fui eu??), quando nos faz saber dos momentos da infância de Dom Diego, mas fica mais rápida quando o Zorro aparece, já na adolescência do rapaz...

Uma das coisas que mais me fascinou nesse livro, foi a importância e a profundidade dos personagens secundários, Bernardo (meu personagem favorito) foi belíssimamente construído e me emocionou em vários momentos... sem falar nas meninas de Romeu, nos ciganos, e vários outros...
Eu terminei o livro com um gostinho de quero mais (será que dá para encontrar aquele série antiga para baixar??), com saudade dos personagens, e devo dizer que esse sentimento tem sido cada vez mais raro em minhas leituras...
Enfim, amei, recomendo... e sinceramente não entendo como várias pessoas não gostaram... mas, como diz a minha mãe: "O que seria do verde, se todos gostassem do amarelo?"


Ah, vou ficar fora por uns dias, acreditam que tenho outra auditoria?? Dessa vez
é da ISO9001 e 14001... ninguém merece!!

16 comentários:

Deixe seu comentário