Sepulcro - Kate Mosse

"Em Sepulcro, duas histórias paralelas estão separadas por mais de um século. Em outubro de 1891, a jovem Léonie Vernier e seu irmão Anatole saem apressadamente de Paris para o Domaine de la Cade, a imponente propriedade da família de sua mãe, próxima da cidadela medieval de Carcassonne. O rapaz corre risco de vida e divide um segredo com sua tia Isolde, que mora no local. Logo, Léonie também terá seu segredo guardado sob a copa das árvores das florestas escuras da região, dentro da sinistra câmara mortuária que ali se esconde desde tempos imemoriais. E cuja chave é um baralho de tarô muito particular, de poder inimaginável.
Mais de cem anos depois, em outubro de 2007, a bordo de um trem recém-saído de Paris, Meredith Martin tem muito sobre o que refletir. O que a leva ao exclusivo Hotel Domaine de la Cade parece ser apenas a pesquisa de uma biografia do compositor Claude Debussy. Mas ela sabe que há mais: o desejo de descobrir as origens de sua família, que parecem remontar à misteriosa região. A velha partitura de piano amarelada e as fotos antigas que foram só o que sua mãe lhe deixou são a única chave de que dispõe. E as cartas, em que até então nunca acreditara.
As encruzilhadas que ligam Léonie e Meredith são o grande mistério de Sepulcro. Os antigos enigmas que as cercam - se desvendados - podem levar a um grande tesouro, de serenidade e crescimento pessoal. Afinal, em Carcassonne "nenhum contador de histórias fica sem inspiração e nenhum visitante consegue escapar ao charme, à beleza e ao esplendor de um paraíso natural esculpido pelo tempo", revela Kate Mosse."

Mas uma vez a escritora Kate Mosse me encantou... não é segredo para ninguém que eu sou apaixonada pela França... uma ligação que não sei explicar e nem posso entender... e a narrativa dessa escritora é muito detalhada, faz a gente esquecer que está sentada no sofá de casa e nos transporta para outro continente...
Quem não gostou de Labirinto, não irá gostar desse livro também... eles seguem a mesma linha... mesclando passagens no presente e passado, são extremamente descritivos, com passagens, trajes e cenários bem detalhados...
Eu gosto de escrever minhas resenhas logo após o término da leitura... gosto da maneira como a sensação do final influencia minhas palavras... e nesse livro, assim como em Labirinto... tive a mesma sensação...
Sabe aquela sensação boa, de paz e até... porque não felicidade, quando se termina uma boa leitura?? Foi assim que me senti nos dois casos e também com um pouquinho de saudade dos personagens...
Mas deixando de lado as minhas sensações, só posso dizer que é um livro lindo... aliás, maravilhoso... vale a pena cada segundo da leitura...
Assim como o anterior, no começo achei o livro um pouco maçante mas conforme a história vai se desenvolvendo... fiquei cada vez mais presa...
Acho que muitas passagens e até um determinado personagem pode ser difícil de se entender para aqueles que não leram o Labirinto... afinal os livros fazem parte de uma trilogia...
Mas, para quem leu e gostou do primeiro, esse livro é felicidade na certa...

13 comentários:

  1. Por enquanto, nem me arrisco, pois tenho muuuuitos livros na fila. Mas, hm, um dia, quem sabe? ;)

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Esse livro está na minha lista, estou louca pra ler, pois gostei muito de Labirinto.

    ResponderExcluir
  3. Oi Débora!
    Estou com Sepulcro na estante, mas tenho tantos livros para ler que acabo protelando a leitura.
    Mas vc não foi a primeira pessoa que adorou o livro.
    Fiquei mais curiosa e o lerei logo
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Tenho esse livro tb. Vamos ver se consigo ler ainda esse ano... (nossa, que pessimista, hahahaha)

    Eu conheço essa sensação que vc descreveu. É assim que a gente sabe que um livro ganhou nosso coração!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Uia... Estou LOUCA para ler esse livro... Uia, uia... Dizem que Labirinto é ótimo e que Sepulcro é melhor ainda... Enfim, quem sabe esse ano...
    Acabei de atualizar o blog... Passa lá!
    Beijos,
    Náh

    ResponderExcluir
  6. Oi Dé!
    Sepulcro foi um dos livros escolhidos na minha lista de top ten do ano passado! Simplesmente fantástico, um deleite para quem curte histórias bem contadas como eu!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Dé,
    este ano eu leio Labirinto e Sepulcro....!queria ter começado ano passado, mas não deu... mas é até bom, porque assim deu pra ouvir mais opiniões das pessoas sobre os livros. Me parece do tipo que eu adoro. Bjo

    ResponderExcluir
  8. Oi Dé,
    este ano eu leio Labirinto e Sepulcro....!queria ter começado ano passado, mas não deu... mas é até bom, porque assim deu pra ouvir mais opiniões das pessoas sobre os livros. Me parece do tipo que eu adoro. Bjo era eu no de cima!!!rsrs

    ResponderExcluir
  9. oi Dé,
    Eu esperava mais de Labirinto, não posso dizer que não gostei, mas não me prendeu e nem me empolguei. Então vou esperar mais para ler sepulcro. Sua resenha até me animou rsrs

    Também faço isso, acabo de ler o livro e corro para escrever as resenhas.

    bjo

    ResponderExcluir
  10. Dé, você não sabe o alivio que sua resenha me deu. Já perdi a conta de quantas vezes tirei e coloque "labirinto" e "Sepulcro" na minha lista de compras. Agora depois que li suas duas resenhas finalmente me decidi. Vou comprar Labirinto =D

    Beijos querida!
    Cel.

    ResponderExcluir
  11. Oi Dé

    Amei Labirinto, e estou doida para ler Sepulcro. Labirinto me fazia entrar na net toda hora para procurar os lugares mencionados nos livros. Carcassone é maravihosa.

    Tem selinho para vc no meu blog

    bjs

    ResponderExcluir
  12. Oi Dé! Como larguei Labirinto, pela sua resenha, acho que tb não vou conseguir ir adiante nesse! Mas gostei muito da sua análise! Parabéns ;)

    Beijossss
    Lili

    ResponderExcluir
  13. Eu li esse livro esse mês e amei. Já tinha adorado o primeiro dela, Labirinto. O estilo de narração dela me agrada muito. O livro é tão bom que em menos de uma semana eu já tinha terminado ... e olha que tem praticamente 600 páginas. Eu recomendo! E gostei muito da sua crítica, muito concisa e descreve bem o que é o livro. Parabéns!

    ResponderExcluir