Onde estão as crianças - Mary Higgins Clark


"É a história de uma mulher cujo passado guarda um terrível segredo. Em um tribunal da Califórnia, Nancy Harmon foi considerada culpada pelo assassinato de seus dois filhos, mas foi libertada da prisão por uma questão técnica do julgamento. Decidida a começar uma nova vida, ela muda a identidade e deixa São Francisco, procurando a tranqüilidade de Cape Cod, no litoral de Massachusetts.
Sete anos após o julgamento, Nancy está novamente casada e tem dois filhos: Michael e Missy. Enfim ela sente que conseguiu recuperar tudo o que havia perdido. E é então que o pesadelo recomeça.
Um jornal local de Cape Cod publica um artigo sobre um famoso caso de assassinato na Califórnia que envolveu uma mãe acusada de matar os dois filhos. Na matéria, há uma foto de Nancy. Na mesma manhã, Michael e Missy desaparecem. As crianças estavam brincando no quintal quando desaparecem... E a única pista é uma luva vermelha de Missy.
Enquanto Nancy se torna a principal suspeita do desaparecimento dos filhos, ninguém na pequena cidade de Cape Cod está ciente de um estranho em seu meio - alguém cujos planos para se vingar vêm sendo alimentados há sete anos."
O livro é intrigante e eu fiquei numa angustia só... não via hora de terminar para saber se eles iam ou não salvar as crianças...
Bem, a sinopse acima está bem completa... Nancy já foi casada e teve dois filhos que foram encontrados mortos, ela foi considerada culpada e foi a julgamento, mas a principal testemunha do caso desapareceu e ela foi absolvida... mudou de estado e refez a vida, casou-se novamente e teve outros dois filhos... e a história se repete...
Confesso que se desde o começo o escritor não tivesse mostrado que havia um vilão, eu suspeitaria da própria mãe (assim como todos no livro), uma mulher fraca, amedrontada, que em nenhum momento conquista o leitor...
A história é boa, intrigante... só consegui descobrir o vilão no momento certo, com as pistas certas... mas ainda achei que ficaram algumas pontas soltas.
Já aconteceu com você, após uma leitura, ficar pensando nos detalhes do livro?? Ah, mas se em tal hora ele estava ali, como depois ele apareceu em tal lugar tão rápido... ou como fulana pôde ser considerada morta e agora aparecer do nada, sem explicação?? Enfim, coisas desse tipo...
Achei que muitas coincidências ocorreram num mesmo dia e ficou um pouco forçado... as primeiras crianças desapareceram no aniversário de Nancy, sete anos depois ela tinha novamente duas crianças com as mesmas idades das primeiras, nesse mesmo dia ela reviu uma pessoa que há 7 anos não via e que assim poderia ser considerada suspeita nos dois casos...
Bem, outras coisas aconteceram, mas não dá para falar sem colocar spoilers... o chato é que eu gostei do livro e estava super empolgada com a história, mas para explicar quem era o assassino e os porques a autora, a meu ver, se enrolou e acabou deixando a desejar.
Uma pena, foi o primeiro livro que li dessa escritora, já li algumas resenhas interessantes de livros dela em vários blogs e espero que os outros sejam mais satisfatórios...

8 comentários:

Deixe seu comentário