Maratona de Banca: Leito Nupcial - Susan Alexander

Essa foi minha escolha para a Maratona de banca no mês de Junho... o livro deveria ser um romance florzinha. 
Para aqueles que ficam em dúvida sobre o que vem a ser um romance florzinha, isso é muito simples... os livrinhos são chamados assim devido a esse desenho de florzinhas na capa ao lado do nome da série...

Quando chegou à Sicília, Rosanna não sabia o que esperava. Só sabia que iria se casar com um desconhecido e ter um filho com ele. Depois tinha que se divorciar e voltar a Londres, como se nada tivesse acontecido...Era uma imposição do avô de Rosanna, que em troca lhe daria o dinheiro para salvar a mãe doente. Mas quando viu Carlo Vicenzi, seu futuro marido, Rosanna ficou maravilhada. Ele era simplismente sensacional! Atraente, sensual e cheio de mistério. Por que, afinal, Carlo concordou com a farsa daquele casamento? E se ela se apaixonasse, o que seria de sua vida? Rosanna queria saber: seu coração não aguentava tanta aflição! 



Eu sempre tenho um "pézinho" atrás com livros florzinha... até gosto das histórias, afinal comecei a ler romances de banca por esses mesmo, quando ainda era adolescente... e uma das coisas que gostava na época é que as histórias são contadas de forma mais "recatada" do que a maioria dos livros de banca... isto é, ao invés de descrever as preliminares e os atos sexuais dos personagens... eles simplesmente falam que aconteceu e aí a história já parte para o dia seguinte...
Bem, mas também sinto que a escolha desses livrinhos costuma ser uma "roleta russa", nossa quanto drama!! Mas a verdade é que pelas histórias serem tão curtinhas, muitas vezes fico insatisfeita com o desfecho das mesmas e tenho mais azar nas escolhas do que sorte...
Esse livrinho por exemplo, tinha tudo para ser ótimo, Rosanna sai da Inglaterra para ir à Itália casar-se por conveniência com um homem que foi escolhido por seu avô... é obrigada e se casar e ter um filho que deixará com o avó, após isso se divorciará e voltará para a Inglaterra...
Carlo é um legítimo Siciliano, generoso, passional e irresistível...
Todavia a história não deslancha... pelo menos a meu ver... os dois passam meses brincando de gato e rato, agindo de acordo com o que acham que o outro está pensando, mas em nenhum momento se importam em conversar e expor seus sentimentos... assim, uma série de acontecimentos e pessoas afastam ainda mais o casal...
A história toda só se resolve na última página, quando enfim eles conversam e resolvem todos os problemas do mundo... descobrindo que se amaram desde o primeiro minuto que se viram e que não podem viver separados...
Além disso a autora lança várias intrigas no ar e no final nada fica esclarecido e aí fica a dúvida se eram verdadeiras ou não...
Humf... não gostei, apesar da avaliação desse livro ser muito boa no skoob... acho que não tenho muita paciência com protagonistas "cabeçudos"... achei a história muito fraquinha!!
Alguém mais leu esse livro?? Tem uma opinião diferente??

12 comentários:

  1. é difícil encontrar um florzinho bom, pois como você mesma disse, na maioria das vezes nos deixa insastifeita.
    Esse não me encantoou. =)
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Ai Dé,eu nunca consigo me empolgar com um florzinha (existem raras excessões, é claro).

    Depois dá uma passadinha no meu blog, estou sorteando o livro Gênese Pagã da autora brasileira Simone Marques!!

    http://amormisterioesangue.blogspot.com/2010/06/promocao-genese-paga-de-simone-marques.html

    Você não pode perder essa!!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Débora!
    Não tenho experiência com os livros florzinha, por isso, não posso opinar. É uma pena quando os livros não agradam,mas já me disseram para não esperar muito deles.
    Ótima resenha..opinião sincera.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. agindo de acordo com o que acham que o outro está pensando, mas em nenhum momento se importam em conversar e expor seus sentimentos...

    Isso é uma das coisas que mais me IRRITA nos romances em geral, aff.. ngm merece, né?

    Pena q vc não gostou.. eu costumos curtir os florzinhas! :)

    Bjoos!

    ResponderExcluir
  5. Fiquei com vontade de ler esse livro, pena que eu não devo encontrar por aqui né.

    www.thecoffeesandbooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Não li também, mas vou caçar pelos sebos da vida...kkkkkkk

    ResponderExcluir
  7. hahahaha
    Também não tenho muita paciência com protagonista cabeçudo !
    bjs
    Luka.

    ResponderExcluir
  8. ainda não li esse livro, mas sou super fã dos florzinhas, pq são bem diferentes dos livros atuais.

    Nos florzinhas geralmente tem sempre uma vilã. A descrição do sexo é mais recatado, os sentimentos mais explorados.

    Os romances de banca, de hoje, quase sempre o antagonista é o sentimento dos próprios protagonistas, são as indecisóes, incertezas, dúvidas.

    Anotei esse livro pra wish list. Meus florzinhas prediletos são Da Itália com Amor e Tardes de Espanha, já leu?

    bjs

    ResponderExcluir
  9. Eles nao fazem mto meu genero.. mas acho engraçadas essas capas que tentam ser romanticas mas ficam ... estranhas ahaha beijinhos!

    ResponderExcluir
  10. Minha avó adorava ler Sabrina!
    =1

    ResponderExcluir
  11. Eu também não sou fã de florzinhas. Na maioria das vezes o romance é muito pouco desenvolvidom, e a história se resolve nas últimas 2 páginas e você fica: hã?

    Eu li esse, também não gostei muito...

    ResponderExcluir
  12. Adorei sua análise e concordo! É um tal de só ficar pensando e achando e nada de conversa!

    bjs

    ResponderExcluir