O morro dos ventos uivantes - Emily Brontë

"O morro dos ventos uivantes, o pai de todos os romances góticos, é daqueles clássicos que ficam na memória tanto pela história de amor exagerado, grande demais, que não diminui em nada com o passar dos anos, como pela sequência quase inacreditável de infortúnios que acontece aos amantes:
Heathcliff: o menino misterioso e sombrio, selvagem e inculto que foi trazido para casa não se sabe de onde;
Catherine: a garota geniosa e muita bela que usa de seu charme para seduzir todos com quem convive;
Linton: o filho da família vizinha, refinado e bem-educado, que aos poucos de envolve com os moradores da propriedade isolada nas charnecas do norte da Inglaterra.
Entre mesquinharias, humores, corvardia, traições e crueldade - muitas crueldades nas relações que teem entre si - as duas familías entrelaçam seus destinos de maneira duradoura e misteriosa, surpreendendo os leitores com o que fazem uns aos outros por amor é ódio."

Há muito tempo tinha desejo de ler esse livro, mas sempre me faltava oportunidade... enfim, consegui realizar o intento, mas já tenho desejo de reler a obra daqui há uns tempos e remoer os sentimentos despertados pelo livro...
Bem, para aqueles que não conhecem a história só dou um conselho: Em nenhum momento esperem por uma história bonita, romântica ou doce... O Morro dos Ventos Uivantes é triste, mórbido, cheio de dor, ódio e o que leva a história em frente é um desejo de vingança acima de qualquer coisa... talvez até inexplicável...
E como um livro assim pode conquistar tantos fãs e ser tão bonito?? Não sei responder, só sei que é...
A dor dos personagens por diversas vezes parece ultrapassar as páginas do livro e nos tocar fundo...
Heathcliff sofre tanto durante toda a sua infância e juventude, e para mim é impossível deixar de gostar do personagem mesmo quando só traz tristeza e pesar a todos o cercam...
Um livro que esteve muito a frente de seu tempo e que sem dúvida chocou milhares de pessoas, mas, uma obra prima sem sombra de dúvidas...
Simplesmente me faltam palavras para comentar essa obra, tamanho o meu arrebatamento... é um daqueles livros que dispensam palavras e mesmo quando insistimos parece que elas nos faltam e deixam a desejar...
Só lendo para entender...

18 comentários:

  1. Esse livro é mtu bom mesmo!!! Nunca imaginei que ele estaria tão em alta depois de poucos anos na época em que o li...

    ResponderExcluir
  2. Nossa, Débora... Já estava com vontade de ler, agora então fiquei angustiada pelo desejo de ler.

    É tudo isso mesmo, uiiii dá até medo de todos os sentimentos que serão despertados...

    Te linkei no meu blog!

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Débora dissestes bem só lendo para entender como podemos amar um livro tão odioso hehehehehe... é sem dúvida uma das grandes obras da literatura, mas chego a ficar com enxaqueca só de lembrar da sede de vingança do Heathcliff e da frivolidade da Catherine!
    Adorei tua resenha!

    estrelinhas coloridas...

    ResponderExcluir
  4. Oi, Débora.

    Adorei sua resenha!

    Esse livro me fascinou desde a primeira vez que eu li.

    Assim como sou apaixonada pelas obras de Jane Austen, também fiquei pelas obras das irmãs Brontë: Emily, Charlotte e Anne.

    Esse foi o primeiro livro delas que li, seguido de "Jane Eyre", de Charlotte Brontë.

    Eu já conhecia esse romance há mais de 15 anos atrás, mas para muitas pessoas é novidade... Algumas só estão conhecendo agora, depois de ler a série "Crepúsculo", de Stephenie Meyer, porque "O Morro dos Ventos Uivantes" é o livro preferido da Bella.

    A primeira vez em que ouvi falar desse livro foi através do filme inesquecível, de 1939, com Laurence Olivier, Merle Oberon e David Niven!

    E, por conseguinte, qual não foi a minha grande surpresa, ao constatar que esse filme era baseado em um livro!

    Depois disso, comprei e li o livro... e me encantei pela história de Cathy e Heathcliff.

    Um romance que faz jus ao título, com diálogos intensos de um amor não correspondido e vingança.

    Uma história sombria, mórbida e que, ao mesmo tempo, acaba cativando-nos e arrebatando-nos!

    Por isso, se tornou um clássico da literatura inglesa e universal.

    Beijos.

    Carla.

    ResponderExcluir
  5. Parece intenso ... eu tenho vontade de ler esse, dá a impressão que é imperdível.

    ResponderExcluir
  6. Esses dias estava até pensando, imagina se a Emily soubesse que num futuro muitooo distante o livro dela ia fazer tanto sucesso???
    Nossa eu gosto muito desse livro, é demais mesmo, um dos meus favoritos!!
    Adorei a tua opinião!

    ResponderExcluir
  7. Oi.

    Vim convidá-la para participar do SORTEIO:

    "Linda Howard - Beije-me Enquanto Durmo".

    http://eternosromances.blogspot.com/2010/06/sorteio-er_570.html

    :)

    ResponderExcluir
  8. Dé, no meu sidebar tem um slide "Você precisa ler", só indico alguns livros... na maioria, leituras antigas minhas. O Morro dos Ventos Uivantes é um deles. O livro dói. O amor deles dói. A vingança e o rancor correm soltos... nada acaba bem... mas o livro é fascinante.
    AMO.
    Bjks
    Alê

    ResponderExcluir
  9. Aí, aí, aí... Morro dos ventos uivantes.
    Adoro. Sentei e li este livro, há uns 10 anos atrás em 6 horas, levantei toda dolorida, mas extasiada.
    Adoro o sofrimento, o amor incondicional, Heathcliff e toda a sua fúria, adoro tudo!
    Uma das melhores obras que já li. Como esqueço rapidamente dos livros que leio, embora quando fale da obra reviva todas as emoções que senti ao ler pela primeira vez, volta e meia ele está na minha cabeceira.

    ResponderExcluir
  10. Faz um tempo que quero ler esse livro!! Adorei a sua resenha, me deixou com mais vongtade ainda!!
    Beijoos

    ResponderExcluir
  11. Como costumo dizer, quero ler esse livro de novo, pois era muito jovem quando li (e detestei).. tenho cuiriosidade de saber se agora, mais madura, iria gostar do livro :)

    Bjoos!

    ResponderExcluir
  12. Como costumo dizer, quero ler esse livro de novo, pois era muito jovem quando li (e detestei).. tenho cuiriosidade de saber se agora, mais madura, iria gostar do livro :)

    Bjoos!

    ResponderExcluir
  13. Oi Dé,
    Sua resenha ficou muito boa, tenho vontade de ler esse livro tbm, já ouvi ótimos comentários a respeito.
    Seu blog está lindo! Parabéns!!!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  14. Oi Dé.

    O livro é muito bom mesmo, sua resenha ficou boa.

    Agora a Carla chutou o baú de memórias ao lembrar de um filme de 39 !!!!!! Com o lawrence das arábias Olivier !!!

    Meu Deus !!

    ResponderExcluir
  15. Esse livro está na minha lista há tempos, até tenho um exemplar super antigo de uma coleção que meu pai comprou há décadas. Mas ainda não tive tempo e, pelo que já li a respeito, é melhor me preparar psicologicamente também.

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. oi debora, sempre leio o seu blog mas nunca comemtei. sempre tive bastante interesse em ler esse livro, mas gostaria de saber se a linguagem é muito dificil ou tem versões mais atualizadas e mais faceis?
    sei que parece preguiça buscar uma versão com linguagem mais simples, mas creio que será a unica forma de eu conseguir ler o livro, não sou abituada a linguagem dos classicos então acabo perdendo o interesse.

    ResponderExcluir
  17. Letícia,

    A linguagem do livro não é difícil... mas é uma leitura mais lenta do que a maioria dos livros mais modernos...
    O importante é ter em mente que apesar de ser um livro muito bonito, ele é triste e não adianta esperar um final feliz...

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  18. eu super amei esse livro, mas eu O-D-I-E-I o Heathcliff...nao adianta, nem mesmo o passado maltratado dele é o bastante para desculpar o comportamento dele. Ele mostrou-se cruel e muita gente com o passado pior que o dele e é menos cruel. Eu nao gostei da Catherine não, mas A-M-E-I o Hareton e a Cathy.
    Amei a resenha, muito legal e curti seriamente o seu blog. Parabens!
    beijos

    ResponderExcluir