Ondine - Shannon Drake

Inglaterra, 1679

Nas mãos do destino...
Subitamente envolvida num terrível jogo de influência e poder, lady Ondine viu-se a caminho da forca, sem que lhe dessem oportunidade de tentar provar sua inocência....
Os olhos cor de aço de lorde Warwick Chatham faziam jus à reputação de homem frio e implacável. Embora tivesse a seus pés todas as mulheres que desejasse, ele agora precisava de uma esposa, para poder executar seu secreto plano de vingança....
Ao ver Ondine no patíbulo, uma súbita inspiração impeliu Warwick a salvá-la, pedindo-a em casamento. Mas nenhum dos dois poderia imaginar que, em meio a intrigas e cercados de inimigos por todos os lados, encontrariam nos braços um do outro uma paixão capaz de aplacar a fúria de um homem e de realizar os anseios de uma mulher, numa gloriosa união de corpo, alma e coração!

Esse é mais um dos meus achados no sebo (eu já falei pra vocês que amo aquele lugar????), o lugar é atulhado de livrinhos e cada vez que entro lá fico ansiosa pensando na quantidade de livrinhos ótimos que tem por ali e eu estou deixando passar... #coisadegentedoida
Encontrei esse livrinho por lá, e logo me lembrei de uma indicação que a Tonks havia me feito... e já vi que quando ela me indica um livro, é certeza que vou gostar!! E olha, que nem estou puxando o saco, viu??
Bem, mas voltando ao livrinho, esse já entrou na listinha dos meus favoritos... Shannon Drake é o pseudônimo da autora Heather Graham e esse é o primeiro livro que leio da autora...
Gostei bastante da parte histórica do livro e a atitude dos personagens estão dentro do contexto histórico, assim como é interessante a inserção de um personagem real na história, nesse caso, o rei Charles II e a rainha Catarina de Bragança...
O livro é dividido em 3 partes, sendo que:
Na primeira parte é narrada a história de como Warwick fica viúvo, quando então conhece Ondine e a salva da forca.
Na segunda parte é narrada as suspeitas de Warwick de que sua primeira esposa foi assassinada e a forma como ele pretende descobrir quem é o assassino... e é a partir desse ponto que ele e Ondine se apaixonam.
Na terceira parte é narrada a história de Ondine e a forma como ela pretende limpar seu nome e o de seu pai, que foram acusados de traição e de intentar contra a vida do rei.
Como já devem ter percebido o livro tem muitas tramas e um história envolvente... Warwick é possessivo, impulsivo, mas é bondoso, terno e protetor...
Ondine é salva da morte pelo marido, e por isso tem uma gratidão por ele, mas isso não a impede de tentar fugir diversas vezes... todavia percebe que para limpar seu nome, o casamento com o conde pode vir a ajudar e decide se tornar uma esposa exemplar... só não estava preparada para se apaixonar pelo mal humorado marido...
Enfim, esse é um livro que tem romance e uma boa história... definitivamente uma boa pedida para quem gosta de romances de banca...
Bem, eu pelo menos amei e recomendo!!
Agora vou começar a procurar outros livros da autora (se bem que dizem que esse é um dos melhores)...

8 comentários:

Deixe seu comentário