Desculpa se te chamo de amor - Federico Moccia

Niki é uma bela garota, é divertida, é inteligente. Tem 17 anos. Alex é um 'garoto' de quase 37. Separou-se há pouco, e sem uma razão clara, de sua noiva. Publicitário com grandes responsabilidades vê-se em crise no trabalho. Os dois se cruzam casualmente num pequeno acidente de trânsito. Niki gosta de Alex, Alex acha Niki divertida. A relação fica cada vez mais intensa. Não querem deixar a diferença de idade atrapalhar. O mundo dos adolescentes se choca com o dos adultos. Mas a vida dos dois nunca mais será a mesma. Este romance é a vontade de reencontrar a própria liberdade, a vontade de ter sentimentos verdadeiros, de amar sem convenções e sem muitos porquês. É o cotidiano, mas também o sonho.

Comprei esse livro em dezembro de 2009 e nessa época li umas cinco páginas iniciais e empaquei... achei confuso e decidi que não estava no clima para ler o livro... deixei de lado... quase um ano depois, em novembro de 2010, voltei a ler o livro... mas sabe quando a leitura não flui?? Fiquei semanas me arrastando até chegar num ponto onde a leitura correu solta... e o que dizer desse livro que foi uma das leituras mais longas que já fiz?? Fabuloso!! Fantástico!! Apaixonante!!
Tudo isso só me mostra como é importante insistir na leitura...
A história desse livro acho que vocês já estão cansados de saber... uma jovem de 17 anos que conhece um homem de 36 anos... os dois se encontram por força do destino e se apaixonam perdidademente... mas o livro é muito mais do que isso, há tramas paralelas que ocorrem e faz a gente se perguntar "Mas o que isso tem haver com a história?? Como essas pontas vão se amarrar??"... mas elas se amarram e formam um lindo laço...
Justamente por essas tramas paralelas, achei a história confusa no inicío... a escrita usa aspas para as conversações ao invés de travessão... e ficava em dúvida sobre quem estava falando o que ou se estava apenas pensando...
A minha leitura só fluiu quando percebi que, pra mim, os diálogos tinham sotaque... sei que parece estranho, mas juro que esse livro tem sotaque... e carregadíssimo por sinal... a cultura italiana, as referências, os hábitos estão tão arraigados que me senti transportada para Roma... andando numa motoneta sentindo o vento no rosto... em plena Via del Corso...
O livro é lindo, tem passagens apaixonantes e citações tão lindas que se você for marcar, seu livro ficará irreconhecível... me arrependo por ter demorado tanto... o bom é que não irei sofrer para conhecer a continuação da história pois "Desculpa quero me casar contigo" já está à venda desde o final de 2010 e será a minha próxima aquisição...
Enfim, recomendo o livro que com certeza estará entre as minhas melhores leituras do ano... e se começarem a ler e empacarem como eu... Insistam!! Esse vale a pena!!

Ah, já ia me esquecendo... o livro virou filme e foi renomeado no Brasil como "Lição de Amor" ( no original "Scusa ma ti chiamo amore"), sinceramente eu não sei o que esse pessoal que traduz títulos tem na cabeça...

17 comentários:

Deixe seu comentário