Lembre-se de mim - Sharon Sala

Uma história de amor que ultrapassa barreiras do tempo.
O coração de Clay LeGrand se despedaçou no dia em que Francesca, sua esposa, desapareceu sem deixar pistas. Ela tinha fugido? Teria sido seqüestrada? Ou o abandonara por um amante? Milhares de perguntas surgiram em sua cabeça. Após dois anos de dúvidas e incertezas, Francesca reaparece tão misteriosamente quanto sumiu. E não consegue se lembrar de nada.
O olhar de Clay revela todos os seus sentimentos: choque, ultraje e fúria. Ele custa a acreditar que ela tenha se esquecido de tudo que aconteceu nos últimos dois anos. Ainda mais quando vê a estranha tatuagem em seu pescoço e as marcas de agulha no braço. O que restou de seu casamento tornou-se um círculo infinito de perguntas sem respostas e buracos negros na memória. Dúvidas que, talvez, nunca sejam esclarecidas.
Mas as respostas estão lá, esperando nas sombras, tão cruel quanto o intruso que marcou Francesca como se fosse sua. E, desta vez, ele planeja levá-la embora para sempre.

Fiquei super curiosa para ler esse livro depois que li um post no Blog da Sô, onde ela dizia que havia torcido pelo bandido... logo, eu que adoro um bandido (só na ficção) não poderia deixar de conferir...
Mas confesso que fiquei chocada... gente, o mocinho é MAU mesmo, vilão de verdade... 
O livro é gostoso de se ler, proporciona uma leitura rápida... é um daqueles romances de banca que foram repaginados, receberam banho de loja e ficaram com cara de livraria e precinho salgado... 
A história começa muito boa, Francesca é casada e simplesmente desapareceu... dois anos se passam e seu marido, Clay, não sabe como superar a ausência da esposa, sem saber se ela está viva ou morta, e para piorar todos o consideram responsável pelo desaparecimento...
Até que um dia ele chega em casa e ela está de volta... sem memória do que aconteceu nos últimos dois anos, com uma tatuagem e várias marcas de picadas no braço...
Eu gostaria que o mistério permanecesse por mais tempo, que o leitor fosse instigado e passasse a se perguntar se ela havia desaparecido por vontade própria ou se alguém havia ajudado... mas não é esse o caminho traçado pela autora, desde o comecinho já sabemos o que aconteceu, com isso a trama perde o lado do suspense, mas ganha mais romance... 
Tenho que discordar da Sol, o marido é um apaixonado e faz de tudo pela Francesca, o bandido nem teve chances... mas fiquei com dó dele (do bandido), do seu amor, da sua obsessão...
Boa diversão para quem gosta de livros de banca com um bocadinho de suspense, mas esperem para comprar em alguma promoção, porque o preço está de doer...

9 comentários:

Deixe seu comentário