O incomparável (The Nonesuch) - Georgette Heyer







 
Com quase 28 anos, Ancilla Trent já não espera mais por uma proposta de casamento... mas o que pensar quando o amor vem de uma forma tão inesperada e irrepreensível? Sir Waldo também não pensa em se casar, mas será capaz de resistir a esse amor?






Ando meio enjoada para ler, com uma espécie de bloqueio... acho que isso se deve ao enorme número de livros com temáticas parecidas que tenho lido ultimamente, ou pode ser pura "preguicite aguda" mesmo... fato é que nenhum livro da minha estante me interessava e o que me despertou foi a notícia de que uma escritora chamada Georgette Heyer (muito conhecida internacionalmente, mas que eu nunca tinha ouvido falar) havia escrito várias obras em estilo similar ao de Jane Austen... 
Elas não viveram na mesma época (Jane viveu de 1775 a 1817 enquanto Georgette viveu de 1902 a 1974), mas a escrita é igualmente deliciosa...
Dois dos seus livros recentemente foram republicados pela Record ("Ovelha Negra" e "Casamento por Conveniência") e encontrei outros mais antigos no site da Estante Virtual... dentre eles "O incomparável"...
Simplesmente amei o livro e tenho certeza que aqueles que gostam de Jane Austen irão se deliciar com essas histórias, a crítica social também está presente nos livros da autora (uma das características marcantes nos livros de Austen), mas eu o achei esse mais engraçado e romântico (pelo menos foi a impressão que tive deste meu exemplar)...
Nesse livro é narrada a história de Sir Walton (o incomparável do título), um cavalheiro como nenhum outro... rico, bonito, educado, caridoso, bom em tudo que se mete a fazer, sorridente e bem humorado (fala sério, ninguém é páreo para o cara)... após herdar uma propriedade rural, irá reformá-la e transformá-la em um orfanato... o problema é que sua fama o precede e ele vira sensação na pequena comunidade...
O romance nesse livro é muito lindo e o jeito de bom moço de Sir Walton me conquistou totalmente (e olha que dificilmente gosto de mocinhos muito bons)... seu par romantico também é bem escolhido, pois a moça é a "ama" de uma das beldades do lugarejo e isso torna tudo mais inusitado e delicioso...
Foi muito bom ler algo diferente e sem grandes expectativas...
Apesar de esse ser o primeiro livro que leio da autora, ela tem tudo para estar entre as minhas autoras preferidas!!

Alguém sabe se a Record tem intenção de republicar todas as obras da autora?? Não encontrei nenhuma informação a este respeito... eu gostaria muito!!

11 comentários:

  1. Eu comprei a "Ovelha Negra" da mesma autora justamente porque fiquei sabendo que ela tinha um estilo parecido com a Jane Austen.
    Ainda não li, mas estou bem ansiosa.
    B-jus

    ResponderExcluir
  2. Gostei da sua resenha. Acabei de ler Ovelha Negra, é um livro bom, foi uma leitura agradável, mas pela sua resenha acho que esse é melhor, você leu ele em português? Até agora só achei Ovelha Negra e Casamento de Conveniência em português.

    ResponderExcluir
  3. Oi Adriana,

    Li em português sim, mas só achei pra vender um livro bem velhinho na estante virtual... a capa do meu está tão ruim que usei a capa em inglês pra ilustrar...
    Esse em inglês, achei pra vender na Livraria Cultura...

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  4. OLÁ
    ADOREI SEU BLOG E ESTOU SGUINDO.
    ME SEGUE?
    WWW.AMORIMORTALL.BLOGSPOT.COM
    BEIJOS

    ResponderExcluir
  5. Também não conhecia essa escritora, mas já que seu estilo se parece bastante com o de Jane Austen, agora estou curiosa para conhecer seus livros =p

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Eu tentei ler Jane Austen, mas acho que essa tal de preguicite aguda estava me acompanhando, não consegui!
    hehe

    Tomara que eles relançem os livros, pois parecem ser muito bons mesmo e ía fazer um sucesso né?

    Beijokas Dé!

    ResponderExcluir
  7. Eu adoro essa autora Dé! Estou terminando Ovelha Negra, talvez não seja o melhor livro dela... Mas, mesmo assim é ótimo. Ela descreve muito bem o estilo da época, lembra realmente muito a Jane Austen!

    Fiquei super curiosa com esse livro! Tomara que a editora record republique!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Eu li o primeiro livro da Georgette Heyer faz uns 13 anos, no mínimo e se chamava A Viúva Indecisa. Dela, em português, tenho:
    1) A Viúva Indecisa
    2)O amor de Penelope
    3)A grande Sofia
    4)Venetia e o Libertino
    5)Fanstasmas do passado
    6)Casamento de conveniência
    7)Ovelha negra
    e mais uns 3 livros em inglês que ainda não li. Em ebook eu acabei de ler A Filha do faraó. São livros muito bons e gostosos de ler, especialmente a Viúva Indecisa :-)
    Todos eles foram publicados pela Record, mas as capas eram diferentes.
    Bj, Aris

    ResponderExcluir
  9. ei Débora, esse livro eu não conhecia.
    eu tenho Ovelha Negra, mas ainda não li.
    Que bom que esse te agradou, também estou numa fase de bloqueio. tem semana que quero ler já na outro nem quero saber de livros, rsrsrs.

    beijos.

    ResponderExcluir
  10. Já ouvi falar muito da escrita semelhante com Jane Austen de Georgette Heyer. Adoro esses livros mais classicos, e morro de vontade de conhecer os livros dela!
    Esse livro para mim é novidade e gostei da história e do título! quero ler!

    bjus

    ResponderExcluir
  11. Já li um livro da autora (o 'Casamento de Conveniência') e gostei bastante! Esse deve ser bom, tbm... ^^

    Bjos!

    ResponderExcluir