Água para elefantes - Sara Gruen

Desde que perdeu sua esposa, Jacob Jankowski vive numa casa de repouso, cercado por senhoras simpáticas, enfermeiras solícitas e fantasmas do passado. Por 70 anos Jacob guardou um segredo. Ele nunca falou a ninguém sobre os anos de sua juventude em que trabalhou no circo. Até agora.
Aos 23 anos, Jacob era um estudante de veterinária. Mas sua sorte muda quando seus pais morrem num acidente de carro. Órfão, sem dinheiro e sem ter para onde ir, ele deixa a faculdade antes de prestar os exames finais e acaba pulando em um trem em movimento - o Esquadrão Voador do circo Irmãos Benzini, o Maior Espetáculo da Terra.
Admitido para cuidar dos animais, Jacob sofrerá nas mãos do Tio Al, o empresário tirano do circo, e de August, o ora encantador, ora intratável chefe do setor dos animais.
É também sob as lonas dos Irmãos Benzini que Jacob vai se apaixonar duas vezes: primeiro por Marlena, a bela estrela do número dos cavalos e esposa de August, e depois por Rosie, a elefanta aparentemente estúpida que deveria ser a salvação do circo.
Faz um tempão que eu queria esse livro, mas só quando saiu essa nova edição com a capa do filme que eu me empolguei para comprá-lo junto com mais um montão que quase me levou a falência.
Ainda não assisti ao filme e pretendia fazê-lo antes de ler o livro para evitar maiores desilusões... mas aí fiquei pensando e achei que era bobagem, que o bom mesmo era ler o livro primeiro... e foi o que eu fiz...
Logo nas primeiras páginas a autora me conquistou e eu me vi lendo em voz alta para minha mãe vários trechos, o que aguçou a curiosidade dela também... que agora está doida pra ler o livro todo (amo quando desencaminho alguém... hehehe)...
O livro começa com a narrativa de um senhor idoso que mora numa casa de repouso... Jacob tem 90 ou 93 anos, como ele mesmo diz, tanto faz... e esse senhor rabugento me conquistou logo de cara... sua história é tão linda e comovente... e não há como não pensar que se tivermos sorte teremos o mesmo fim... sozinhos numa casa de repouso... é triste, mas como diz o próprio personagem, a outra opção também não me parece agradável...
Quando um circo se estabelece ao lado da casa de repouso começa a melhor parte... Jacob recorda o tempo em que entrou para o mundo do circo...
Essa parte é linda, triste, comovente... deixa a gente incomodada, envergonhada e raivosa... isso porque o circo era comandado por um homem inescrupuloso, ganancioso, de um mau caráter assombroso e mais um monte de adjetivos terminados em "oso"... e as coisas que Jacob presencia são revoltantes...
Eu gostei de não ter assistido o filme antes, pois não consigo imaginar Jacob, que no livro é ruivo, como sendo Robert Pattinson... e a Marlena, que tem cabelos castanhos, interpretada por uma loiríssima Reese Witherspoon... sei que outras mudanças foram realizadas na trama como a unificação dos personagens de Tio Al e August... o que a meu ver já foi uma perda... mas vou assistir ao filme e...
Os personagens animais também merecem uma citação... pois como esquecer Rex, o leão banguela, ou Bobo, o chimpanzé, ou os cavalos da Marlena... e Rosie, uma elefanta charmosa e cheia de personalidade...
Enfim, esse é um daqueles livros inesquecíveis e seus personagens serão lembrados por muito tempo ou pelo menos, a cada vez que eu vir uma tenda de circo...

6 comentários:

Deixe seu comentário