Flavia de Luce e o Mistério da Torta - Alan Bradley

Flavia de Luce é uma garota de 11 anos que vive numa man­são em estilo vitoriano na Inglaterra da década de 1950, período pós-guerra. Após a morte misteriosa de sua mãe, ela encontra diversão em um antigo laboratório de química construído por seus ante­passados. Logo se torna uma especialista em venenos e uma versão pré-adolescente de Sherlock Holmes, o célebre per­sonagem de Conan Doyle, investigando os casos policiais como uma detetive-mirim. Podemos considerar a Flavia de Luce uma criança prodígio, porque ela é muito inteligente, suas fórmulas não são feitiços e sim pura química, e sua especialidade são os venenos.  Flavia vive num mundo próprio, inventando venenos inofensivos que servem para suas pequenas vinganças domésticas.
O primeiro livro da série já saiu há bastante tempo, e não havia meio de eu lê-lo... só me empolguei quando vi informações sobre a publicação do segundo livro (que acaba de ser lançado).
E depois fiquei me perguntando: "Porque eu não li antes??"
Sabe aqueles filmes de animação que todo adulto adora, que a gente se diverte mais do que criança? Onde as piadas por mais que divirtam as crianças, foram feitas para os adultos?? Esse é o caso desse livro...
Durante a leitura me vi selecionando algumas passagens e procurando na net algumas das músicas citadas...
Flavia é uma garota de 11 anos de idade, apaixonada por química, curiosa, levada, vingativa e esperta... na sua casa há um laboratório de química, que pertenceu ao seu tio-avô, e é onde a menina passa a maior parte do seu dia preparando venenos e outras surpresinhas desagradáveis para suas irmãs...
Mas Daphne e Ophelia (as irmãs da Flavia) também não são santas e até que merecem um pouquinho de maldade em suas vidas...
Orfãs de mãe e com um pai que até hoje não soube lidar com essa perda, as meninas crescem dando alfinetadas umas nas outras...
As coisas começam a mudar quando Flavia encontra um homem à beira da morte no quintal de sua casa e seu pai é considerado o principal suspeito do crime...
Flavia é uma mistura curiosa de Sherlock Holmes, Vandinha Adams e MacGyver... vale a pena conhecer...
Leiam a citação abaixo e depois me digam se há como não se identificar...

"...ocorreu-me que o Paraíso deve ser um lugar onde a biblioteca fica aberta vinte e quatro horas por dia, sete dias por semana.
Não… oito dias por semana."
Série As crônicas de Flavia de Luce:
- Flavia de Luce e o Mistério da Torta.
- Flavia de Luce e o Teatro das Marionetes.
- A Red Herring Without Mustard (não lançado no Brasil).
- I Am Half-Sick of Shadows (Previsto para novembro 2011).
- Seeds of Antiquity.
- The Nasty Light of Day.

Leia o primeiro capítulo

4 comentários:

Deixe seu comentário