Flavia de Luce e o Mistério da Torta - Alan Bradley

Flavia de Luce é uma garota de 11 anos que vive numa man­são em estilo vitoriano na Inglaterra da década de 1950, período pós-guerra. Após a morte misteriosa de sua mãe, ela encontra diversão em um antigo laboratório de química construído por seus ante­passados. Logo se torna uma especialista em venenos e uma versão pré-adolescente de Sherlock Holmes, o célebre per­sonagem de Conan Doyle, investigando os casos policiais como uma detetive-mirim. Podemos considerar a Flavia de Luce uma criança prodígio, porque ela é muito inteligente, suas fórmulas não são feitiços e sim pura química, e sua especialidade são os venenos.  Flavia vive num mundo próprio, inventando venenos inofensivos que servem para suas pequenas vinganças domésticas.
O primeiro livro da série já saiu há bastante tempo, e não havia meio de eu lê-lo... só me empolguei quando vi informações sobre a publicação do segundo livro (que acaba de ser lançado).
E depois fiquei me perguntando: "Porque eu não li antes??"
Sabe aqueles filmes de animação que todo adulto adora, que a gente se diverte mais do que criança? Onde as piadas por mais que divirtam as crianças, foram feitas para os adultos?? Esse é o caso desse livro...
Durante a leitura me vi selecionando algumas passagens e procurando na net algumas das músicas citadas...
Flavia é uma garota de 11 anos de idade, apaixonada por química, curiosa, levada, vingativa e esperta... na sua casa há um laboratório de química, que pertenceu ao seu tio-avô, e é onde a menina passa a maior parte do seu dia preparando venenos e outras surpresinhas desagradáveis para suas irmãs...
Mas Daphne e Ophelia (as irmãs da Flavia) também não são santas e até que merecem um pouquinho de maldade em suas vidas...
Orfãs de mãe e com um pai que até hoje não soube lidar com essa perda, as meninas crescem dando alfinetadas umas nas outras...
As coisas começam a mudar quando Flavia encontra um homem à beira da morte no quintal de sua casa e seu pai é considerado o principal suspeito do crime...
Flavia é uma mistura curiosa de Sherlock Holmes, Vandinha Adams e MacGyver... vale a pena conhecer...
Leiam a citação abaixo e depois me digam se há como não se identificar...

"...ocorreu-me que o Paraíso deve ser um lugar onde a biblioteca fica aberta vinte e quatro horas por dia, sete dias por semana.
Não… oito dias por semana."
Série As crônicas de Flavia de Luce:
- Flavia de Luce e o Mistério da Torta.
- Flavia de Luce e o Teatro das Marionetes.
- A Red Herring Without Mustard (não lançado no Brasil).
- I Am Half-Sick of Shadows (Previsto para novembro 2011).
- Seeds of Antiquity.
- The Nasty Light of Day.

Leia o primeiro capítulo

4 comentários:

  1. Amei, ia ficar linda na minha estante.

    ResponderExcluir
  2. Hey, Débora!

    Eu tenho muita vontade de ler esse livro. Um dia eu consigo!

    Beijo grande e lindo fim de semana pra vc!

    ResponderExcluir
  3. Oi Dé!

    Já li ótimas resenhas desse livro e faz tempo que ele está na minha lista. Parece ser muito divertido. rsrs
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi, hoje tem blogagem coletiva do Projeto 10 em 10! 10 fotos em 10 momentos diferentes do seu dia 10. Participe! Bjs e fik c Deus.

    ResponderExcluir