P.S. Eu Te Amo - Cecelia Ahern




Holly e Gerry desejavam ficar juntos pelo resto de suas vidas, mas um tumor cerebral levou Gerry, aos 30 anos. Sentindo-se perdida e solitária, Holly finalmente encontra uma motivação para continuar vivendo quando recebe um pacote, que havia sido enviado por seu marido antes de morrer, intitulado - ´A Lista´. No pacote, várias cartas com instruções de como ela poderá sobreviver sem a presença dele, todas acompanhadas de um ´P.S. - eu te amo´.





Esse é o livro que estava há mais tempo na minha estante para ser lido... devia estar lá faz uns dois anos... e apesar de eu adorar a história (já havia assistido o filme) não conseguia me convencer a ler pois sabia que ia chorar baldes de lágrimas...
Acho que a história dispensa apresentações, né?? Então vou me ater nas sensações e diferenças entre filme e livro... 
Sem sombra de dúvidas esse foi um dos livros que mais chorei ao longo da leitura, daqueles que simplesmente não dá pra ler em local público sem chamar a atenção... e não só pelas lágrimas... é que tem horas que eu morria de rir, de gargalhar mesmo... pra logo em seguida cair num choro sentido...
O livro é uma montanha russa de emoções, vale muito a pena ler... e esse é um daqueles que não troco, não vendo e talvez até nem empreste (e olha que eu não costumo me importar em emprestar)... mas é que eu demorei a encontrá-lo pra vender e não foi fácil acha-lo em bom estado...
Agora vocês podem estar se perguntando: "Mas e a história, é diferente do filme?"... a história é a mesma, mas os personagens foram totalmente modificados... o Gerry aparece super pouco, mas quando isso acontece é lindo... o livro é muito focado na Holly e eu confesso que apesar de amar o filme e achar que ele foi muito bem adaptado (além de contar com a participação do lindo/maravilhoso/TDB Gerard Butler)... o livro é sem dúvida muito superior...
Muito mais profundo, mexe mesmo com a gente... e eu achei muito mais realista também...
Outra coisa que eu gostei demais, foram os personagens secundários... no filme Holly só tem a mãe, que é uma mulher amargurada e se vê claramente que elas não se dão tão bem, tem também um amigo estranho e as melhores amigas... e só...
Já no livro, Holly tem uma família linda, com pais amorosos, irmãos problemáticos que a amam e lhe dão muito apoio, o amigo esquisito no livro é um fofo (com péssimo gosto, diga-se de passagem) e as duas melhores amigas são ainda mais amigas...
Muito, muito bom... só de falar já me dá vontade de ler novamente... e chorar mais um pouquinho...

10 comentários:

Deixe seu comentário