Sempre ao seu lado - Rachel Gibson


Sempre ao seu Lado narra a história de Maddie Jones. A personagem volta à cidade onde nasceu, com pretexto de concluir seu livro, um thriller policial com todos os ingredientes de um bom suspense, duplo homicídio e traição, em uma trama envolvente. O que ninguém sabe é que os fatos são verídicos, e boa parte foi descrita no diário de sua mãe, assassinada junto com seu amante. Maddie Jones está determinada a descobrir o passado sórdido da cidade. No entanto, ela não conta com a possibilidade de se sentir atraída por Mick Hennessey, filho da mulher traída que matou sua mãe.


Desde que li Sem Clima para o Amor, tinha vontade de ler esse livro... eles fazem parte de uma série que foi lançada por aqui de qualquer jeito (#novidade!). A série lá fora é conhecida como Writers, isso porque retrata a vida de quatro amigas escritoras, uma de cada gênero literário... por aqui foi lançado somente o segundo e o terceiro da série e ficamos chupando o dedo quanto aos demais livros...
Imaginem minha felicidade quando consegui por as mãos nesse exemplar...
Bem, mas como já dizia Dona Leila Rego... Pobre não tem sorte... o livro apesar de ter uma história bem bacana tem uma péssima revisão... tão ruim que troca palavras, troca ele por ela nos diálogos e você fica boiando... tira letras e até palavras inteiras aqui e ali... enfim, uma bagunça só... onde o leitor tem que ficar imaginando oque é que a autora quis dizer ali...
Revisão ruim é uma das coisas que mais acontece ultimamente, juro que tem sido cada vez mais raro pegar um livro e ver que ele foi bem revisado, que não há erros de português... livros mal revisados deveriam dar direito a restituição do valor gasto na compra... afinal é uma material com defeito!!
Bem, já foi metade do post e eu estou até aqui só reclamando... você deve estar achando que eu detestei a história, não é mesmo? Mas a minha indignação é maior pois foi justamente o contrário...
Acho que o livro pode ser considerado um chick lit, apesar de nesse caso faltar mais humor... A mocinha se chama Maddie e teve uma vida muito difícil pois foi criada pela avó desde que a mãe foi assassinada pela esposa do seu amante... Maddie se tornou uma escritora daquelas que escrevem sobre crimes reais (eu não curto esse gênero) e desde que encontrou os antigos diários de sua mãe, sente necessidade de escrever sobre esse assassinato...
Na época, a mulher assassinou a mãe de Maddie e o marido, para logo em seguida se suicidar... para pesquisar mais a respeito, Maddie decide ir morar na pequena cidade onde tudo ocorreu...
Maddie só não contava se apaixonar justamente por Mick Hennessey... o filho da assassina de sua mãe...
Mick também não teve uma vida fácil, ficou orfão cedo e teve que aguentar a vida toda as pessoas apontando o dele para ele... isso tudo por que era filho de uma assassina, uma mulher desequilibrada que matou o marido, a amante e se matou... sem nem pensar que estava deixando para trás dois filhos pequenos... agora as coisas podem piorar outra vez, graças a uma escritora que insiste em escrever sobre esse crime e remexer velhas feridas...
O romance entre Maddie e Mick é daqueles que pega fogo e sai faísca, muito gostoso de se ler, além dos conflitos de um e de outro...
Maddie tem uma mania que achei bem curiosa, todos os dias ela passa hidratante corporal, cada dia com um cheiro diferente... gasta bastante dinheiro nesse pequeno agrado que faz a si mesma... eu gostei demais desse detalhe pois também adoro variar nos hidratantes corporais, mas minha coleção é muito mais modesta...
Enfim, se me perguntarem se vale a pena ler o livro, eu responderei que pela história sim, mas o leitor deve se preparar para engolir erros e mais erros gramaticais ''guela abaixo"...

Writers Series:
1 - Sex, lies and Online Dating (Sem previsão de publicação no Brasil).
3 - Sempre ao Seu lado
4 - Not Another Bad Date (Sem previsão de publicação no Brasil).

5 comentários:

  1. Todo mundo fala a mesma coisa. Eu, inclusive, na época do meu antigo blog. Essa edição brasileira é uma porcaria sem tamanho. Ainda não achei um livro tão emporcalhado como esse na revisão, mas é fato que a qualidade nesse sentido tem deixado muito a desejar ultimamente.

    Quanto à história, ela é ótima! Adorei totalmente. Só não li mais porque a pilha é imensa e eu não dou conta. Acabei comprando alguns em inglês dela, porque não dá pra esperar pela tradução - e ainda por cima malfeita desse jeito. Pra quem lê no idioma, é o que recomendo.

    Uma PENA que não publiquem mais dessa autora. Ela é ótima.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Débora!
    Não consigo ler chick-lit! Sempre começo e para lá pela página 10. kkk
    Não sei, acho tão sem graça. Preciso encontrar um que mude minha opinião. Mas com tantos erros gramaticais não vai rolar. rsrs
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. oi Déh,
    ainda não li esse livro, estou com ele em casa.
    Já li livros da autora e gostei e estou confiante de que vou gostar desse também. ^^
    beijos.

    ResponderExcluir
  4. Não tem coisa pior do que um livro mal revisado, né? Minha nossa, tira totalmente a concentração do livro e eu ficaria louca com esses que você descreveu. É uma pena, poruqe a estória parece ser tão legal e interessante. Mas não creio que ia conseguir ler tranquila assim.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Concordo com a Kellen Baesso "tira totalmente a concentração do livro". :/ Não sou muito tolerante com erros assim em livros então acho que é melhor me manter afastada dessa obra por enquanto. rs

    ResponderExcluir