Liberte meu coração - Meg Cabot

Na Inglaterra do século XIII, Finnula é a caçula de seis irmãs e um irmão. Enquanto as outras mulheres da família se preocupam em caçar maridos, fofocar sobre crianças e terminar os afazeres domésticos, Finnula escandaliza a aldeia ao desfilar em calças de couro justas. Além de enlouquecer os homens do conde: ela nunca respeita os limites da reserva de caça do nobre. E volta e meia um coelho ou cervo do senhor feudal aparece na mesa da família.
Mas as pequenas escaramuças com as autoridades locais estão prestes a se tornar o menor de seus problemas. Uma de suas irmãs gastou todo o dote em bugigangas e vestidos. E agora está sem dinheiro para o casório. Que, ao que parece, não pode ser adiado por muito tempo... É então que decidem conseguir o dinheiro seqüestrando um cavaleiro rico. O problema é que o lorde recém-chegado das Cruzadas escolhido por Finnula vai se mostrar diferente do esperado, e a moça pode acabar tendo que abrir mão do resgate. E de seu coração.
Antes mesmo de começar a leitura o leitor já sabe o que o aguarda... uma história de romance com muito bom humor... sim, pois como seria diferente se a autora já é uma personagem ficcional fruto da imaginação fértil da escritora Meg Cabot? Mia Thermopolis é a personagem principal da série Diário de uma princesa e se não me falha a memória, foi entre os livros 9 e 10 que a personagem escreveu esse livro...
O livro narra a história da jovem Finnula Crais, a mais nova de 6 irmãos... uma garota rebelde, fora do seu tempo, que adora usar calças, caçar e tem a melhor mira do estado... ela vive em Stephensgate onde volta e meia vai caçar nas terras do conde, isso é considerado roubo e se for pega a punição pode custar uma mão, uma perna ou até a vida. Ela é quase um Robin Wood de saias... ou seria, se ela usasse saias...
Finnula já tem como inimigo o administrador das terras do conde, Reginald Laroche, mas como sua habilidade e encanto até hoje ela conseguiu se livrar do xerife John de Brissac, mas a confusão começa quando Mellana, uma das suas irmãs, a faz prometer que sequestrará um homem para que ela possa pedir resgate... a atitude desesperada se deve ao fato de que Mellana gastou todo seu dote com vestidos, laços e fitas... e agora precisa desse dinheiro desesperadamente pois se apaixonou e engravidou de um trovador que não tem onde cair morto...
Comovida pela triste situação a irmã, Finnula concorda com o plano maluco e sai a caça de sua vítima... quando encontra um homem barbudo, maltrapilho e cheio de dinheiro, ela não pensa nem meia vez, tem a certeza que encontrou a vítima perfeita...
Só não esperava que o tal homem fosse na verdade Hugo Fitzstephen, o conde de Stephensgate e seu senhorio que está voltando para casa após uma decáda... Hugo quando se dá conta do sequestro adora a situação pois não podia esperar uma sequestradora mais bonita e intrigante... assim, decide participar e lhe dá um nome falso... na verdade mesmo depois de liberto ele implora para continuar sendo prisioneiro e as cenas dos dois são hilárias...
Hugo é um personagem que conquista logo de cara, inteligente, corajoso e incrivelmente apaixonado... o sonho de consumo de qualquer garota...
O livro é previsível, porém delicioso... um romance histórico com cenas quentes daquelas que fazem a gente suspirar e sorrir sozinha...
A capa apesar de lindona, não tem nada haver com a história já que Finnula é ruiva e só veste calças... ainda assim, é mais bonita do que a capa americana abaixo). 
Para quem gosta de romances históricos, vale a pena a leitura...



9 comentários:

Deixe seu comentário