Norte e Sul - Elizabeth Gaskell

O enredo do livro é um romance social que tenta demonstrar a vida e os conflitos existentes no norte industrializado dos meados do século 19, através das impressões de uma jovem nascida nas regiões rurais da Inglaterra. A heroína da história, Margaret Hale, é filha de um ministro religioso que se muda para a cidade fictícia de Milton. Na medida em que conhece a difícil realidade da população local, ocorre então a formação de novas amizades e uma crescente atração por Mr. John Thornton, dono de uma fábrica têxtil. A mudança no estilo de vida choca Margaret que simpatiza profundamente com a pobreza dos trabalhadores e entra em conflito com John Thornton, o proprietário da fábrica têxtil local e amigo de seu pai.

NORTH AND SOUTH foi publicado em forma de livro pela primeira vez em 1855, sendo que já havia sido publicado inicialmente na revista literária “Household Words”, de propriedade de Charles Dickens, entre setembro de 1854 e janeiro de 1855 em 22 partes semanais. O livro inicialmente foi intitulado de "Margaret Hale", mas foi alterado pois os editores consideram que Norte e Sul tinha mais haver com o tema do livro, que narra as diferenças no modo de vida dos habitantes do Sul e Norte da Inglaterra em plena revolução industrial.
Eu já havia lido esse livro há uns dois anos atrás (teve até resenha), quando nem tinha esperanças de que uma editora fosse publicá-lo no Brasil e é uma das histórias que mais gosto...
Impossível ler e não se apaixonar perdidademente por John Thornton, não querer sacudir a preconceituosa Margaret...
O pai de Margareth decide se mudar para o Norte após largar a igreja e começar a lecionar... mãe e filha não podem fazer nada, a não ser acompanhá-lo, mas não poderiam imaginar um lugar mais diferente do que suas vidas no campo.
A cidade de Milton é fictícia e foi criada pela autora como uma alusão a cidade de Manchester, onde ela morou por muitos anos... Margareth é uma jovem contestadora, de opiniões fortes e que não tem receio em se expressar, logo conquista Mr. Thornton, um rico industrial, que tem aulas com seu pai, mas quando ele a pede em casamento, ela recusa pois nunca o considerou como pretendente...
Meses passam, as dificuldades assolam a cidade, a industria de Thornton e a família Hale... ao longo desses meses Margareth começa a mudar e ver o industrial com outros olhos, mas não tem qualquer ilusão de que ele ainda sinta algo por ela...
Quem gosta de Jane Austen, Emily e Charlotte Brönte, Georgette Heyer, não pode perder esse, é amor na certa!!
A BBC (sempre fantástica) produziu uma série de mesmo nome (que eu já comprei e paguei absurdamente caro no lançamento, mas agora está baratinho na submarino... =P ), e o ator Richard Armitage interpreta John Thornton... se você depois de ler o livro não estiver apaixonada pelo personagem, com certeza ficará após assistir a série, que é dividida em quatro capítulos...
Tanto o livro quanto a série valem a pena... suspiros garantidos...


10 comentários:

Deixe seu comentário