A Jornada - Erin E. Moulton

A história de quatro irmãs e uma viagem inacreditável!
“A história começa lá em casa. Na montanha. Cinco quilômetros morro acima em uma rua poeirenta e esburacada, passando pelo pomar de Mr. Benny, logo depois da banca de legumes da Nanny Ann. Estamos no outono, minha estação favorita. E em poucos dias será meu feriado favorito: Halloween. É isso aí, aqui em Canton Creek Turnpike, é tempo de pegar doces e esculpir abóboras.”
Quando as crianças ouvem histórias sobre lendas, mistérios e milagres, só podemos imaginar – de longe – o que estes contos podem significar em suas mentes. A história de A jornada surge assim: de uma senhora misteriosa, que vive entre as águas da floresta e é capaz de realizar milagres, a uma linda e comovente narrativa sobre o amor entre irmãs. Ao nascer fraquinha, com a vida em risco, Lilly desperta em suas irmãs uma necessidade heróica de providências. Tocadas pela tristeza que abate a família, elas se arriscam em uma jornada cheia de aventuras e situações muito incomuns. Entre florestas, quedas de água, pântanos, barulhos assustadores e caçadores nada agradáveis, as meninas lutam pela própria vida enquanto buscam a água milagrosa que deverá salvar sua irmãzinha. Um conto de fadas contemporâneo, escrito de forma sensível, que envolve o leitor nas maluquices das garotas e que é capaz de encantar e enternecer.
O livro é lindo, a capa é cheia de cor e a parte de dentro é toda amarela e cheia de desenhos de borboletas...
Eu não tinha qualquer expectativa quanto ao livro e fiquei realmente encantada, voltei a ser criança e me lembrei das minhas primeiras leituras...
O livro me agradou tanto, pois lembra aqueles livros deliciosos da coleção vagalume, nesse caso há uma mistura de "A serra dos dois meninos" e do livro "A ilha perdida".
Foi impossível não gostar, pois tem toda aquela magia da infância, onde olhamos para um quarto escuro e imaginamos mil monstros a assombrar, um pequeno riacho esconde jacarés, piratas e sereias... e em algum lugar no meio da floresta existe uma mulher capaz de curar todas as doenças do mundo...
E é a busca por essa tal mulher que leva duas crianças a embarcar em muitas aventuras para salvar a irmã mais nova, um bebê prematuro que tem poucas chances de vida...
Maple é muito esperta e corajosa, bem, talvez nem tão corajosa assim, já que ainda precisa carregar seu ursinho para cima e para baixo... mas de uma coisa ela tem certeza, sua irmãzinha não está bem e ela precisa ir até a mulher sábia buscar a água capaz de curá-la...
Já Dawn, a irmã mais velha, é mais cética a respeito da lenda e só decide acompanhar a irmã pois acha muito perigoso ela ir sozinha...
Juntas, elas entram numa mata fechada... com poucos recursos e guiadas apenas por uma mapa e uma bússola roubada do pai, as meninas enfrentam muitos perigos e quase perdem a vida...
Uma coisa que me tocou profundamente nesse livro foi as impressões de Maple quando a mãe é levada as pressas para o hospital e ela não faz a menor idéia do que está acontecendo e no outro dia encontra a avó na casa para cuidar delas... o sentimento de medo e confusão foi tão real pra mim, pois senti algo muito parecido quando meu irmão nasceu prematuro, lembro até hoje que não entendia nada, mas achei que algo estava errado e fui levada pra dormir na casa de uma amiga da minha mãe... nunca senti tanto medo e foi a primeira noite que passei em claro... eu tinha 4 anos... e revivi tudo aquilo lendo esse livro.
Sem dúvida o livro me conquistou, me trouxe aquelas sensações boas da infância, onde a minha única preocupação era brincar e viver o maior número de aventuras possíveis...

Gostou? Então não perde tempo e participe do sorteio desse livro que está rolando aqui e vai até 05/11...

5 comentários:

  1. Nossa, que história interessante. Também não tinha uma grande expectativa sobre esse livro, mas depois dessa resenha vi o quanto a história é linda. :)
    Ótima resenha!

    beijos!
    www.desejoliterario.com

    ResponderExcluir
  2. Parece ser bonitinha a histórtia, mesmo. Gostei! :)

    ResponderExcluir
  3. Ei Dé,

    Não sabia que o livro era assim, tipo série Vaga-lume. Ah que saudade, já li os dois que vc citou e pelo jeito vou amar A jornada. Devo ler em breve ^^

    bjos

    ResponderExcluir
  4. Hey, Débora!

    Estou com esse livro aqui, lerei em breve. Todo mundo está falando super bem dele, estou curiosa. :)

    Beijinhos e lindo fim de semana pra vc!

    ResponderExcluir
  5. Estou participando da promoção. Quero muito ganhar esse livro, desde a primeira vez que li a sinopse dele, me encantei. Muito bom poder reviver as sensações da infância através de um livro, não é? :)

    ResponderExcluir