Vestígios do Passado - Wendy Burge

Os pecados do passado...
Varek Von Vischering tinha apenas um único dever: Providenciar um herdeiro para as terras da família. Agora com problemas políticos ameaçando seu reinado e os conselheiros exigindo que se divorcie, ele teme pela segurança de sua esposa. Christina.

Um amor nunca esquecido…
Christina nunca seria capaz de assistir seu amado marido tomar outra mulher. Assim, ela foge e encontra asilo nos braços de um nobre britânico. Mas tudo muda quando ela o acompanha a um congresso na Áustria, onde o destino a colocará frente a frente com o passado e com o ex-marido, que ela jamais esquecera…

Nunca havia lido um romance de banca que me fizesse chorar, e sinceramente não pensei que haveria tal livro... não é que eu desmereça o gênero, muito pelo contrário, mas eu sou uma pessoa muito difícil de se fazer chorar (em se tratando de livros, porque nas demais coisas sou uma manteiga derretida)...
Quando li um post no blog da Leninha falando sobre alguns livros que fazem a gente chorar, não perdi tempo e fui atrás dos de banca (porque os de livraria eu já li e chorei baldes)...
Esse era um deles, e foi impossível achá-lo em meio físico... faltou só ir no meu sebo favorito procurá-lo... sábado eu vou lá!!!
O jeito foi lê-lo daquela forma que não deve ser nomeada...
E agora eu só posso dizer que é um dos livros mais lindos que já li em toda a minha vida... já fui até na Wook ver se tinha por lá, pois no formato que eu li ele tem 228 páginas com letra bem grandes... na Amazon o original em inglês possui 380 páginas... mas infelizmente não tive sucesso, não saiu nada por lá dessa autora...

Varek e Christina eram casados e apaixonados... ele é um arquiduque e precisa de um herdeiro... o problema é que após dez anos de casados, eles tiveram 5 abortos e o imperador preocupado com a situação local resolve que se eles tiverem mais um aborto, eles devem se separar e Varek deve se casar com outra mulher...
Christina mais uma vez engravida e perde o bebê, sua dor é imensa e sua vida é ameçada por rebeldes que exigem um herdeiro para o ducado... preocupado com a amada Varek se divorcia e resolve se casar com outra mulher...
Christina foge pois não suporta ver o homem que ama se casando com outra mulher... ela cai em profunda depressão e quando tenta o suicídio é salva por um nobre inglês... esse mesmo homem se apaixona por ela e lhe propõe casamento...
Os anos passam e o marido de Christina irá participar de um congresso em Viena e exige sua presença... ela até hoje não contou ao marido sobre o seu passado e ele preferiu ignorá-lo... mas quando eles se encontram com Varek a situação fica feia...

Varek mudou completamente, se tornou um homem frio, calculista e desesperado... passou seis anos a procura de Christina... e nem por um segundo deixou de amá-la... ele se casou e gerou a tão esperada herdeira, mas sua mulher morreu no parto deixando-o viúvo... quando encontra Christina acompanhada do marido, faz de tudo para tê-la de volta, nem que isso cause a maior crise diplomática do mundo...
O amor de Varek é lindo, desesperado e faz qualquer uma morrer de inveja... é simplesmente impossível não se apaixonar por esse homem forte e passional que não tem limites para amar e declarar seu amor, ele não quer nem saber se ela é casada, se o marido está ao lado... a única coisa que lhe interessa é se é correspondido...

— Você está ameaçando meu marido, Vossa Alteza?
— Eu sou seu marido. Diga-me que não vê meu rosto quando ele a possui. Com que freqüência você precisa se convencer de que o ama? Que está feliz nesse seu mundinho seguro e entediante? Diga-me, cotovia, a quem está se esforçando para convencer, a mim, ou a você própria?
Durante todo o tempo, Varek chama Christina de cotovia, um apelido carinhoso que a chama desde que eram crianças... 
A cena em que ele conta para ela o nome da filha dele é linda...
Mergulhando nos olhos do arquiduque, Christina sentiu-se presa de uma emoção desmesurada.
— Tina? — indagou baixinho, não lhe escapando a semelhança de seus nomes.
— Sim. Tina Marie.
E seu segundo nome era Marie. Para não cair em prantos, Christina fechou os olhos com força. Ah, Varek, meu grande amor, ela pensou, a alma dilacerada. Mesmo durante todos aqueles anos de separação, ele fizera questão de gritar ao mundo quem, em seu coração, era a verdadeira mãe de sua filha.

Li algumas críticas sobre o final e realmente ele é o ponto fraco do livro... apesar do final ser feliz, fica muita coisa no ar... falta um epílogo e algumas frases mais esclarecedoras... muita gente inclusive viaja na maionese e imagina um final sobrenatural para o livro, mas quem ler atentamente percebe que não é nada disso... fiquei tão encucada com o final que fui procurar as críticas em sites internacionais pois fiquei curiosa se o final era assim mesmo ou fruto de mutilação da Nova Cultural... infelizmente o final é assim mesmo e por lá muita gente também fala mal do final...

Um conselho: Leiam o livro urgentemente (leitura obrigatória para quem gosta de romance) e leiam o final com muita atenção... não vai fazer com que ele seja mais bem escrito, mas garanto que não ficaram muitas dúvidas...

Ah, esqueci de falar... chorei um monte com esse livro... muito, muito, muito lindo!!

4 comentários:

  1. Oi Dé! Sumi mesmo =/ Mas, estou voltando aos poucos rs

    Menina, esse é um dos meus livros de banca favorito! Lindo, lindo, lindo mesmo! Chorei horrores rsrsrs

    Belíssima resenha, relembrei muita coisa do livro!

    Beijos
    lili

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho esse livro e sou completamente apaixonada por ele.

    Lendo sua resenha me deu uma vontade louca de reler... rs

    Concordo que o livro merecia mais páginas no final, mas nem isso estraga a beleza dessa história.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Débora,

    O final de fato deixa a desejar, mas não tira o brilho do livro que é lindo e me fez encher os olhos d'àgua várias vezes, rs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Dé!
    Eu tbm fiquei louca p/ ler esse livro qdo vi o post da Tonks no blog da Leninha. Corri procurar e consegui achar um exemplar no Mercado Livre. Claro que comprei...na hora! Nem acredito que consegui!!
    Já estava com vontade de ler, depois dessa resenha então...
    preciso lê-lo urgente!!
    Bjs

    ResponderExcluir