Um homem de sorte - Nicholas Sparks

Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar.
Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da oportunidade de passar um fim de semana ao lado de Amy e suas amigas. Provavelmente, era exatamente isso de que precisava, mas quando elas o deixaram na entrada da cidade de Hampton, com o calor da tarde de agosto em seu ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar uma carapuça de normalidade havia-o deixado exausto.
Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade.
(...)
Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás, o que dava à viagem uma conotação poética. prazer de caminhar.
Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para
chegar.
É só um novo livro do "Tio Nick" aparecer, que a gente já fica com as expectativas elevadas... bem, pelo menos eu fico!!
Estava ansiosa para ler esse e ver se ia me derramar em lágrimas novamente... mas nesse isso não acontece, talvez no finalzinho...

O livro narra a história de Logan Thibault, um ex-fuzileiro naval que decide sair andando (literalmente) pelo mundo... mas ao contrário do que pode parecer a primeira vista, ele tem um destino, encontrar a mulher que salvou sua vida...

Bem, Thibault quando era fuzileiro achou uma fotografia de uma jovem quando estava na guerra, desde então não se separou mais da foto e começou a crer que a fotografia de alguma maneira o protegia... ele sobreviveu em situações extremas quando todos os seus companheiros morreram e com o tempo passou a acreditar que tinha uma dívida com aquela jovem... não que estive apaixonado ou obscecado, ele simplesmente achava que deveria retribuir a dívida, mesmo que ela não soubesse o que havia acontecido...

E é com esse pensamento que ele vai parar na cidade onde ela mora, anos já se passaram, a moça é divorciada e tem um filho... ajuda sua avó em um canil que treina cães de toda a região e é assim que Thibault entra na vida daquela família... trabalhando no canil...

A história é muito bonita, gostei de ver o amor surgindo aos poucos... e é também aos poucos que a gente vai se apaixonando pelo personagem... uma coisa muito bacana, é que ele é boa gente, mas é bastante sistemático também, tem seus defeitos e está mais próximo de uma pessoa real do que de um personagem fictício, aliás, eu acho que essa é uma das características da escrita do "Tio Nick", os personagens são tão reais, tão cheios de defeitos como todos nós, que é fácil imaginá-los com um amigo ou parente...

O final é bastante surpreendente, confesso não ter gostado muito do final escolhido, mas o livro todo caminha para aquele desfecho... nem sei porque fiquei tão surpresa...

Um pequeno spoiler (sempre necessário nos livros do Nick - ah, eu sou tão íntima dele...rss), o final é feliz... o livro tem dramas como a vida de todo mundo, mas no geral... tudo acaba bem...

Eu gostei muito, só posso recomendar... e sortear um exemplar pra vocês... então fiquem espertos, porque comentários nessa resenha vão valer pontos extras...

Ah, já estava esquecendo... um filme está para ser lançado em Abril de 2012, baseado nesse livro, no filme Thibault será interpretado por Zac Efron (eu não gostei muito da escolha, pois imagino o Thibault mais velho), todavia adorei o trailer, que conta com alguns depoimentos dos atores e do próprio Tio Nick... vale a pena assistir e com certeza ler...

16 comentários:

Deixe seu comentário