A caminho da sepultura - Jeaniene Frost

A meia-vampira Catherine Crawfield persegue os mortos-vivos em busca de vingança, esperando que um destes seres seja seu pai - responsável por arruinar a vida de sua mãe. Capturada por Bones, um vampiro caçador de recompensas, é forçada a uma parceira maldita.
Em troca de encontrar o pai, Cat concorda em treinar com o sexy caçador noturno até que seus reflexos de combate estejam tão afiados quanto os dentes dele.
Aos poucos, percebe que ser uma semimorta não é de todo ruim, mas antes que possa aproveitar seu status de incrível caçadora de demônios, Cat e Bones são perseguidos por um grupo de assassinos.
Ela terá de escolher um lado... e Bones está se tornando tão tentador quanto qualquer homem com um coração batendo.
Estou completamente apaixonada... viciada e obsessiva por um tal de Bones...

Algum tempo atrás, li uma resenha da Tonks que não poderia ser ignorada (leiam, vocês vão me entender), daí saí em busca do tal livro... no mesmo dia comecei a ler e não pude mais parar... a paixão foi tanta que fui atrás de tudo quanto era coisa sobre o assunto, acabei achando os demais livros da série de uma forma que não deve ser nomeada (não façam isso em casa) e deu para matar a minha curiosidade enquanto os demais livros ainda não sairam por aqui... moral da história: Abandonei casa, marido, tudo durante o final de semana... só parando para comer e ir ao banheiro (só quando não dava mais pra segurar)... tive quase uma overdose dessa série e li os seis primeiros livros em dois dias... até sonhei com o Bones... ai, ai...

Bem, como você pode ter percebido... essa resenha é totalmente passional e apaixonada, sim porque a série é MUITO BOA... muito, muito mesmo... daquelas que a gente sonha em achar todo dia, mas que acaba se contentando com livros mais ou menos... pra vocês terem uma noção, só me lembro de ter ficado tão vidrada assim quando li os livros da Diana Gabaldon e quando li Vampire Academy (Richelle Mead)...

Imaginem uma história muito forte... com sangue, assassinato, ação e sexo (meu tipo preferido)... é uma história sobrenatural e o personagem principal é um vampiro (não torça o nariz antes de conhecer o Bones, pois você irá se arrepender e nem pense em dizer que já cansou dessa temática pois garanto que você não leu nada parecido)...

Catherine é uma meia vampira, sim, uma mestiça... sua mãe foi estrupada a 22 anos atrás por um vampiro recém transformado... no seu aniversário de 16 anos ela soube a verdade e desde então caça esses demônios... ela é impulsiva, forte, decidida e boa suja...

Sua vida muda quando ela aborda um vampiro poderoso, seu nome é Bones e ele é um caçador de recompensas... um vampiro que mata outros vampiros por dinheiro... fascinado com a rara mestiça, Bones se propõe a treiná-la...

Agora pense num vampiro sexy... pensaram no Eric (True Blood), no Dimitri (Vampire Academy), em todos os irmãos da irmandade (Irmandade da Adaga Negra)?? pois esqueçam todos eles... o Bones é melhor do que isso...

Ele é sexy, bonito, sarcástico, irônico... não pensa duas vezes em matar alguém e ao mesmo tempo consegue ser justo, preocupado e delicado... garanto que essa mistura é capaz de "tirar qualquer uma do eixo"...

Para completar pensem numa mestiça vampira, forte, corajosa, apaixonada, de boca suja, cheia de traumas  e com uma mãe que é uma megera... essa é a Cat...

O livro é ótimo, mas quem tiver possibilidade de ler o original em inglês eu aconselho que faça isso e já explico o motivo:

- Alguns erros de ortografia na edição nacional, um exemplo disso é que  reparei que a palavra cinto (de cinto de segurança) foi escrita com S (Sinto de segurança), nada muito terrível, mas incomoda um pouco.

- Agora o ponto mais importante é a suavização do personagem... esse é um pouco difícil de explicar, mas vou tentar... como vocês devem ter reparado, eu morri de amores pelo Bones, ele é sarcástico e irônico o tempo todo e acho que muito disso se perdeu na tradução... Cat se chama Catherine mas ele para provocá-la a chama de Pet e outros nomes que fazem alusão a bichos de estimação... enquanto na edição nacional ele a chama apenas de gatinha...

- Outro ponto da suavização do Bones é que ele é muito boca suja, e tem um jeito todo próprio de xingar que me fazia rolar de rir... em certo trecho ele fala: "Pelas bolas peludas de Lucifer" isso foi tirado e traduzido apenas do como "Mas que droga"...

A série não é para aquelas mais puritanas, porque é bem sensual... a autora monta todo um cenário que é impossível a gente não se sentir envolvida e a cada livro mais coisas são reveladas desse universo de mortos-vivos... eu li todos os que foram publicados, e posso afirmar com certeza que a coisa melhora a cada livro, e só lá no finalzinho é que vocês vão achar a mãe da Cat menos megera... portanto, detestem-na a vontade.

Em determinados aspectos a série me lembrou True Blood, pois o leitor vai conhecendo um novo tipo de sociedade (que não acreditávamos que existisse) juntamente com a protagonista e a série é tão sensual e erótica quanto... mas a meu ver, essa consegue ser muito melhor... recomendo muito a leitura... esse é o primeiro livro que entra para o TOP 2012...

Série Night Huntress:
- A Caminho da Sepultura (Halfway to the Grave).
- One Foot in the Grave.
- At Grave's End.
- Destined for an Early Grave.
- This Side of the Grave.
- One Grave at a Time.

Além desses, a dois livros complementares (só devem ser lidos após o 5º livro da série).
- First Drop of Crimson
- Eternal Kiss of Darkness

8 comentários:

Deixe seu comentário