O Coração de Salatiel - Kézia Lobo

É sempre difícil resenhar um livro recebido diretamente de um autor nacional, é um peso a mais... muito diferente de resenhar um livro de um autor internacional ou famoso... por exemplo, eu detesto Paulo Coelho, Gabriel Garcia Marquez e não tenho problema algum com isso... mas há quem goste e não será uma crítica negativa minha que irá atrapalhar a venda desses livros... o mesmo já não acontece com um autor desconhecido, um futuro leitor pode desistir de conhecer algo que lhe agrade, apenas pela minha opinião... e para mim, isso traz uma responsabilidade maior ao escrever...

Então, sempre acho mais difícil ler livros nacionais... e fico muito satisfeita quando ao longo da leitura começo a pensar no que eu vou contar para vocês, porque isso significa que estou gostando da leitura... e isso aconteceu várias vezes nesse livro...

Bem, se fosse para compará-lo a outros mais famosos... eu diria que ele é uma mistura de "O Senhor dos Anéis" e "Avatar: A lenda de Aang" (apesar desse segundo não ser livro)... e apesar dessas claras influências de peso, a obra é de uma simplicidade encantadora...

A história se passa numa terra e tempo desconhecidos, mas parte do princípio que aquilo sempre existiu... uma terra onde homens e seres mágicos conviviam de forma harmoniosa até a ganância dos homens forçar os seres mágicos a viverem reclusos e/ou disfarçados...

Com o desaparecimento dos seres mágicos, alguns humanos passaram a nascer portando dons... esses eram conhecidos como elementais e cada um possuia a habilidade de manipular um elemento...

Os anos passaram e surgiu, dentre os elementais um homem ganancioso, capaz das maiores atrocidades para obter maior poder e força... esse homem se transformou em rei de Galahar e passou a perseguir toda e qualquer pessoa que o desafiasse ou que pudesse se tornar uma ameaça...

Elementais passaram a ser perseguidos e mortos, nessa perseguição qualquer homem, mulher ou criança eram massacrados se ficassem no caminho... aldeias inteiras foram destruídas... e não parecia haver ninguém capaz de pará-lo...

Lenora acaba de completar 18 anos e sabe que é diferente dos demais... desde muito nova sabe que é uma elemental, mas nunca revelou isso a seu tio, nem ao seu primo, por mais que os ame... afinal, ela sabe que foi graças ao seu dom que sua mãe foi morta...

Ao completar 18 anos, o tio entrega uma caixa deixada pela sua mãe, e a partir disso ela sente que algo de errado está para acontecer...

O presente é o Coração de Salatiel, um colar mágico forjado pelo ser mágico mais poderoso que já existiu, e assim que o toca forças malignas são enviadas para perseguir Lenora e seus familiares...

Desesperada, ela precisa fugir e buscar ajuda e assim começa a jornada dessa jovem... que irá lutar com coisas maiores do que pode imaginar...

O livro foi uma boa surpresa, gostei bastante do enredo e do desenvolvimento... também encontrei vários erros de revisão, concordância... nada que prejudicou a leitura, mas é aí que vemos o quanto é difícil ser um autor nacional e desconhecido, pois muitos desses erros e falhas teriam sido facilmente corrigidos com um trabalho melhor da editora...

Dois pontos, a meu ver, também poderiam ser melhor trabalhados... o primeiro é a personalidade da protagonista, no inicío temos mais contato com ela e isso torna a leitura fascinante... mas ao longo da história e principalmente com a inserção de outros personagens, achei que ela ficou apagada... esperava uma personagem mais forte devido a toda dor do seu passado e com um sentido de vingança maior do que foi narrado... e o outro ponto foi o romance... eu sou uma romântica incorrigível e procuro romance até lendo bula de remédio... e apesar de entender que o foco do livro não era o romance, fiquei um pouco decepcionada com a forma corriqueira que ele foi abordado... acho que teria sido mais legal se a autora tivesse explorado mais esse lado...

No geral esse é um livro de aventura que, apesar dos pontos negativos que citei, te prende de uma maneira que é impossível largar antes de terminá-lo...

Outros pontos que acho que vale a pena citar é que a capa é linda... daquelas que conseguem reunir vários elementos da história só com imagens... e que o livro que chegou as minhas mãos já é uma segunda revisão... li várias críticas negativas sobre a revisão desse livro, mas no meu exemplar esses erros (apesar de ainda existirem alguns) não são gritantes...

Por esse ser o primeiro livro publicado da autora, eu achei ele muito bom, acho que com o tempo e com críticas construtivas ela vá amadurecendo sua escrita e isso me deixa bastante orgulhosa dos nossos escritores, pois cada dia mais me surpreendo com os talentos nacionais... até pouco tempo atrás, eu (assim como muitos leitores) torcia o nariz quando ouvia falar em um livro nacional... e hoje já li obras maravilhosas e indico vários sem medo de errar para amigos e familiares...

A meu ver, o que falta para esse pessoal deslanchar é um maior investimento de editoras de peso, que vão dar apoio e infraestrutura a esses autores e assim, quem sabe, não teremos críticas negativas a fazer sobre bons materiais...

Mas para isso, também é necessário um amadurecimento do mercado editorial brasileiro que parece ainda estar engatinhando... bem, mas esse é um assunto para outro post, né??

O livro pode ser comprado (por R$ 34,90) em:

Formato Eletrônico (por R$ 4,99)

E a autora pode ser encontrada no seu blog ou twitter.

6 comentários:

Deixe seu comentário