[Wook] Um Estranho Nos Meus Braços - Lisa Kleypas

"Lady Hawksworth, o seu marido não está morto…"
Lara não podia acreditar no que estava a ouvir. O seu marido, desaparecido há um ano num naufrágio, com quem tinha vivido um casamento infeliz e desprovido de amor estava vivo e iria voltar para casa. Como era possível? Lara não conseguiu controlar a emoção quando reencontrou Hunter. O homem frio e cruel que lhe atormentou a vida e só lhe deu dor, vergonha e humilhação no leito matrimonial. Agora estava ali. Mais magro, com a pele mais escura, mais velho… mas sem dúvida que era Hunter. Aquele homem conhecia segredos que só o marido podia saber, tinha a sua fotografia guardada numa pequena caixa , a mesma que ela lhe dera há três anos quando Hunter partira para a Índia . Mas, ao mesmo tempo, era um homem assustadoramente diferente. Mais meigo, atencioso aos seus caprichos, decidido a reconquistar o seu amor, a fazê-la sentir-se uma mulher desejada e a esquecer as memórias tristes do passado. Mas será aquele homem realmente o seu marido ou um impostor em cujos braços Lara se entrega em busca da felicidade ?
Cada vez mais eu tenho a certeza de que vale a pena importar livros de Portugal ou ler livros em inglês (para aqueles que tem mais habilidade do que eu)... quando termino de ler um livro lindo, romântico, sensual e que não foi mutilado, fico pensando em como as editoras brasileiras fazem as suas escolhas para publicações... porque para mim está claro que estamos com uma grande lacuna no quesito romance...

O livro narra a história de Hunter e Larissa (Lara para os mais próximos)... Hunter era um conde, libertino, irresponsável, apaixonado por uma mulher mais velha e que precisava de um herdeiro, decidiu se casar com Lara e manter a mulher que amava como amante.

O casamento arranjado foi um desastre, Lara não conseguia engravidar, Hunter mantinha uma relação bastante pública com a amante (o que me fez lembrar de um certo príncipe dos dias atuais) e quando começou a se cansar da vida de casado, decidiu ir para a India... gozar dos prazeres exóticos daquele lugar e foi isso o que fez durante dois anos... no retorno a Inglaterra seu barco naufragou e ele foi dado como morto...

Lara, que até então era condessa, ficou muito feliz com a partida do marido, pois detestava ter de cumprir com suas "obrigações conjugais" e agora era livre para fazer o que bem entendesse... quando soube da morte do marido, ela não foi capaz de lamentar sua perda, porque não o suportava...

Um ano se passou e um tio de Hunter assumiu todas as  propriedades, riquezas e títulos, Larissa passou a viver de favor numa casa que havia sido destruída por um incêndio, mas não reclamava da vida... preferia isso a ser condessa ao lado de Hunter, se dedicou a causas sociais e seu maior prazer era ajudar no orfanato...

Mas uma notícia muda seus planos... Hunter está de volta, aparentemente sobreviveu ao naufrágio e está disposto a reconquistar tudo o que é seu... inclusive sua mulher...

Hunter volta mais magro, mais moreno, mais carinhoso e gentil... Larissa por várias vezes duvida que ele possa realmente ser seu marido, tamanha é a diferença que se operou em Hunter nos últimos tempos, mas ele tem conhecimento de coisas que só o próprio Hunter saberia, então ele deve ser realmente seu marido...

Agora ele está disposto a reconquistá-la, não quer saber de mais nenhuma mulher que não seja ela e faz de tudo para cortejá-la...

O livro é bastante sensual, Hunter quer realmente reconquistar a esposa e faz de tudo por ela... já Lara tem uma enorme aversão só de imaginar ter que dormir novamente com ele e faz tudo para dificultar as coisas...

Um livro muito bonito, me apaixonei pelo Hunter e foi impossível não torcer pela felicidade do casal... é difícil descrever o quanto esse personagem é sensual e apaixonante... e ficamos o livro todo com a pulga atrás da orelha, será que ele é realmente o Hunter ou será um impostor? Mas como explicar a semelhança física e o conhecimento? Só temos a certeza de que ele está escondendo alguma coisa...

Outra coisa que gostei bastante é que o livro foi bem fiel as dificuldades que existiam na época e deixa isso bem claro... a situação precária das mulheres que eram apenas uma propriedade do marido e este poderia fazer dela o que quisesse, inclusive espancá-la... a perda da posição devido a morte do marido, se eles não tivessem herdeiros... a situação dos orfãos no país e a forma como eram repelidos pela sociedade mesmo quando adotados...

Enfim, pelo tamanho do post acho que dá para ter uma impressão do quanto eu gostei do livro... comprei porque estava bem baratinho, cerca de 5 euros e nem dava nada por ele, mas foi uma ótima aquisição... 

10 comentários:

Deixe seu comentário