Viva para contar - Lisa Gardner

Em uma noite quente de verão, em um bairro de classe média de Boston, um crime inimaginável foi cometido: quatro membros da mesma família foram brutalmente assassinados. O pai — e possível suspeito — agora está internado na UTI de um hospital, entre a vida e a morte. Seria um caso de assassinato seguido por tentativa de suicídio? Ou algo pior? D. D. Warren, investigadora veterana do departamento de polícia, tem certeza de uma coisa: há mais elementos neste caso do que indica o exame preliminar.
Danielle Burton é uma sobrevivente, uma enfermeira dedicada cujo propósito na vida é ajudar crianças internadas na ala psiquiátrica de um hospital. Mas ela ainda é assombrada por uma tragédia familiar que destruiu sua vida no passado. Quase 25 anos depois do ocorrido, quando D. D. Warren e seu parceiro aparecem no hospital, Danielle imediatamente percebe: vai acontecer tudo de novo. Victoria Oliver, uma dedicada mãe de família, tem dificuldades para lembrar exatamente o que é ter uma vida normal. Mas fará qualquer coisa para garantir que seu filho consiga ter uma infância tranquila. Ela o amará, independentemente do que aconteça. Irá protegê-lo e lhe dar carinho. Mesmo que a ameaça venha de dentro da sua própria casa.
O livro é o quarto da série Det. D.D. Warren e é uma pena que os outros ainda não tenham sido publicados no Brasil, pois fiquei doida com esse livro... o fato de ser o quarto não atrapalha em nada o entendimento da história que se divide entre três personagens chaves: A primeira é a própria detetive, a segunda é Danielle uma jovem que foi a única sobrevivente de uma tragédia na sua família e Victória uma jovem mãe que não sabe mais como controlar seu filho...

Classifiquei o livro como policial, mas sinceramente, para mim ele está mais no gênero terror... e eu só tenho dois conselhos a dar: 
Primeiro: Leiam o livro urgentemente...  
Segundo: Comecem a ler em um horário que permita várias horas ininterruptas de leitura, porque você não vai mais querer parar...

Achei o livro assustador, perturbador... traz a tona muitas coisas que me dão muito medo... casos onde um pai extermina toda a família em momentos de desespero, crianças molestadas por familiares e crianças que sofrem de doenças mentais sérias... por doenças mentais, não estou me referindo a autismo ou a algum retardo de desenvolvimento, mas sim de crianças capazes de matar animais, irmãos, pais... crianças capazes de machucar e de sentir prazer com isso, crianças que se automutilam ou que parecem tomadas por algo fora da nossa compreensão...

A forma como a autora conduz tudo é brilhante, dando dicas que a gente (no caso eu) nem percebe a primeira vista, mas que depois consegue ir ligando todos os pontos... tudo isso sem perder o mistério e o terror...

Eu que sou muito medrosa fiquei apavorada com algumas situações citadas, principalmente quando se leva em conta que há casos verídicos fora da literatura...

A editora disponibilizou o primeiro capítulo, mas foi só quando terminei o terceiro capítulo que percebi como esse livro era bom... estava aterrorizada e completamente fisgada... sem dúvida merece ir para a lista das minhas melhores leituras de 2012... 

Série Det. D.D. Warren:
– Alone
– Hide
– The Neighbor
Viva para Contar (Live To Tell)
– Love You More
– The 7th Month
– Cath Me


12 comentários:

Deixe seu comentário