Belle - Lesley Pearse


Londres, 1910.

Belle, de 15 anos, viveu em um bordel em Seven Dials por toda sua vida, sem saber o que acontecia nos quartos do andar de cima. Mas sua inocência é estilhaçada quando vê o assassinato de uma das garotas e, depois, pega das ruas pelo assassino para ser vendida em Paris.
Sem poder ser dona de seu próprio destino, Belle é forçada a cruzar o mundo até a sensual Nova Orleans onde ela atinge a maioridade e aprende a aproveitar a vida como cortesã. A saudade de casa — e o conhecimento de que seu status como garota de ouro não durará muito — a leva a sair de sua gaiola de ouro.
Mas Belle percebe que escapar é mais difícil do que imaginou, pois sua vida inclui homens desesperados que imploram por sua atenção. Espirituosa e cheia de desenvoltura, ela tem uma longa e perigosa jornada pela frente.
A coragem será suficiente para sustentá-la? Ela poderá voltar para sua família e amigos e encontrar uma chance para a felicidade?
Gosto muito de livros históricos e esse livro me surpreendeu bastante pois traz à tona um assunto que eu nunca tinha parado para pensar com maior seriedade: O tráfico de mulheres...

Ainda hoje vemos algumas reportagens sobre o assunto e talvez por isso estar "aparentemente" tão longe da minha realidade, nunca dei muita atenção... mas nesse livro a autora explora bastante essa situação e a situa no início de 1910... em uma Inglaterra cheia de problemas sociais e pessoas que levavam uma vida muito difícil...

O livro é forte e não recomendo para menores... há cenas que nos revoltam e nos enojam... e a personagem principal sofre tanto em determinados momentos que eu me vi obrigada a ler a última folha para saber se ao menos no final ela encontraria a felicidade...

Belle é uma jovem linda, que não faz idéia de que é filha da dona de um bordel, mas a realidade a atinge em cheio quando ela presencia a morte de uma das "meninas" da casa... sua vida muda drásticamente quando ela é raptada pelo assassino e vendida para a prostituição...

Ao longo do livro a personagem vai aceitando sua situação, é mandada para a França e depois vendida para Nova Orleans... passa por coisas terríveis, perde a inocência, mas não perde a doçura... a jovem passa de menina a mulher em pouco tempo...

E ao longo de sua jornada vai conhecendo pessoas boas, más e terrivelmente cruéis... depois também passei a entender melhor porque muitas pessoas continuavam na prostituição como forma de se sustentar e conhecemos o lado mais hipócrita da sociedade...

Há personagens doces que são impossíveis de esquecer, como a Mog, a mulher que criou Belle como se fosse sua própria filha, Jimmy, o rapaz que é completamente apaixonado por Belle e que nunca desistiu de encontrá-la, Noah, um jornalista que faz de tudo para encontrar Belle... e porque não o Etienne, o jovem responsável por levá-la vendida para Nova Orleans...

Um livro cheio de surpresas, que é impossível ler e continuar da mesma forma... um livro forte, mas tão cheio de amor e doçura que emociona...

Ah, e o final faz valer a pena a leitura!!

0 comentários:

Deixe seu comentário