Agora e Sempre - Judith McNaught

Inglaterra, século XIX.

Em 1815, órfã e sozinha, a jovem americana Victoria Seaton atravessou o vasto oceano com destino à Inglaterra. Determinada a assumir a herança perdida havia tanto tempo, surpreendeu-se diante da suntuosa propriedade de seu primo distante, o mal-afamado lorde Jason Fielding.

Disputado pelas mais belas mulheres da alta sociedade, solteiras ou casadas, Jason era um mistério para Victoria. Confusa por sua postura arrogante e, ainda assim, atraída por seu arrasador poder de sedução, ela vislumbrou dolorosas lembranças nos profundos olhos verdes de Jason.

Quando ele, incapaz de resistir ao charme e ousadia de Victoria, tomou-a nos braços e a beijou com paixão, ela foi envolvida em um redemoinho de sensações desconhecidas e profundamente perturbadoras...
É engraçado como cada leitura nos toca de maneira diferente, quando li esse livro pela primeira vez achei o Jason muito frio, até bruto em alguns momentos... já hoje eu o acho encantador, apaixonado e fragilizado... creio que da primeira vez eu vi apenas o exterior, o que ele queria que as pessoas vissem e agora enxerguei melhor o que a autora queria mostrar... Sei que parece confuso, mas é a única maneira que eu vejo de expressar a diferença que senti...

Jason já foi casado com uma mulher que o traía constantemente, ele parecia não ligar, seu grande amor ia todo para o filho... até que um dia a mulher decidiu fugir com o amante e levar o pequeno Jamie afim de pedir um resgate, no entanto, o barco afundou e não houve sobreviventes. Desde então, Jason se fechou...

Já a mocinha, Victória, foi criada com todo carinho por pais amorosos  e era apaixonada pelo vizinho... pouco antes de completar 18 anos, seus pais morrem de forma trágica e ela e a irmã são enviadas para Londres para viver com os únicos parentes vivos.

Dorothy vai viver com a avó e Victória irá para a casa de Charlie Fielding, e este já anuncia o noivado dela com Jason, que por sinal é seu filho bastardo... desde que chega a casa, Victória põe tudo de pernas para o ar, afinal o que se espera de uma americana que não entende as rígidas regras da sociedade londrina? A moça também começa a derreter a muralha de gelo que existe ao redor do coração de Jason...

Bem, o livro é apaixonante... estou bastante feliz por ter em minhas mãos esse livro pois é um dos que eu mais queria e não tinha esperanças de o conseguir, só agora com essas republicações da Record com selo da Bestbolso é que isso foi possível, mais uma vez lamento que um livro tão lindo seja publicado nesse formato...

Foi nesse livro que eu aprendi a ordem dos títulos de nobreza, vocês hão de convir comigo que essa é uma informação muito importante (risos), e também aprendi as formas de tratamento... outra informação valiosíssima...

Espero que outros livros da autora sejam publicados, pois ainda tenho vários na minha lista de desejados e considero a Judith McNaught uma das melhores escritoras de romances históricos, seus livros são descritivos sem cair na monotonia, seus mocinhos são personagens um tanto cínicos, frios e libertinos, mas quando se apaixonam não existe homem melhor... e suas mocinhas são fortes, independentes e não tem medo de enfrentar quem quer que seja...

Como vocês deve ter percebido, eu amo seus livros e recomendo todos...

Ah, esse livro é o prêmio para o ganhador do Concurso das Capas que vai até hoje... corram que ainda dá tempo de participar!!
Photobucket

0 comentários:

Deixe seu comentário