As cinco protagonistas mais chatas - Débora Lauton

Ontem a Mikaela fez um post sobre quais as protagonistas mais chatas na opinião dela e me perguntou quais as minhas... não resisti a pergunta e vim também contar para vocês quais são elas:

Isabella Swan - Série Crepúsculo, de Stephenie Meyer

Que me perdoem os fãs da série, mas a Bella é sem sombra alguma de dúvida a personagem mais chata da literatura que eu suportei, uma garota sem graça que após se mudar para a cidade de Forks acaba se envolvendo com o vampiro Edward Cullen e também despertando o interesse de Jacob, uma espécie de lobisomen, juntos eles vivem uma espécie de triângulo amoroso e o resto da história todo mundo já sabe, né?
O problema é que Bella é muito sem sal e sem açucar, não acrescenta nada a história e fica de mimimi a maior parte dos livros, simplesmente não é possível entender o que a garota tem para conquistar os dois, a escrita da autora também não é das melhores, mas se a personagem fosse melhor, eu não teria tanta birra da série... como desgraça pouca é bobagem, a personagem foi interpretada no cinema pela também sem graça, Kristen Stewart, que infelizmente também não consegue passar nenhum carisma... 
Nossa, vou levar pedrada depois desse post (risos)...

Nora Grey - Série Sussurro da Becca Fitzpatrick

Acho que já deu para perceber que eu não tenho a menor paciência com mimimi de adolescente, né? Eu mesma já fui uma adolescente pentelha e cheia de dramas, mas ver isso nas páginas de um livro cansa... o mundo está se acabando e elas só pensam que não são boas o bastante para o mocinho (ok, isso geralmente é verdade... não sei como o gato do Pacth suporta a chata).
Nora Grey é uma adolescente que vive em uma cidade pequena e tem sua vida mudada quando conhece Patch, um anjo com o maior jeito de bad boy,  também tem uma amiga daquelas que era melhor não ter (a Vee e a Lily de  "O diário de uma princesa", já são fortes candidatas a lista de piores amigas da literatura).
A série só se salva graças ao Pacth...

Thizi - Garota Replay da Tammy Luciano

Há também aquele tipo de personagem que é tão superficial que é impossível gostar deles, esse foi meu caso com a Thizi... a garota fica o livro inteiro só falando em como sua cópia é linda, rica, se veste bem... ela é mimada, bem filhinha de papai e essa vida está tão longe da minha realidade, que eu por muito pouco não parei de ler o livro (ok, eu parei, mas depois voltei), no final muita coisa se esclarece, dá até para entender muitas atitudes, mas gostar da personagem é difícil... é mais um: "Ah, tá... então foi por isso!".
A idéia do livro é ótima, mas o mistério demora tanto a se desenrolar que um leitor menos persistente pode desistir do livro antes, graças a personagem mimada.

Bridget Jones - O diário de Bridget Jones da Helen Fielding

Esse livro é uma das poucas exceções onde eu prefiro o filme ao livro original e também é um dos poucos livros que eu abandonei a leitura.
No filme a personagem é tão cômica que chega a dar dó, e é interpretada brilhantemente pela Renné Zellweger, mas no livro, por ser narrado em forma de um diário, achei a personagem muito cansativa...
Eu tenho bastante dificuldade em acompanhar livros que se desenvolvem como diários, a visão da história fica muito limitada e isso me incomoda, se a personagem é daquelas que só se metem em enrrascadas e que não fazem nada para mudar sua vida (nesse caso seu peso), vou ficando cansada e nesse livro acabei por desistir... mas recomendo sempre o filme que é lindo , quer dizer, é ótimo... porque lindo mesmo é o Collin Firth.

Marianne Dashwood - Razão e Sensibilidade de Jane Austen

Achei muito curioso que uma das personagens mais chatas, na opinião da Mika, seja Emma da Jane Austen, pois eu também acho uma das suas personagens insuportáveis, mas até gosto da Emma... a que eu tenho bronca é a Marianne Dashwood.
Entendo que a crítica está sempre presente nos livros da querida Jane e adoro suas visões de como era a vida naqueles tempos, mas Marianne é egoísta ao extremo, a todo momento se coloca em primeiro lugar.
A vida das irmãs Dashwood sofrem um revés, quando o pai morre a toda a propriedade é herdada por um parente distante... empobrecidas elas e a mãe vão morar em uma casa simples, é quando Marianne conhece um jovem e se apaixona, mas ele acaba a trocando para se casar com uma moça de mais posses... 
Esse é o livro que eu menos gosto da autora, e percebo que ela quis mostrar realmente o contraste entre as irmãs (desde o título), mas nem assim consigo engolir a personagem, que aliás foi muito bem interpretada pela Kate Winslet em 1995.


Bem, essas são as minhas protagonistas mais chatas... e a de vocês??


Photobucket

0 comentários:

Deixe seu comentário