Cinquenta Tons Mais Escuros - E. L. James


Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua nova carreira, numa editora de livros. Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida.




Depois da leitura do primeiro livro da série e da minha tentativa de escrever uma resenha o mais neutra possível, eu estava com muitas dúvidas se deveria ler esse livro agora (afinal muito tem se falado à respeito dessa série e o primeiro livro não havia me tocado de forma mais profunda), peguei ele na livraria e fiquei pensando, até que chegou uma moça que trabalha lá e me falou que havia gostado mais desse... que a Ana estaria mais atrevida e que o Christian Grey estaria mais fofo... claro que não resisti e comprei!!

Concordo com a minha vendedora, Ana começa a deixar a Bella para trás e está bastante atrevida, com boas tiradas e a deusa interior (que no livro passado era uma personagem secundária irritante) finalmente calou a boca... eu fiquei de saco cheio dela no livro passado, mas nesse ela se comportou, só dançou um pouquinho e fez alguns saltos olímpicos...

Gostei muito mais desse livro do que do anterior, perdi todas as minhas ilusões de aprender algo sobre BDSM pois o Sr. Grey nesse livro está totalmente baunilha, fofo, sexy, lindo, apaixonado, ciumento, encantador, travesso, obsessivo e controlador... já falei que ele está lindo e sexy?? (risos)

A escrita continua não sendo nenhuma obra prima da literatura, mas cumpre com seu propósito de divertir... algumas exageradas aqui, outras derrapadas ali... mas esse livro tem um elemento que torna a leitura mais interessante... uma ex-submissa completamente doida começa a perseguir Christian e Ana, se não bastasse toda essa emoção, enfim conhecemos a Mrs. Robinson e adorei odiá-la por tudo o que houve com o Christian... Ana dá umas bambeadas nessa parte, não suporta nem olhar para a mulher, achei meio infantil, mas a bagagem do Christian é realmente bastante pesada.

Ana ainda tem umas recaídas e fica pensando se é boa o suficiente para Grey e isso irrita bastante... no final do livro passado os dois acabam se afastanto, Ana sofre, para de comer, emagrece... tudo isso em (pasmem) 5 dias de separação... achei essa parte meio forçada, né?? Até eu fiquei com vontade de bater na Ana... primeiro ela pede para ele bater nela com vontade, não usa a palavra de segurança e depois sai correndo assustada acusando ele de ter batido nela?? Faça-me o favor!! Cresça garota!! Se não sabe brincar, não desce pro play!!!

Bem, mas depois de 5 longos, intermináveis, cansativos e sofridos dias eles voltam... e por causa da perseguição da Leila (a tal ex-submissa), Grey não desgruda nenhum pouquinho de Ana. Ficamos sabendo mais coisas sobre o passado do Grey e como era seus relacionamentos com as submissas... nesses pontos até eu me mordi de ciúmes, imaginem a Ana...

O que não gostei nenhum pouquinho é de como a autora pinta os praticantes de BDSM, como se fossem pessoas imorais e pertencessem "ao lado negro da força"... em muitos momentos Ana fala que agora o Christian está mudado que agora ele veio para luz... isso me pareceu mais papo de seita religiosa... não gosto desse tipo de crítica, não sou adepta dessa prática, mas acho que respeito é bom e todo mundo gosta... BDSM é uma preferência sexual, praticada entre adultos e consensualmente, não acredito que exista o certo e o errado, o lado negro ou lado de luz... há meu ver isso é caretice no mais alto grau!! #prontofalei

Tirando isso gostei bem mais desse livro, Grey é totalmente carismático e faz com que a gente se derreta... também tem mais ação, as cenas de sexo continuam bastante presentes, confesso que teve horas que fiquei pensando em como a Ana não assava(risos)... e eu não sei vocês, mas eu me senti uma ET lendo esse livro, fiquei pensando se todo mundo faz tanto sexo assim na vida e só eu estou aqui chupando o dedo (dependendo da resposta de vocês vou ter uma conversa seríssima com o marido)...

Como já havia falado na resenha anterior, acho que esse é o tipo de livro para se ler de mente aberta, sem se deixar influenciar por outros e sim, tirar nossas próprias conclusões...

Eu, particularmente, acho que é divertido e vale a leitura...

Livros da série:
- Cinquenta Tons de Cinza
- Cinquenta Tons Mais Escuros
- Cinquenta Tons de Liberdade
Photobucket




Pode ser comprado em:
FNAC - R$ 26,90
Saraiva - R$ 29,90
Submarino - R$ 29,90
Buscapé
*valores praticados na data de publicação deste post

0 comentários:

Deixe seu comentário