A Vez da minha Vida – Cecelia Ahern

Certo dia, quando Lucy Silchester volta do trabalho, há um envelope de ouro no tapete. E um convite dentro dele para se encontrar com a Vida. Sua vida. Pode soar peculiar, mas Lucy leu sobre isso em uma revista. De qualquer forma, ela não pode ir ao encontro: está muito ocupada desprezando seu emprego, fugindo de seus amigos e evitando sua família. Mas a vida de Lucy não é o que parece. Algumas das escolhas que fez — e histórias que contou — também não são o que parecem. Desde o momento em que ela conhece o homem que se apresenta como sua vida, suas meias-verdades são reveladas totalmente — a não ser que ela aprenda a dizer a verdade sobre o que realmente importa. Lucy Silchester tem um compromisso com sua vida — e ela terá de cumpri-lo.

Fiquei completamente perdida no momento de classificar esse livro... ela fala sobre a vida de uma jovem de 30 anos, que está com a vida de pernas para o ar, mas não é um chick-lit... faz a gente refletir sobre como tem se relacionado com a nossa vida e repensar algumas atitudes, mas não é auto-ajuda...

Vou começar pela autora... caso você não conheça, foi ela que escreveu P.S. Eu te amo e o começo desse livro é tão morno que se não fosse pela autora eu teria ficado desmotivada a continuar a ler...

Ele começa narrando a vida de Lucy Silchester, uma mulher de quase 30 anos, que trabalha em um lugar que detesta, foi largada pelo namorado há 2 anos e pouco e ainda é apaixonada por ele... sua situação é patética, até que sua vida decide que não pode mais ficar assim e marca uma reunião com ela...

Isso mesmo, a vida de Lucy marca uma reunião... Lucy prorroga esse encontro ao máximo e quando não dá mais... descobre que sua vida é uma pessoa muito feia, mal arrumada, com mãos suadas e mau hálito... urgh!!

No começo a reação de Lucy é a negação... com o tempo ela começa a perceber que suas ações se refletem em sua Vida e o que é mais bizarro, os dois começam a se tornar amigos...

Falando assim é muito confuso de explicar a história desse livro... A Vida de Lucy é uma pessoa, mas as atitudes dele refletem na aparência da Vida... conforme ela vai ajeitando as coisas, se aceitando, parando de mentir... Vida vai ficando com melhor aparência, melhor disposta...

Lucy é uma mentirosa de carteirinha, construiu uma mentira em cima da outra e agora precisa contar mais mentiras para sustentar tudo o que construiu e um dos primeiros objetivos de Vida é fazer com que ela pare de mentir...

Conforme o livro vai se desenrolando o leitor também começa a refletir como tem tratado a sua própria vida... e juro que eu fiquei com uma inveja da Lucy... quem dera a minha vida quisesse conversar comigo... seria muito bom ter com quem dividir certas dúvidas, traumas e questões que não temos coragem de contar nem para os melhores amigos, maridos e pais...

Com ajuda da sua Vida, Lucy começa a repensar suas ações e a melhorar como pessoa...

Mas o livro tem romance? Tem, sim senhor... mas ele é totalmente secundário aqui... o foco mesmo é a Vida de Lucy... suas escolhas e ela se colocando em primeiro lugar em sua própria vida...

O livro é lento, pode não agradar aquelas pessoas que não tem paciência para ler com calma, que querem ação a cada página... mas eu gostei muito e ainda comecei a repensar minha relação com a minha vida, até tomei algumas atitudes que outro dia volto para contar para vocês...

Não esperem uma história hiper engraçada, nem um romance açucarado... o que vocês vão ver nesse livro é uma história de superação e reencontro.

Photobucket

1 comentários:

  1. Já li algumas resenhas sobre esse livro e desde da capa,sinopse,título enfim tudo me interessou nesse livro espero lê-lo logo.

    ResponderExcluir