Dália Azul - Trilogia das Flores - Nora Roberts

Stella Rothchild tem compulsão por planejar tudo em sua vida, o que, segundo ela própria, a mantém longe de imprevistos. Quando se apaixona perdidamente, o leitor verá a luta dela para evitar ir contra tudo que sempre defendeu. O livro começa com a morte repentina do marido da protagonista e sua mudança, com os dois filhos, de Michigan para Memphis. Ela vai morar na misteriosa Harper House onde trabalhará como responsável pelo famoso e enorme viveiro de plantas. Na mansão centenária, mora a severa Roz Harper e também a assombração da Noiva Harper, que anda pelos corredores cantando canções de ninar. Depois de um período de luto, Stella reencontra a felicidade em sua nova casa e seu trabalho, e descobre em Roz uma ótima amiga. Quem também fará parte de sua vida é o designer Logan Kitridge, que ela odeia no primeiro momento, pois é a sua antítese: vive no caos, é impulsivo e não planeja o futuro. Com o tempo, a tensão torna-se admiração e amor. O único problema: a Noiva Harper não suporta a felicidade alheia. Dália Azul traz um mistério bem-elaborado, aliado a personagens que agradarão demais os leitores. Ao longo da trama, apenas pequenos detalhes da Noiva Harper são divulgados, deixando a história ainda mais instigante.
Esse é o primeiro livro da Trilogia das Flores e eu sempre prefiro as trilogias da autora aos seus livros individuais e com essa não poderia ser diferente, logo no começo eu já me apaixonei e percebi que essa será uma das minhas preferidas...

O livro fala da vida de três mulheres batalhadoras, que encontram nas outras força e conselhos para viver... Cada mulher está em uma etapa da vida, temos a Rosalind que já é uma senhora, ficou viúva cedo e terminou de criar os filhos sozinha... Stella é uma jovem que acabou de ficar viúva e ainda tem dois filhos para criar... e Hayley é uma garota que se descobriu grávida e sozinha, mas decidiu levar a gravidez adiante. 

A história começa com a notícia da morte do marido de Stella, é uma passagem bem emocionante e triste... logo a história dá um salto no tempo e mostra Stella já reestruturando sua vida, tentando criar os filhos da melhor maneira possível e para isso ela vai em busca de um novo emprego na cidade onde vive seu pai...

Rosalind é a proprietária de uma empresa de jardinagem e floricultura e contrata Stella para gerenciar o local, para isso ela também precisa morar na casa da patroa e conviver com um fantasma bastante conhecido... A Noiva Harper é uma fantasma apegada a crianças, que canta músicas de ninar durante a madrugada...

Os filhos de Stella são dois encantos e responsáveis pelos diálogos mais engraçados do livro... como não poderia faltar um romance no livro da Nora, Stella logo se desentende com o paisagista e faíscas aparecem quando os dois se encontram.

Logan é o oposto de Stella e como dizem que os opostos se atraem, os dois logo acabam se envolvendo, o que provoca a ira da fantasma da casa...

Todo o enredo é bem construído, a ligação entre as três mulheres é fortalecida a cada página e apesar desse livro ser dedicado a Stella, as outras personagens tem bastante destaque e suas histórias já são delineadas para os próximos livros...

O romance é bem quente e creio que tem o espaço adequado dentro da história, bem como o mistério da fantasma...

Sou a maior assassina de plantas de conheço e a autora descreve o ambiente da floricultura e paisagismo de uma forma tão marcante que saí com vontade de fazer um jardim em casa... juro que até fiz o desenho do lugar ideal, será que consigo?? 

Adoro como nossas leituras podem influenciar nossas vidas!!

Trilogia das flores
  1. Dália Azul 
  2. Rosa negra
  3. Red Lily - Ainda não publicado no Brasil


Photobucket

0 comentários:

Deixe seu comentário