Anna e o Beijo Francês - Stephanie Perkins

Resenha da Mikaela

Depois que li Lola e o Garoto da Casa ao Lado, tinha que ler Anna e o Beijo Francês, né?

Confesso que nunca tinha lido por achar que fosse um romance muito bobinho...
Mas não é que Stephanie Perkins se mostrou um boa autora mesmo? Anna e o Beijo Francês, da editora Novo Conceito, é daqueles que sobrevive depois das páginas, continua, e você se pergunta como andam os personagens....

Anna é louca por cinema, tem uma melhor amiga e um ficante que toca em uma banda. Mas tudo isso muda, quando seu pai a transfere para um escola de americanos - na verdade, um internato -  em Paris! Lá, totalmente deslocada, ela conhece alguns amigos e... St. Clair. O garoto é bonito, francês com sotaque britânico, inteligente, simpático, e tem o coração de quase todas as meninas da escola, inclusive de Anna, quase que na hora. O problema é que ele tem namorada. Como já não bastasse, ele se torna grande amigo de Anna e passa a mostrar toda a cidade para ela - inclusive os cinemas! - enquanto a relação dos dois passa a ser mais do que amizade.

St.Clair faz e diz coisas verdadeiramente fofas à Anna o livro inteiro e ela fica na eterna dúvida se ele gosta dela. Ela é insegura e tímida, enquanto ele é autoconfiante e alegre. Mas o livro mostra um outro lado de St.Clair, o medo da solidão, o conflito com o pai, o carinho pela mãe... Os personagens principais (inclusive o grupo de amigos John, Meredith e Rashmi, que têm personalidades distintas e são todos legais) sempre mostram um lado menos bobinho do que os livros do gênero. Isso faz você sentir uma sintonia com eles.

Ok, a única coisa que impede a obra de ser totalmente perfeita é o St. Clair não terminar com a namorada na maior parte do livro. Poxa, você quer torcer pelo casal, o cara é tudo de bom, tá na cara que ama a mocinha, mas não é solteiro? Complica, né?? Tá certo que Anna tinha um ficante, mas não é a mesma coisa, dá pra entender melhor durante o decorrer da história.

Mas fora isso, o livro é muito bom. O grupo de Anna e St. Clair é ótimo, dá uma inveja de todos aqueles passeios em Paris (imagina uma cidade em que um garoto rico não usa carro, porque o transporte público funciona bem? Diferente do Brasil, né?), as comidas no café-da-manhã... O que dá raiva são somente essas besteiras de Ensino Médio, com as mesmas pessoas chatas existindo lá também.

A escrita funciona bem, o livro tem mais páginas do que imaginei, então dá pra criar uma empatia muito boa com os personagens - como já falei antes, mas é importante ressaltar as coisas que você acha boas -, além de ser leve também, mas sem ser bobo. Achei a Anna muito melhor protagonista do que a Lola, de Lola e o Garoto da Casa ao Lado, mas acho que há quem prefira a Lola por ela ser diferente. Mas é super recomendado ler esse depois, principalmente pra ver como a história de Anna se desenvolve no Estados Unidos.

Falta Stephanie Perkins publicar mais livros aqui. Seus livros são protagonizados por adolescentes, mas têm momentos de maturidade e personagens com características próprias, além das protagonistas terem algo diferente. Lola tem a moda e os seus figurinos, enquanto Anna tem o cinema e o site de crítica. Recomendadíssimo!!!!!

A coleção de Stephanie Perkins é essa:
- Anna e o Beijo Francês
- Isla and the Happily Ever After (não publicado no Brasil > Andei vendo a sinopse e parece que se trata de dois personagens que frequentam a mesma escola de Anna e aparecem no primeiro livro!)

É possível encontrar o livro com ótimos preços:
- Saraiva - R$ 19,90
- Livraria da Folha - R$ 24,90
- Ponto Frio - R$ 16,90

0 comentários:

Deixe seu comentário