O Cisne - Eleonor R. Hertzog


Ninguém sabe exatamente quais são os critérios de seleção da Escola Avançada de Champ-Bleux, mas não há como discutir sua eficácia. Seus exames de ingresso não erram nunca! Entre milhares de candidatos de todos os pontos da Terra, apenas duzentos e cinquenta são escolhidos a cada semestre. E, num mundo onde ser cientista é o maior status que alguém pode desejar, a Escola Avançada de Champ-Bleux forma aqueles que são disputados a peso de ouro. Doris e Henry Melbourne são cientistas formados por Champ-Bleux. Aparentemente, são biólogos marinhos. Aparentemente, suas vidas se centram no Cisne, barco de pesquisas onde moram com os filhos. E, também aparentemente, são terráqueos...

Seus filhos acreditam em todas essas aparências – ao menos por enquanto. Seguindo os passos dos pais, os jovens Melbourne fizeram os exames de ingresso para Champ-Bleux. Enquanto, cheios de expectativa, aguardam os resultados para saber se ao menos um deles entrou na Escola Avançada, veem-se envolvidos numa questão diplomática entre Terra e Tarilian, o único outro mundo habitado que os terráqueos conhecem. Inesperadamente, o futuro das relações entre os dois mundos vai ser decidido em um barco no meio do oceano!

Mal sabem eles que isso é apenas o começo... Logo precisarão decidir pela Terra inteira! 

Recebi esse livro (e um outro para sortear para vocês) diretamente da autora e confesso que me assustei um pouco com sua ousadia, o livro possui simplesmente 832 páginas e faz parte de uma série...

Eu digo que a autora é ousada porque não é qualquer escritor que conseguiria prender o leitor durante tanto tempo sem deixar a história cair na mesmice... mas é justamente isso que a Eleonor consegue fazer nesse livro... e só me vem a mente a palavra ousadia quando olho para o seu livro, porque ele  compete em número de páginas com grandes nomes da literatura, pelo menos na minha estante, seu livro se equipara apenas ao "Senhor dos Anéis", "As Crônicas de Nárnia", os livros das "Crônicas de Gelo e Fogo"... 

O enredo do livro é bem trabalhado e no começo eu me senti um pouco perdida pois a autora vai aos poucos liberando algumas informações importantes para compreender a trama...

O livro não cita datas, mas com o tempo percebemos que a história se passa em um futuro ainda distante e descobrimos que não estamos mais sós no universo, um outro planeta foi descoberto do outro lado Sol, na mesma órbita da Terra, com as mesmas condições de vida... o nome desse novo planeta é Tarilian... e acordos interplanetários foram feitos entre os dois planetas, inclusive um intercâmbio entre os cientistas dos dois mundos...

Bem, mas nem tudo são flores no futuro... há uma série de conflitos á vista e os protagonistas desse livro estão bem no olho do furacão...

O livro começa mostrando uma família muito unida que mora em um barco de pesquisas, os cientistas Henry e Doris Melbourne possuem vários filhos (Teo, Ted, Tim, Tom, Pam, Lis, Bobby e Peggy - que é filha de criação), e todos fazem uma bagunça danada dentro do barco que se torna pequeno quando Tim resolve infernizar a vida de todos...

Até a metade do livro (+ ou -), o foco é na família Melbourne, alguns eventos ocorrem e eu não entendia muito bem o porquê, mas esse período serve para nos afeiçoarmos aos personagens e apesar de serem muitos, dá para entendermos melhor suas personalidades...

Do meio do livro em diante é que a ação começa e fica cada vez mais difícil largar o livro, Henry e Doris são dois cientistas muito conceituados e famosos, numa época que em que a Terra se orgulha de seus gênios... e levam um susto quando todos os seus filhos (exceto Bobby que ainda é muito novinho), passam nos exames da Escola Avançada de Champ-Bleux... a melhor escola para formar cientistas da Terra, de onde só se pode sair após 10 anos de estudos...

Mas ao longo da trama, vamos verificando que há muito mais segredos do que poderíamos imaginar, ou melhor, não há um só personagem que não guarde segredos e a imaginação da autora corre solta, criando cenários que eu nunca imaginei ser possível... e conforme ela vai os revelando ao longo da história, mais presa eu ficava...

Infelizmente não dá para contar muito, pois tudo seria spoiler, mas na primeira parte fui fisgada pelo Tim, que é um rapaz alegre e de pensamento rápido... na segunda parte, quando conhecemos melhor o Dr. Henry percebemos que Tim é santo em comparação com o pai e daí me apaixonei pelo cientista... com todo respeito, claro, afinal ele é apaixonado pela esposa... mas Henry é um personagem daqueles inesquecíveis...

Meu único pesar é que esse é o primeiro livro de uma série e eu já estou sofrendo, porque PRECISO ler a continuação...

Os personagens secundários também são bem definidos e com personalidades tão claras que de repente você se sente amigo de todo mundo... querendo muito que isso tudo fosse verdade e que além do Sol existissem mesmos Tarilianos...

Esse é mais um exemplo de como nossos autores podem ser tão bons ou até melhores do que os internacionais que são tão divulgados pelas editoras e com certeza recebem bem mais por livro publicado (não dá para deixar de dar uma alfinetada quando lemos um ótimo livro de um autor nacional, né?).

Depois dessa resenha totalmente passional, só posso indicar a leitura... 

Ah, um de vocês terá a oportunidade de receber o livro com um kit fofo e autografado... fiquem de olho que logo o sorteio entrará no ar... e nem preciso falar que comentários nessa resenha valem pontinhos extras, né? ;D


Mais informações no site da autora.


Book Trailer

Gostou? O livro já está a venda na Livraria Saraiva.

Photobucket

0 comentários:

Deixe seu comentário