Luxúria - Eve Berlin

Quando achava que era hora de parar... Ela então pediu por mais... Quando Dylan Ivory, escritora de romances eróticos, recebe o contato de Alec Walker, nem imagina o quanto esse homem pode mexer com seus pensamentos. Conhecido por ser um famoso dominador em relações sadistas e sadomasoquistas, Alec tenta convencer Dylan de que a melhor forma de se aprofundar no assunto - e então escrever um livro o mais próximo possível da realidade - é viver uma experiência como submissa e sentir na pele a sensação desse tipo de relação. Para Dylan, essa proposta será difícil de ser aceita - uma vez que ela é fanática por ter o controle de tudo em sua vida. Embalados por um misto de prazer e apreensão, o casal se vê em uma situação tentadora enquanto evitam entregarem-se ao sentimento que nasce entre eles.
Depois de ler 50 Tons de Cinza e de acompanhar toda a comoção gerada pelo livro e principalmente por não ter achado grandes coisas... não me atirei de cabeça nesses novos livros "eróticos" que estão fazendo a cabeça da mulherada.

No meu "pré conceito", seriam apenas mais do mesmo e por isso preferi concentrar minhas leituras em outros gêneros... quando recebi esse livro na nova parceria do blog com a Editora Leya, agora sob o selo da Quinta Essência, confesso que nem me empolguei muito, já tinha lido algumas resenhas, mas sabe quando a gente ainda tem um pé atrás??

Comecei a ler o livro, que trata a história de duas pessoas céticas em relação a relacionamentos e achei que por isso o enredo seria apenas um fundo para muitas cenas de sexo entre os personagens...

Isso realmente acontece, há muitas e muitas cenas de sexo, mas todas bem trabalhadas, os personagens também são carismáticos e apesar de ter uma linguagem até um pouco mais pesada em alguns momentos, tudo está dentro do contexto, sem cair pra vulgaridade ou mesmice...

O livro me surpreendeu e creio que cumpre perfeitamente o seu papel, afinal um livro erótico precisa excitar o leitor, não é mesmo? 

E eu pelo menos fiquei bem excitada impressionada com o personagem Alec Walker (até o nome dele achei sexy), que tem lindos olhos azuis, corpo de um jogador de futebol americano, cabelos pretos, cavanhaque e um sorriso maldoso... ah, quem pode resistir??

A Dylan também não é feia, mas não preciso descrevê-la detalhadamente, né?
A história começa com a personagem que é uma autora de livros eróticos indo fazer uma entrevista com um dominador, pois seu próximo livro abordará justamente o BDSM... mas Alec não quer apenas falar sobre o assunto, ele propõe mostrar... e assim começa o envolvimento dos dois...

Uma coisa que achei interessante é que ele a leva para um clube onde se pratica o sado/masoquismo... achei estranho, mas também fiquei curiosa sobre o assunto...

Para aquelas que ainda estão um pouco receosas quando ao BDSM, garanto que o livro é bem leve nesse assunto, em sua maioria só rola mesmo uns bons tapas no bumbum (gente, muita vergonha em escrever essa resenha!!!!kkkk), nada que assuste as mais puritanas e que pode decepcionar aquelas que buscam coisas mais "punks"... eu gostei, pra mim foi o ponto ideal de despertar o interesse sem causar nenhuma repulsa.

Já estou curiosa para ler o segundo e o terceiro (esse inclusive a Mika já está lendo e em breve teremos resenha)... os livros podem ser lidos fora de ordem pois cada um aborda a história de um casal, mas é claro que as histórias se completam, um personagem ou outro aparece em mais de um livro...

Trilogia:
- Luxúria
- No limiar do desejo
- Tentação

Photobucket

0 comentários:

Deixe seu comentário