Aposta Indecente - Mathilda Wright

Paris, 1854. Um dos homens mais ricos da França, o marquês de Villeclaire tem uma vida luxuosa e despreocupada, onde não falta nada que o dinheiro e a sua posição social possam pagar. Mulheres, jogo, festas, caçadas, palácios… Mas uma aposta faz com que os destinos de Villeclaire e Catherine Duvernois, uma jovem e misteriosa viúva, se cruzem, numa fase em que uma nuvem negra assombra os dias do belo marquês, prestes a casar, contra sua vontade, com Blanche de Belfort. A vida de Louis de Villaclaire desmorona-se… Quem é Catherine Duvernois? E Blanche de Belfort? Alguém está mentindo. Mas quem? Por quê? A resposta mudará para sempre o futuro destas três personagens. Um romance arrebatador, que se desenrola entre os sofisticados salões da aristocracia parisiense e as deslumbrantes paisagens do vale do Loire, levando os leitores numa viagem inesquecível por cenários de sonho, durante o reinado do Imperador Napoleão III.
Esse livro já estava na minha lista de desejos há muito tempo, mas como ele só havia sido publicado em Portugal, achei que não valia a pena... mas quando a Editora Leya resolveu publicar aqui no Brasil, não resisti mais e resolvi tirar minhas próprias conclusões.

O livro narra com bastante clareza como vivia a alta sociedade francesa, suas maquinações por poder, o que se fazia para conseguir um bom casamento de conveniência, a futilidade da nobreza... e nesse ponto achei bem interessante.

Mas eu que sou uma romântica incorruptível, senti falta de amor nesse livro... a história tem mais cinismo do que amor e o marquês de Villeclaire, apesar de ser o mocinho da trama comete uma falta gravíssima no meu ponto de vista...

Eu adoro livros onde o mocinho é libertino, cheio de amantes e depois se torna extremamente apaixonado pela mocinha, mas a libertinagem só é aceita (a meu ver) quando acontece até o momento em que ele conhece a mocinha... depois disso eu considero proibido que ele fique pensando nela e dormindo com outras... e é justamente isso que o Marquês faz e por isso perde muitos pontos no meu conceito.

O foco desse livro é a alta sociedade francesa e não o romance, até porque até mais da metade do livro os personagens ficam separados, ela vivendo no Vale do Loire e ele em Paris...

Quando finalmente se encontram ambos se apaixonam, mas senti falta da conquista, do flerte, da paixão... eles simplesmente se apaixonam... muito rápido e um final muito fácil para a autora...

Confesso que apesar de ter lido uma ótima resenha da Hérida, há uns tempos atrás e ela coincidir bastante com a minha opinião, tinha esperanças que a história fosse mais envolvente...

A autora decidiu dar mais atenção para as intrigas de uma dupla de aventureiras que fizeram de tudo para agarrar o Marquês do que para o romance e por isso o livro não foi o que gostaria.

Fico feliz por ver os livros que tanto gosto de Portugal começarem a ser lançados por aqui, principalmente os históricos que são meu fraco, não vejo a hora de ver os próximos lançamentos.

Onde Comprar:
- Livraria da Travessa R$ 23,62
- Saraiva R$ 29,90
- Buscapé de 23,62 a 29,90
Photobucket

1 comentários:

  1. Parabéns vc descreveu o livro como ele é, Concordo plenamente o romance deles não teve foco, parecia final de novela com tudo muito corrido, a autora errou feio no romance deles ficou um gosto de quero mais poxa sou romântica a bessa e fiquei decepcionada...

    ResponderExcluir