A Pousada Rose Harbor - Debbie Macomber

A busca por um novo começo pode levar a grandes revelações. Jo Marie Rose decide comprar uma pequena pousada, como forma de superar a morte do marido. Mal sabe ela que as surpresas que a esperam nessa nova empreitada. Seu primeiro hóspede é Joshua Weaver, que voltou para casa para cuidar de seu padrasto doente. Os dois nunca se conheceram pessoalmente e Joshua tem alguma esperança de que possam conciliar suas diferenças. No entanto, uma habilidade de Joshua há muito perdida prova que o perdão nunca está fora de alcance e que o amor pode florescer onde menos se espera.A outra hóspede é Abby Kincaid, que retorna a Cedar Cove para comparecer ao casamento do irmão. De volta pela primeira vez em 20 anos, ela quase deseja não ter ido, devido às memórias trazidas pela pitoresca cidade. E conforme Abby se reconecta com sua família e seus velhos amigos, percebe que só pode seguir em frente se permitir-se verdadeiramente a isso. (Sinopse do Skoob)
Resenha da Mikaela

Gente, A Pousada Rose Harbor, de Debbie Macomber (Editora Novo Conceito), é um livro muito bacana, muito mesmo. Pode parecer aqueles dramalhões, mas é uma história que verdadeiramente consegue emocionar e surpreender. A própria pousada é como se fosse uma personagem, toda linda, um sonho para se passar o fim de semana. Quanto à Jo, apesar de ser a protagonista, muitas vezes ela é também coadjuvante enquanto vemos o desenrolar das histórias de Joshua e Abby. Jo é uma personagem forte e a maneira com a qual ela lida com as pessoas da cidade é cativante. Esse livro trata-se de superação para ela depois de ficar viúva (É do sobrenome do marido que ela tira o Rose, para Rose Harbor) e ela descobre que ajudar os outros faz parte de curar a si mesma. E sem falar na aparição de Mark, um faz - tudo (que me lembrou o Luke, de Gilmore Girls, não sei por que) que torna-se uma espécie de protetor ranzinza. Queria ter visto mais de Jo, mas acho que os próximos livros vão falar mais dela.

Joshua retorna para Cedar Cove porque Michelle, que era sua colega de escola e vizinha, liga para ele e avisa que o padrasto - que o havia expulsado de casa- está morrendo. O rapaz tem todas as razões do mundo para odiar o homem e o livro não traz uma solução mágica, apenas mostra os lados de cada um. Joshua acaba se surpreendendo também com Michelle, o que torna sua volta mais especial. Adorei a Michelle, ela é um amor de pessoa, sério. Joshua também mostra um lado muito humano, apesar da teimosia, o que o torna muito interessante como personagem.

Já Abby não se sente bem-vinda à Cedar Cove e não consegue se perdoar por uma tragédia que aconteceu há anos. A história dela é ainda mais emocionante, principalmente pelos por ela ser tão humana e ter sentimentos que ocorreriam à maioria das pessoas. É lindo vê-la se abrindo novamente para a vida e você sente aquilo junto com ela.

A Pousada Rose Harbor é um livro muito bonito, delicado e faz quem lê se sentir tão confortável como se estivesse lá. As páginas têm um fonte diferente dos outros livros (Acho que é Garamond, se não me engano), o que traz um ar acolhedor e a capa é linda! A editora fez um ótimo trabalho deixando a capa original. Debbie Macomber parece mesmo uma ótima autora e eu leria outros livros dela, sim.

Vi algumas críticas negativas, de que o livro era clichê e blablablá. Cada um tem a sua opinião, mas não vai pegar esse livro, com essa capa e esse título e esperar um drama que vença o Nobel de Literatura, né? Ou que seja o próximo Saramago. Tem passagens clichês? Tem. Mas não deixa de ser um livro bom, que pode emocionar uns ou irritar quem procura algo diferente, mais denso.

Mas a história é só o começo. Quero muito ver o que acontece com Mark, por exemplo. A coleção é essa:

- When First They Met (Um conto sobre como Jo conheceu o marido, Paul. Não lançado no Brasil)
A Pousada Rose Harbor
- Lost and Found in Cedar Cove (Não lançado no Brasil)
- Rose Harbor in Bloom (Não lançado no Brasil)

Photobucket

3 comentários:

  1. Mikaela, você me deixou curiosa. Eu acho que o Mark lembrou o Luke por ser uma pousada..EU SOMENTE ACHO. u.u'
    Eu gosto de clichês e não ligo para o que dizem. Dão mil estrelas para uns lançamentos que eu não dou nem 3. u.u
    Vai de cada um e do outro respeitar a opinião!
    Não gostei de saber que é uma coleção. Estou deixando um pouco de lado livros com sequências.. Só aqueles que gosto muito eu leio e quando ta perto do outro volume ser lançado eu releio. xD
    Memória Dory.. sacoé?kkkk
    Beijos!
    www.nyasmim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito do estilo do livro e já anotei aqui para adquiri-lo. O duro é a demora para lançar os demais livros no Brasil, fico ansioso depois que leio o primeiro, ainda mais parecendo ser uma leitura tão agradável.

    Abraços

    reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. estou louca para ler esse livro desde o lançamento, é tão linda a capa e sem falar que a Debbie é uma otima escritora tanto no romance de banca como em livros de livraria por assim dizer!

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir