A Rosa Branca Rebelde - Janet Paisley

A Escócia, em especial os clãs das Terras Altas, reluta em aceitar a sua incorporação ao Reino Unido. Divididos entre a esperança no retorno do príncipe jacobita Charles Edward Stuart e as dívidas e acordos pré-estabelecidos com o governo inglês, os clãs terão de se enfrentar na batalha pela independência. Enquanto os revolucionários aliam-se ao tão aguardado príncipe, alguns membros do clã mantêm sua palavra, trabalhando ao lado da Guarda Negra na defesa do rei George. Em meio a essa excitante luta pela liberdade, duas pessoas descobrem e redescobrem o amor, tendo de enfrentar pontos de vista distintos: Aeneas McIntosh e Anne Farquharson, Lady McIntosh, terão de escolher suas batalhas no casamento e na política, mesmo que estejam em lados opostos. Mais do que um romance histórico, o livro retrata a força da mulher na cultura escocesa, uma força que move legiões e inspira revoluções. 
Sou uma apaixonada por história e alguns períodos da história mundial sempre me chamam mais a atenção do que outros... um desses períodos é o do levante jacobita, que foi uma guerra travada principalmente entre os clãs da Escócia contra o exército inglês... já assisti muitos filmes sobre o assunto e também li muitos livros dentre os quais se destacam o filme Coração Valente (interpretado pelo ator Mel Gibson) e a belíssima série Outlander (da escritora Diana Gabaldon)...

Eu já sei o final da história, sei do horror da guerra, sei que a maioria dos personagens que me são queridos vão morrer e mesmo assim mergulho de corpo e alma nesse universo tão denso... na verdade creio que aí mesmo está o segredo... é impossível ler uma história desse período e não ser envolvido...

Bem, o livro de hoje foi completamente diferente do que eu esperava... pois já li sobre esse mesmo conflito de várias formas, mas essa foi a primeira que me mostrou a importância das mulheres no conflito... em outras leituras já havia percebido como as mulheres daquela sociedade tinham um papel importante e como o universo dos clãs era evoluído em muitos sentidos de igualdade... mas nunca tinha visto um relato da forma como esse livro faz...

A história é centrada na personagem Anne Farquharson, Lady McIntosh, que enfrenta a decisão do marido em ficar do lado da Inglaterra e lidera os homens até as batalhas... Anne é uma mulher forte, que acredita que o marido deve consultá-la antes de tomar qualquer decisão e isso acaba afastando o casal.

O livro narra como as mulheres escocesas foram as maiores perdedoras com a incorporação da Escócia no Reino Unido, pois se na Escócia as mulheres tinham voz ativa e poderiam até se divorciar dos seus maridos caso eles não cumprissem com suas "obrigações", na Inglaterra as mulheres eram propriedades de seus maridos, como seus móveis, suas rendas e suas casas...

Apesar da história ser focada na personagem acompanhamos ainda o drama do seu marido, Aeneas, um chefe de clã que se vê dividido entre a honra e a preocupação com a vida dos seus... acaba sendo considerado covarde por muitos, inclusive pela sua mulher que não entende suas decisões...

O mais interessante é que apesar de ser uma obra ficcional, ela foi baseada em fatos reais, e Anne e Aeneas realmente existiram e agiram como o livro descreve...

O amor que Aeneas sente por Anne é lindo... a forma como ele cuida dela mesmo a distância, mesmo sabendo que ela desistiu do casamento... é simplesmente tocante... já Anne é uma heroína totalmente imperfeita, impulsiva, determinada e completamente leal aos seus ideais... há que diga que ela é até manipuladora, mas eu não a vi dessa forma... vi uma mulher jovem, inexperiente e idealista... como muitos outros escoceses que perderam suas vidas na batalha de Culloden...

Fiquei completamente encantada com esse livro, com a força daquelas mulheres que viam e incentivavam seus homens irem a luta, vivendo um sonho de liberdade... esse é um daqueles livros inesquecíveis... que eu sem dúvida recomendo a leitura.

Onde Comprar:
- FNAC R$ 35,80
- Saraiva R$ 55,00
- Submarino R$ 55,00

Photobucket

0 comentários:

Deixe seu comentário