O Diário de Suzana para Nicolas - James Patterson

Resenha da Danielle

Autor: James Patterson
Título Original: Suzanne’s Diary for Nicholas
Ano: 2011
Páginas: 131

Sinopse: 
Depois de quase um ano juntos, o poeta Matt Harrison acaba de romper com Katie Wilkinson. A jovem editora, que não tinha qualquer dúvida quanto ao amor que os unia, não consegue entender como um relacionamento tão perfeito pôde acabar tão de repente.

Mas tudo está prestes a ser explicado. No dia seguinte ao rompimento, Katie encontra um pacote deixado por Matt na porta de sua casa. Dentro dele, um pequeno volume encadernado traz na capa cinco palavras, escritas com uma caligrafia que ela não reconhece: “Diário de Suzana para Nicolas”.
Ao folhear aquelas páginas, Katie logo descobre que Suzana é uma jovem médica que, depois de sofrer um infarto, decidiu deixar para trás a correria de Boston e se mudar para um chalé na pacata ilha de Martha’s Vineyard. Foi lá que conheceu Matt. E lá nasceu o filho deles, Nicolas.
Por que Matt teria lhe deixado aquele diário? Agora, confusa e sofrendo pelo fim do relacionamento, é nas palavras de outra mulher que Katie buscará as respostas para sua vida.
O diário de Suzana para Nicolas é uma história de amor que se constrói ao virar de cada página. Cada revelação é mais uma nuance sobre seus personagens. Cada descoberta é um fio a mais a ligar vidas que o destino entrelaçou.
Emocionante, doce, forte, doloroso e pungente.

Primeiro livro do James Patterson que eu leio, e foi um ótimo começo.

A capa é linda e tem relação com a história, mas nada me preparou para o que encontrei ao longo do livro, fui de uma emoção para outra em instantes.

Os capítulos são divididos entre Katie e Suzana, os escritos desta num diário para seu filho Nicolas. São rápidos de ler e só parei ao chegar ao ponto final.

Começamos com o relato de Katie e sua dor por Matt ter rompido o namoro sem que houvesse motivos, ao menos para ela tudo estava correndo de maneira perfeita, estavam namorando há 11 meses. E numa noite quando ela preparou um belo jantar, Matt terminou a relação. No dia seguinte um pacote está diante de sua porta, era o diário de Suzana. Mas quem seria Suzana e Nicolas?

Aos poucos descobrimos quem eles são. Suzana Bedford, 35 anos, médica de Boston vivia para seu trabalho, seu companheiro um golden retrivier chamado Gustavus, ou apenas Gus. Sua vida muda quando tem um infarto no Jardim Público. E após ouvir a lição das cinco bolas:

“Imagine que a vida seja uma brincadeira em que você fica fazendo malabarismo com cinco bolas. As bolas se chamam trabalho, família, saúde, amigos e integridade. Você está mantendo todas as bolas no ar e um dia finalmente se dá conta de que o trabalho é uma bola de borracha. Se você a deixar cair, ela vai pular de volta. As outras quatro bolas – família, saúde, amigos e integridade – são feitas de vidro. Se você deixar cair alguma, ela vai ficar arranhada ou lascada ou vai se quebrar de vez. Depois de compreender a lição das cinco bolas, você terá começado a atingir o equilíbrio na sua vida.” (pág.14)
Ela decide mudar-se e afastar-se de tanto trabalho, nada lhe prendia na cidade, pois seu namorado após o infarto decidiu por acabar a relação. 

Decidida ela sai de Boston para Martha’s Vineyard onde passou muitos verões com a família, iria trabalhar no hospital de lá. Procurou uma casa e quando bate os olhos e notou que seria um lar, ela comprou o imóvel apesar de estar em péssimo estado.  Com uma vizinhança agradável ela logo se sente em casa, ali ela superaria sua quase morte e acima de tudo ela acaba encontrando o amor.

E a leitura deste diário e todos aqueles segredos vão dilacerando Katie à medida que avança na leitura, mas ela não sente raiva de Suzana, imagina que em outras circunstâncias seriam boas amigas. 

Acompanhamos Katie e sua insegurança, mas aquele diário veio em boa hora, não seria o momento de utilizar a “Lição das cinco bolas”? Mas o que levou Matt a dar-lhe o diário?

Essa pergunta de Katie Wilkinson, a bem sucedida editora de livros nos atormenta e guia até o final quando enfim compreendemos toda a história sob a escrita amorosa de Suzana.

O final foi lindo, leiam porque não posso contar nada para não estragar. Esse é um livro com uma lição de vida muito linda e valiosa.

A edição da Editora Arqueiro está linda, não encontrei erros, as letras têm bom tamanho e suas páginas são amareladas. E cada capítulo especifica sob a ótica de quem ele será contado.

Estão esperando o quê para ler esta maravilha de livro? Leiam e me contem o que acharam.

Olhem que imagem linda achei de Martha’s Vineyard:


Photobucket

0 comentários:

Deixe seu comentário