Um Porto Seguro - Nicholas Sparks


Resenhas da Mikaela

Que bom é um livro que surpreende positivamente, né? Um Porto Seguro, do Nicholas Sparks, não inspirava qualidade e parece remeter a ladainhas sem fim. Bem, é verdade que eu não tinha boa impressão do autor desde Um Amor para Recordar e sempre achei suas histórias muito água-com-açúcar, clichês e tristes.

Um Porto Seguro, publicado pela Novo Conceito, parece bem mais ensolarado do que os livros tempestuosos do Sparks prometiam. A história é assim: Katie aparece na pequena e litorânea cidade de Southport decidida a recomeçar a vida, trabalhando numa lanchonete, morando numa cabana isolada e tendo quase nenhum contato com as pessoas. Bem, até que Jo (uma das mais interessantes personagens!), que mora perto dali, começa a ser sua amiga e Katie também começa a se aproximar de Alex, viúvo, bonitão, pai de dois filhos, dono de um supermercado.

Alex é um pai dedicado e mal tem tempo para ele mesmo quando conhece Katie e se interessa por ela, tentando se aproximar e conhecer um pouco mais da misteriosa e fechada nova moradora. Bem, logo um romance começa a surgir e Katie é obrigada a encarar o passado que fez fugir para Southport.

Os personagens de Um Porto Seguro são maduros e as situações são mostradas gradualmente, o que requer certo tempo no começo, quando a narrativa pode ser um pouco lenta e demorar a mostrar a que veio. Mas fica claro que é melhor assim. Alex não decepciona em nenhum momento e é absolutamente compreensivo com Katie. Ela tem um passado muito triste, praticamente sem quase felicidade, quando arquiteta sua mudança e tenta se permitir ser feliz ali. Josh e Kristen, filhos de Alex, são crianças adoráveis e completam um quadro de felicidade naquela cidadezinha.

Mas como não posso citar outros detalhes sem spoiler, coloco logo o aviso

[SPOILER]

A construção da loucura de Kevin, o marido de Katie, foi bem feita pelo autor. Você percebe a tortura que era para Katie (ou seria Erin?) morar com alguém que batia nela, não a deixava trabalhar, nem ter amigos, nem ter uma vida. Kevin, com seu discurso religioso e ao mesmo tempo de investigador, se torna um personagem que causa suspense na história toda, com sua busca pela mulher fugitiva.

Só acho que é um absurdo não existirem leis que protejam as mulheres no estado contra a violência doméstica. Acho até que poderia ter sido uma bandeira levantada pelo autor, afinal, conquistas como a Lei Maria da Penha precisam alcançar mais lugares do mundo todo.

[FIM DO SPOILER]

Ah, e o final é emocionante. Surpreendente. Muita gente achou fantasioso, fora de realidade, mas se tem tantos autores usando recursos assim em filmes e livros de suspense, por que não num romance? Eu achei que foi criativo da parte do Sparks. Não sei se os outros livros recentes deles são assim, mas esse em especial achei bem legal.

E a capa original que a editora publicou (que foi a capa do livro que li) é muito interessante e até mais madura do que a do filme, embora a do longa seja mais comercial.

Sobre o filme

O filme Um Porto Seguro foi lançado recentemente nos cinemas, com Josh Duhamel (Juntos pelo Acaso) no papel de Alex, Julianne Hough (Rock of Ages: o Filme) como Katie, Cobie Smulders (a Robin de How I Met Your Mother) como Jo e David Lyons (o Monroe, de Revolution) como Kevin. O filme é de Lasse Hallström,  o mesmo de Chocolate. Com esse diretor, você pensa que será outro filme do mesmo estilo, mas o achei tão fraquinho e preguiçoso!

Parece que o que eu achava que o livro usaria de clichê, o filme usou. Os conflitos desnecessários, as atuações de atores muito bonitos mas sem taaanta emoção, o desfecho final sem tantos acontecimentos... O que salva é são as locações, a fotografia e atuação de alguns atores. Cobie Smulders ficou muito bem e interpretou a Jo de uma forma que quem leu o livro todo poderá entender alguns movimentos de câmera focados nela. Mas não entendo como o roteiro simplesmente ignorou o que o livro podia servir como material melhor e criou algo bem menos interessante. Uma dica? Se quiser assistir, leia o livro.



Photobucket

4 comentários:

  1. Eu li a resenha no Skoob! E, finalmente depois do livro Um homem de sorte, acabei de encontrar um livro de Nicholas Sparks que me interessei. Quem não gostaria de encontrar num amor o seu porto seguro? Na vida real, eu já encontrei. Estou participando do sorteio e, espero ganhar.

    ResponderExcluir
  2. Amo os livros do Nicolas, embora eu seja suspeita para falar, rs, mas de todos que eu tenho dele, acho que apenas um ou dois me deixou um pouco insatisfeita, mas sem desmerecer o trabalho incrível do autor. Ainda não tive a oportunidade de ler este, mas acho que irei adorar!

    Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  3. Adoro os livros dele, ainda não li esse, mas acho que todos são muito parecidos em sua fórmula, ele só muda os personagens e os lugares... Mas fico envolvida com a leitura assim mesmo...

    ResponderExcluir
  4. Esse livro parece ser maravilhoso, adoro os livros do Sparks mas ainda não tive a oportunidade de ler este. Espero lê-lo em breve. Adorei a resenha.

    ResponderExcluir