A Garota do Penhasco - Lucinda Riley


Esse é o segundo livro que leio da autora, o primeiro foi A Casa das Orquídeas, e já consigo perceber algumas características bem definidas na sua forma de escrita...

Seus livros são nostálgicos, daqueles em que os personagens viajam no tempo, relembram o passado e revisitam a vida de seus antepassados... também são tristes, dramáticos e essa particularidade pode não agradar todo o tipo de público...

Dessa vez, optei por não usar a resenha oficial para ilustrar o post, pois ela está completamente errada:
"... A história das famílias Ryan e Lisle é um lindo conto sobre um século de mal-entendidos e rancor entre inimigos que se acreditam enganados por falcatruas financeiras.

O caso de amor entre Grania Ryan e Lawrence Lisle comove por sua delicadeza e força vertiginosa que culmina em imensa tristeza..."
Em primeiro lugar, o rancor entre as duas famílias nada tem haver com finanças, e sim com morte, dor e perda...
E o suposto caso de amor, não é nem possível existir já que os personagens citados viveram em épocas diferentes, sinceramente não sei quem escreveu essa sinopse, mas fez um péssimo trabalho!!

Nesse livro a personagem Grania sofre um aborto e decide abandonar toda sua vida em Nova Iorque, seu namorado Matt não entende onde errou e porque Grania foi embora... já devo dizer que a Grania não foi a minha personagem favorita, muito pelo contrário, ela é bastante imatura em vários momentos, já Matt é crédulo demais e tive vontade de bater nele em várias passagens...

Grania retorna para sua terra natal, um vilarejo próximo a Cork na Irlanda... lá conhece a pequena e adorável Aurora, uma garotinha orfã de mãe que é muito esperta e especial... Aurora é filha de Lily Lisle e vem de uma família que não é benquista na região.

A mãe de Grania se opõe a aproximação das duas e a jovem aos poucos descobre como a família Ryan e Lisle tem suas histórias emaranhadas e como uma família causou imensa dor a outra... 

Grania então conhece a história de Mary, sua antepassada que foi empregada na casa dos Lisle... e a história de Mary é linda, triste e emocionante... ela foi de longe a minha personagem favorita na trama e viveu em Londres no período entre guerras...

Mary foi uma mulher forte, batalhadora e sofreu perdas que dificilmente poderiam ser superadas... e sua história em certos momentos parece estar se repetindo com Grania, há uma leve insinuação de que se trata de uma reencarnação, mas como eu não acredito nisso deixei pra lá...

A história então se divide em 3 partes, uma conta a história de Grania na Irlanda, a outra vai para o passado com Mary, Anne e Lily... e a terceira parte narra as desventuras de Matt em Nova Iorque sofrendo com o abandono de Grania...

No final todas as pontas são perfeitamente amarradas e eu gostaria de contar mais detalhes, mas creio que isso tiraria todo o brilho da história, já que eu mesma fui surpreendida em muitos momentos... 

Uma coisa é certa, a história das duas famílias é tão intricada que só mesmo uma árvore genealógica consegue mostrar todos os detalhes, só mesmo vocês lendo para saber...

Bem, o livro seria perfeito, digno de 5 torres (já repararam no nosso novo sistema de classificação??) se não fosse pelo epílogo... engraçado dizer isso, porque eu já escrevi várias vezes que em todo livro deveria ser obrigatório um epílogo e nesse mordi a língua... estou pensando seriamente em arrancar o epílogo e fingir que a história acabou antes dele.

Isso porque a autora estraga tudo no epílogo, quando tudo vai bem, todos felizes para sempre, ela coloca um final chocante e sem qualquer explicação... só por isso o livro perde meio ponto...

Tirando isso, aconselho muito a ler esse livro... pois tem uma beleza, uma forma de nos tocar que emociona... impossível não se envolver com a história de Mary, não se revoltar com a Anne e ter vontade de sacudir a Grania...

Uma particularidade dessa autora, é que ela consegue escrever com maestria livros sobre mulheres... mulheres fortes, fracas, ambiciosas, fúteis... mas acima de tudo mulheres que mexem com o leitor.

Avaliação (0 a 5):

Photobucket

27 comentários:

  1. Oi, Dé. Essa é a primeira resenha que leio sobre ele e tenho a cara-de-pau de dizer que não li nada da Lucinda ainda, mesmo tendo três livros dela.
    Acho interessante esse enredo, mas fiquei mesmo curiosa e receosa com esse epílogo que estragou a história para você.
    Pretendo ler em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Ei Dé,

    Eu não lembro se pedi este livro, é dos últimos enviados não é? rsrs. E agora a página está fora do ar e não da para eu ver. O último que recebi foi aqueles que veio Aconteceu em Paris rsrs.

    Bom, eu não li nada da autora ainda, desanimei com A casa das orquídeas pq vi tanta resenha negativa. Agora tenho visto muitos elogios e quero ler logo.

    Putz, eu já vi algumas sinopses assim, tem umas sem noção mesmo. E do epílogo que estranho mudar tudo assim.

    bjs

    ResponderExcluir
  3. olá, nossa a resenha ficou perfeita, tenho muita vontade de ler mais um livro da lucinda, amo o jeito dela de escrever, com tanta delicadeza e capricho que encantam, fico curiosa pra ler esse epílogo agora

    ResponderExcluir
  4. Parece ser uma história linda, não conheço essa autora mas parece ter um enredo super interessante, e a capa me chamou muita atenção!

    ResponderExcluir
  5. Adorei saber desse livro. Já estava querendo ler e fiquei muito feliz com a escolha de sua resenha. Assim fiquei conhecendo mais um pouco a história que muito me encantou. Lógico que vou ler e muto essa maravilha. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Ganhei esse livro hoje e tinha que ler uma resenha dele para saber se era bom ou não.
    Sua resenha me fez querer começar a lê-lo logo, pena que estou no meio de vários outros livros.
    Adoro livros que mostram mulheres fortes.

    ResponderExcluir
  7. Eu também li A casa das orquídeas e gostei muito, a escritora realmente tem um estilo bastante romântico e refexivo. Pena que o final não foi do jeito que você esperava, agora fiquei mais curiosa ainda para saber de que maneira ela conseguiu estragar tudo no finalzinho.

    ResponderExcluir
  8. Eu quero muito ler A casa das orquídeas, A luz através da janela e A garota do penhasco.. todos ou pelo menos os que eu lembro que são da Lucinda.
    Eu não li a sinopse publicada pela editora.. ela é tão diferente?
    Viagens no tempo precisam de cuidado para não deixar um momento ou outro esquecido ou voando por aí.. e parece que ela conseguiu tudo isso, né?
    Tirar 0,5 pelo epílogo com um final trágico? Ah por favor, me deixou apreensiva! x_x' O lance de epílogo me lembrou o último capítulo do livro S.e.g.r.e.d.o. que tem continuação e tal... x_x
    Beijos e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha! Quer ler o livro. Acho a capa linda. Se eu ler, não vou ler o epílogo.. heheh...

    ResponderExcluir
  10. Não tinha lido nenhuma resenha desse livro, mas havia comentado aqui que estava cheias de expectativas por ter lido um livro da Lucinda que tinha adorado. Eles tem pontos em comuns, acho que são pontos da autora. Ela gosta de "viajar" muito há tempos passados pra dá uma explicação para o presente. E amei isso no livro! Ainda não li esse, mas está entre os desejados. Quero muito ler esse livro!

    ResponderExcluir
  11. Gostei da resenha, fiquei bastante interessada em ler o livro!

    ResponderExcluir
  12. Oi Débora!
    Essa é a 1ª resenha que leio do livro e fiquei interessada na narrativa da autora. Uma trama dividida em três partes, nos dá a ideia de pontos de vista diferentes e nos torna mais próximos dos personagens, vendo todos os ângulos do enredo alinhavadas. Fiquei curiosa *O* com o epílogo =D
    Ahhhhh amei a classificação com as torres <3
    bjs

    ResponderExcluir
  13. Fiquei curiosa para ler os livros dessa autora. Parece ser o meu tipo de livro.

    ResponderExcluir
  14. Nunca li os livros dessa autora, mas só de saber que passa uma sensação nostálgica, fiquei com vontade de ler. Não sei porque, mas sinto que irei me emocionar - e muito - durante as leituras.

    Beijos
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
  15. Autor de verdade é aquele que te surpreende sempre e a Lucinda tem esse dom, cada livro é uma nova aventura, um novo ponto, um partir de novo ! Estou louca pra ler esse livro!

    ResponderExcluir
  16. Mais uma resenha dessa autora que está entrando na minha lista como prioridade!
    Sua resenha me deixa empolgada e desejosa de ler e apreciar como vc aprecia.
    Você frisou nas características da autora que é misturar o passado com o presente e isso é um diferencial que quero conferir.
    Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  17. Que lindo este livro, parece o tipo de leitura que acho perfeita...ja quero muito ler...

    ResponderExcluir
  18. Adoro histórias que vão se ligando com as partes do livro. Vi também que não vou gostar muito de Grania , já que não tenho muita paciência com personagens imaturas, mas fiquei curiosa para ler o livro.

    ResponderExcluir
  19. Editora Nova Conceito vindo com tudo nesse semestre, hein!

    ResponderExcluir
  20. Estou gostando muito de ler os livros da Lucinda e quero muito ler esse também , pela história parece seguir o ritmo dos outros que amei, não vejo a hora de ter esse livro.

    ResponderExcluir
  21. Nossa que história linda essa, estou gostando muito dos livros da Lucinda e quero muito ler mas esse livro, não vejo a hora de pegar o livro e não largar até acabar.

    ResponderExcluir
  22. A história parece ser linda!
    Só de ver a capa eu já imaginava que a leitura tomaria um rumo mais encantador.
    Sua resenha retratou muito bem isso, espero ter a oportunidade de ler este livro em breve =)

    ResponderExcluir
  23. Como podem deixar uma pessoa que nem sabe o que se passa no livro fazer uma sinopse? Eu hein, tem sinopse que entrega o livro todo e essa ai está toda errada, ainda bem que não sou de ler sinopses!
    Eu também li A casa das orquideas e amei o estilo de narrativa da Lucinda, é exatamente o genero de leitura que eu gosto, e sim, ela retrata como ninguem o perfil de mulheres diversas em suas obras...amei sua resenha, pretendo ler esse livro em breve! :)

    ResponderExcluir
  24. Ah eu quero muito conhecer a escrita da Lucinda.
    Suas tramas parecem bem emocionantes.

    ResponderExcluir
  25. Huumm, incrivel a suaresenha, adorei e pra falar a verdade n sei se vou ler o epilogo kkk
    mas eu quero muito esse livro

    ResponderExcluir
  26. Muito boa a resenha, eu fiquei com vontade de saber mais. rssss O livro parece ser interessante, gosto de histórias com antepassados, com pessoas diferentes que tem algo em comum. Estou curiosa para lê-lo, sem dizer que a capa é lindíssima.

    ResponderExcluir