Um gosto de amor – Susan Mallery


Resenha da Danielle
Se ela tivesse uma vida mais de pecadora do que de santa… “Responsabilidade” deveria ser um dos sobrenomes de Nicole Keyes. Afinal, não é todo mundo que se dispõe a sacrificar a própria vida para comandar a confeitaria da família e educar Jesse, a irmã caçula. Mas agora que Claire, sua gêmea, está alegremente casada enquanto Jesse deixa para trás o jeito de menina da casa de lado para se tornar uma femme fatale, a superconfiante Nicole cansou de colocar as necessidades dos outros antes das suas! Até Hawk entrar na sua vida. Ao lado do ex-jogador de futebol americano Nicole sente o gosto da liberdade que sempre buscou. Hawk parece conhecer de cor o caminho para seu coração, mas ela não vai deixá-lo se aproximar demais a ponto de parti-lo. Porém, é claro que se o passado dele continuar vivo no presente, ela não terá muita escolha…
Este é o segundo volume da trilogia “Irmãs Keyes”, neste o foco é Nicole Keyes a irmã responsável, durona e por que não dizer, teimosa. 
Para quem não leu o primeiro esse contém um leve spoiler, mas ainda assim spoiler, no entanto garanto que não vai entregar nada crucial, é algo esperado.

Nicole enfim fez as pazes com Claire, mas de forma alguma consegue acreditar que Jesse é inocente.

Logo no primeiro capítulo a mais madura das Keyes tem um leve estresse que acaba trazendo uma deliciosa grata surpresa: Eric Hawkins, treinador da equipe de futebol da escola e ex-astro do futebol americano.

Hawk se apresenta para resolver o problema, mas quem disse que Nicole consegue pensar com clareza diante daquele gigante musculoso que apesar de soar convencido rouba sua atenção?

Decidida a não sair perdendo ela propõe um acordo, só não esperava se envolver tanto, especialmente com a questão de Jesse perturbando sua mente.

Enquanto Claire lhe trata com compaixão e Jesse com irritação, ela decide propor a Hawk que sejam “namorados de mentira”. O que ele ganha com isso? Enfim terá a bela Nicole na sua cama e ela não será alvo de piedade da irmã e do noivo.

O que mais gosto no Hawk é a objetividade. Ele diz para a Nicole: quero você na minha cama, mas não quero compromisso.

Não veja isso como grosseria, ele tem uma filha de 18 anos e não quer magoar a garota “substituindo” a falecida mãe. Brittany não é contra casos, só não deseja o pai realmente envolvido. E para Nicole, tudo bem já que não se sente preparada para um relacionamento sério.

Mas entre a partida de Jesse e sua nova responsabilidade, Nicole se vê apaixonada por Hawk... Mas nem tudo são flores, o casal vai passar por muita coisa. E você vai se pegar torcendo por eles, para depois querer pegar um ou outro e dar uns tabefes.

Um coisa é certa: quando estes dois estão juntos corre risco de incêndio. As cenas entre eles são um tanto mais hot que as do livro anterior, muito pelo fato que diferente de Claire que era virgem, Nicole está passando por um divórcio.

Susan Mallery mais uma vez me deixou encantada e afirmo que este é o melhor livro da trilogia. Temos mais uma vez os diversos sentimentos a serem compreendidos, cenas divertidas, outras que você vai dizer: não acredito nisso, de tão espantoso que é.

Lembrem de ler na ordem, pois segue uma cronologia. E é do tipo de trilogia onde os personagens dos livros anteriores aparecem.

Espero que leiam e voltem para me contar o que acharam. 

Avaliação (0 a 5): 5
Photobucket

1 comentários:

  1. Adorei esta série, tenho os 03 livros, recomendo.
    São histórias bem gostosas de ler.

    Claudia Ramos

    ResponderExcluir