A Once Upon a Time Tale - O Despertar - Odette Beane

A Once Upon a Time Tale
Emma Swan sabe muito bem como se virar sozinha. Ela foi abandonada quando ainda era um bebê e a vida não tem sido exatamente um conto de fadas para ela. Quando o filho que ela abandonou anos atrás a encontra tudo se tornará ainda mais complicado. Henry tem 10 anos agora e acredita que a mãe tenha nascido em um mundo alternativo mágico e que, seja a filha desaparecida da Branca de Neve com o Príncipe Encantado. Emma não acredita em uma palavra, mas de acordo com Henry, ela é a única que pode quebrar a maldição, jogada pela Rainha Má, e que afeta todos os personagens dos contos de fadas. Eles estariam presos na nossa realidade, na cidade de Storybrooke, sem seus poderes mágicos e sem qualquer lembrança de quem realmente são (Sinopse do Skoob)

Quem é fã da série Once Upon a Time curtiu a criação desse livro... Embora tenha sido criada especificamente para o formato seriado, a história da 1° temporada foi adaptada para um livro, sob a ótica de Emma e Branca de Neve. Muitos fãs sempre querem saber o que se passa na cabeça dos personagens da série ou como seria se fosse um livro. 

Então basicamente é a história contada na resenha da série. A Rainha Má lança uma maldição em todos os personagens de contos de fada para que vivam em Storybrooke sem memória. Só que Branca de Neve e o Príncipe mandam sua filha bebê, Emma, para o nosso mundo antes da maldição ser lançada para que ela volte e seja a salvadora. Só que Emma - que acredita ter sido abandonada-  vira uma adulta cética e só muda quando Henry, o filho que ela deu para adoção há dez anos, aparece na sua vida afirmando que ela precisa salvar o mundo dos contos de fada.

A Once Upon a Time Tale - O Despertar, de Odette Beane (Editora Planeta, 304 páginas) é uma prova de como é complicado adaptar uma série em um livro. Além da pressa em transcrever os diálogos, é preciso saber o que deixar de fora e ainda colocar sentimentos ali para que o livro não pareça uma cópia do roteiro. Acho que começou bem, com Emma refletindo sobre a chegada de Henry, mas com os acontecimentos da série tudo fica muito apressado e os personagens acabam com menos emoção do que na série.

Mas ainda assim não deixa de ser legal ver como alguns pensamentos passam pela cabeça de Emma enquanto as coisas vão acontecendo em Storybrooke. É complicado criticar também porque não sabemos quanta autonomia Odette Beane tem para escrever sobre Emma, já que a personagem não é dela. Então, detalhes como o passado dela, impressões mais inéditas sobre os outros personagens não vão acontecer, pelo menos não muito.

Mas a leitura é fácil, o ritmo rápido e dá pra ler sem ficar com sono (Exceto se for em partes da série que você já viu e não gostou muito).  Emma fica mais humana em algumas passagens e até faz observações válidas sobre Storybrooke como um telespectador faria, como a crítica ao comportamento injusto e preconceituoso da cidade em uma acontecimento ou até mesmo sobre as pequenas desavenças entre os cidadãos. Mas acredito que se a preocupação fosse voltada mais para isso, esses pequenos detalhes extras, funcionaria como algo à parte da série e que os fãs ficariam com mais vontade de ler.

Os detalhes internos são muitos bonitos, com a letra inicial com temática de livros de conto de fada. Agora, só achei a tradução muito apressada, com expressões que não foram muito bem pensadas antes de serem traduzidas. Considero que o livro podia ter sido melhor revisado e não aparentar desleixo.

Mas vale a pena ler? Acho que para os fãs da série, vale sim. É muito bom rever bons momentos da primeira temporada na leitura e se lançassem o livro com a segunda eu ia querer ler... Agora, para quem não conhece, sugiro primeiro assistir a série, apaixonar-se e voltar-se para o livro, para compreender melhor algumas partes.

Foto: Hoje. 22h15. #EraUmaVez, na Rede Record

Conheça os personagens: http://r7.com/CNlA

Curiosidade: A Record agora exibe os episódios da 1° temporada de Once Upon a Time, sob o nome de Era Uma Vez, de segunda à sexta, às 22h15.

Avaliação (de 0 a 5): 3,0


Photobucket

2 comentários:

  1. Eu quero ler esse livro porque sou fã da série, mas já tinha ouvido falar que parece bastante um roteiro do que um livro :/
    Vou ler, mas vou com baixas expectativas.

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Concordo que transformar qualquer coisa em livro ou série/filme é um desafio e tanto e, nem sempre, fazem jus. Eu quero muito ler esse livro, sou fã da série, apesar de ter tido de parar de acompanhar por conta da correria da minha vida.
    E, confesso, acho mais fácil ler do que assistir hehehe
    Gostei da sua resenha, você soube elucidar os pontos positivos e negativos!
    Beijos,
    Nica
    Drafts da Nica

    ResponderExcluir