Um plano perfeito - Fern Michaels

Um Plano Perfeito, Déjà vu, Fern Michaels, 240 páginas, Editora Lafonte

Um anel de pedras falsas, um mau caráter disfarçado de conquistador... e a tarefa para quatro ex-agentes de defender a presidente de um país! Presidente dos Estados Unidos! Sim, esse cargo não tirava de Martine a condição de mulher apaixonada, traída, enganada. E esse cargo lhe permitia se vingar duplamente: caçar o impostor que se passara por um romântico apaixonado e colocá-lo na cadeia: em nome da lei e em nome do próprio coração ferido. Por isso decidiu contratar um grupo de ex-agentes, sete mulheres que se autodenominavam "as Irmãs". Essas amigas, com o auxílio de seus respectivos marido ou namorado e o da poderosa editora-chefe de um conceituado jornal, elaboram um plano audacioso para capturar Jellicoe. Amor, relacionamentos tempestuosos, uma boa dose de suspense: Deja Vu é diferente de tudo o que Fern Michaels já fez. E seu ritmo veloz de narrativa, num ir e vir frenético, faz o leitor caminhar junto com as Irmãs... "Uma deliciosa, criativa e doce vingança." 

Oi galerinha,

Uma de minhas compras na Bienal, a capa foi um dos motivos para me chamar atenção, mas a sinopse foi o que me fisgou.

Um plano perfeito tem vários personagens principais, pois conta com um grupo de amigas que inclui o maridos/namorados delas também. O foco são as irmãs, elas estão aposentadas, mas loucas para voltar à ativa, especialmente por conta de um foragido.

A presidente não fazia ideia de que estava noiva de um verdadeiro bandido, e disposta a agarrá-lo, elabora um plano que decide manter oculto até o fim.

Enquanto cada um confabula sobre os motivos da presidente, temos um drama envolvendo a jornalista, vários cupidos querendo unir os casais que faltam.

O início foi bem confuso para mim, tantos nomes que acabei perdendo o fio da meada de quem fazia o quê. Porém quando a busca pelo Jellicoe mudou de tedioso para interessante. O cara é bom no que faz e o grupo de ex agentes terá dificuldade em colocar as mãos nele. O plano que dá nome ao título realmente é perfeito e foi bem bolado.

Não é um livro que vá repetir a leitura, mas serve para entreter, caso você tenha paciência em esperar que passe de morno para quente.  

Devo ressaltar que adorei a amiga canina da presidente, ela sabe avaliar caráter. Apesar da falta de romance, e cenas de ação mais ou menos, foi uma leitura razoável.


Nota (0-5): 2



  

3 comentários:

Deixe seu comentário