A Lua de Mel - Sophie Kinsella

Ao se dar conta de que o namorado nunca vai pedir sua mão em casamento, Lottie toma uma decisão. Termina o compromisso com ele e diz o tão sonhado sim a Ben, uma antiga paixão, com quem ela havia prometido se casar se ambos ainda estivessem solteiros aos 30 anos. Os dois então resolvem pular o namoro e ir direto para uma cerimônia simples e seguir para a lua de mel em Ikonos, a ilha grega onde eles se conheceram. Mas Fliss, a irmã mais velha da noiva, acha que Lottie enlouqueceu. Já Lorcan, que trabalha na empresa de Ben, teme que o casamento destrua a carreira do amigo. Fliss e Lorcan então elaboram um plano para sabotar a noite de núpcias do casal e impedir que os noivos cometam o maior erro de suas vidas.

A Débora e a Mikaela adoram os livros da Sophie Kinsella, então nesse lançamento da autora as duas resolveram fazer uma resenha conjunta... 
Confiram abaixo a opinião delas:

- Personagens: 
As duas personagens são irmãs e completamente malucas, Lottie embarca numa lua de mel com um ex-caso de verão que mal conhece, já os mocinhos são os mais centrados da história, como costuma ocorrer nos livros da autora... gostei muito do Richard que é o ex-noivo de Lottie e que faz tudo para reconquistá-la... Já Lorcan tem seu charme mas ainda não foi aquele mocinho espetacular... fiquei me questionando como esses dois homens poderiam se apaixonar pelas duas irmãs malucas.
Gostei da Fliss, ela é maluca, sim, mas no nível Sophie Kinsella de maluquice ela é normal. A Lottie é que é uma desajustada, até mesmo para os padrões dos livros da autora, é de se pensar até como é que ela é excelente no trabalho sendo tão ingênua daquele jeito. Outro problema da Lottie é que ela é irritantemente teimosa, como se fosse uma adolescente ainda. Acho que isso me irritou muito durante a leitura, afinal, tudo tem um limite, né? Agora dos mocinhos eu gostei mais do Lorcan, que tem toda aquela racionalidade dos protagonistas masculinos da autora, mas, mesmo assim, ainda não foi tudo o que eu imaginava. Acho que esperava que ele e a Fliss tivessem mais implicâncias um com o outro durante a narrativa e que ele mesmo tivesse mais atitude ao longo da história.

- Narrativa: 
Acho que o livro passou tempo demais descrevendo o "antes" da viagem à Ikonos, que é quando começa, de fato, a história. Tá certo que tem cenas engraçadas, mas, honestamente, não acrescentavam em nada e faziam a narrativa se demorar. Depois que eles vão para a ilha é que a história cria velocidade e fica melhor. Mas até então você precisa aguentar toda a ladainha de Lottie e a relação difícil da Fliss com o ex-marido.
A narrativa realmente não é das melhores, a autora é mestre em situações bizarras, mas as desse livro bateram o recorde, há muito destaque para a relação de Ben e Lottie, que é a parte mais chata de toda a história, conforme eu lia, só queria que os outros personagens chegassem logo na Grécia.

- Momentos de Vergonha Alheia: 
A cena em que Fliss precisa ajudar o filho em um projeto da escola e, como está em cima da hora e não tem o balão necessário, ela enche uma camisinha e causa pavor nos pais. Sem falar nas aparições do mordomo no quarto de Lottie e Ben nos momentos mais íntimos da lua de mel!
A autora sempre consegue escrever momentos terríveis que nos dão vergonha alheia, a Mika já citou a pior de todo o livro... a reação da professora e dos pais faz a gente ter vergonha pela personagem e se fosse eu trocaria meu filho de escola após isso.

- Opinião geral: 
Os livros da autora, são sempre muito acima da média dos outros chick-lits, mas para os fãs é impossível não comparar com outras obras e nesse ponto esse perde feio... para quem nunca leu nada dela, provavelmente vai achar ótimo... mas eu confesso que me decepcionei... 
É um dos piores livros da Sophie Kinsella que já li, mas só sendo um livro dessa autora já não é ruim como muitos dos que vemos por aí. Acho que vale boas risadas e até uma lição no final. Passando por cima de algumas coisas no começo, a leitura fica veloz e quando você menos espera, já terminou o livro.

 - Nota: 3,5

E aí, gostaram da nossa resenha dupla? Vocês leram o livro? Não deixem de comentar e participar do nosso prêmio do post premiado do Mês...

PhotobucketPhotobucket

Participe:
Image and video hosting by TinyPic

3 comentários:

  1. Olá Débora tudo bem??
    Ainda não tive a oportunidade de ler nada da autora, mas confesso que tenho muitos de seus livros na minha lista de desejados, e este esta nela,adorei conferir sua resenha, pois creio que este livro deve ser uma leitura bem leve e descontraída.
    Beijocas!!

    ResponderExcluir
  2. Oi meninas !!
    HAHAH!
    Adooro a Sophie Kinsella !! Todos os livros dela que eu li até agora me fizeram rir bastante!! Alguns me levaram as lágrimas também, claro!!
    Nunca tinha lido nenhuma resenha deste livro ainda ... e na própria resenha já dei umas risadas.
    Amei a história e quero muito saber o final!
    Li uma vez um que era quase a mesma história, só que eles iam para a Itália! Gostei bastante daquele e acho que na escrita da Sophie vai ser diferente.
    Apesar de vocês ter dito que ele não é um dos melhores, quero conferir pra comparar :)

    Beeijo!

    ResponderExcluir
  3. Fiquei bem decepcionada também... geralmente eu curto os livros da Kinsella, morro de rir, e tal. Mas esse aqí, achei forçado demais. As protagonistas (a Lottie, principalmente) loucas DEMAIS. Achei as situações muito forçadas, a narrativa meio enrolando demais... enfim, pras minhas expectativas, por ser dessa autora, decepcionei. Mas valeu pra passar o tempo... ;)

    ResponderExcluir