Azul da cor do mar - Marina Carvalho


Azul da cor do mar
Autora: Marina Carvalho
Editora Novo Conceito
Ano: 2014
334 páginas

ACASO, DESTINO ou LOUCURA? No caso de Rafaela, Pode ser tudo isso junto. Para alguém como ela, nada é impossível. Rafaela sonha desde a adolescência com o garoto que viu uma vez, perto do mar, carregando uma mochila xadrez... A ideia fixa não a impediu, porém, de ser uma menina alegre e muito decidida. Ela quer ser jornalista, e seu sonho está se concretizando: Rafaela Vilas Boas (um nome tão imponente para alguém tão desajeitado) conseguiu um estágio no melhor jornal de Minas Gerais. Mas, como estamos falando de Rafa, alguma coisa tinha que dar errado. O jornal é mesmo incrível, mas seu colega de trabalho, Bernardo, não é a pessoa mais simpática do Mundo. Em meio a reportagens arriscadas – e alguns tropeços -, Bernardo acaba percebendo, contra a sua vontade, que Rafaela leva jeito para a coisa... E que eles formam uma dupla de tirar o fôlego. Mas e a mochila? E o garoto, o envelope, as cartas? Um dia a estabanada Rafaela vai ter que se libertar dessa obsessão.
Azul da cor do mar de Marina Carvalho é um romance fofinho de leitura fácil, com seus clichês encantadores e situações de embaraçosas a românticas.

Se você quer um livro com trama leve que vai arrancar risadas, suspiros e uma baita vontade de se intrometer na história e sacudir alguns personagens. Este é a escolha certa.

Marina me conquistou com o texto fácil e com ótimas tiradas, suas descrições seja em termos de lugares ou roupas são do tamanho certo para nos situar e sem cansar.

Rafaela está certa do que quer: ser jornalista, mas não imagina que para isso terá de aturar um mentor metido a sabichão, arrogante e lindo. Em nome de seu sonho ela segue adiante apesar de não se dar bem com Bernardo.

Bernardo e Rafaela são os típicos mocinhos que se odeiam no princípio até que a ficha cai. Acompanhar a relação deles de explosiva a melosa vai ser longo e bem recompensado, afinal a garota é para lá de estabanada.

O núcleo da Folha de Minas me conquistou, Marcelo e seus olhos azuis com a pinta de conquistador; Fernando e suas piadinhas; Lu que passa a imagem de durona, mas no fundo é uma pessoa maravilhosa e doce.

Aliás a ambientação foi perfeita, não conheço Minas, mas com as descrições de Marina carvalho pude visualizar BH e São Pedro dos Ferros sem qualquer dificuldade e a ponto de sentir uma baita vontade de conhecer, não apenas as cidades mineiras como as capixabas (a praia de Iriri e a praia do Amor).

As amigas da Rafaela são bem descritas e estão sempre dando o ar da graça, e obviamente causando graça também.

Rafaela é uma mocinha fashion, estudiosa e bem teimosa. Sua trajetória na editoria investigativa é interessante demais, fiquei nervosa em alguns momentos, me acabei de rir em outros. Ela passa por situações diversas e até inimagináveis e quando tudo parece estar dando certo, o destino (ou seria ela mesma?) puxa seu tapete e nos vemos aflitos para que tudo se resolva.

Resumindo: Azul da cor do mar cumpre sua proposta de ser irreverente e romântico na medida certa.

A arte do livro está linda, a diagramação conta com vários detalhes desde corações a fones de ouvido. 

    
  









Para ver as imagens em tamanho maior, basta clicar sobre elas.

Outros títulos da autora:

Ela é uma fera (ebook)


Nota (0-5): 3,5






4 comentários:

  1. Oi Dani, gostei muito do livro e me diverti com as trapalhadas da Rafa. Um livro fofo mesmo.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  2. Parece ser bem fofo mesmo.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Danielle, eu comprei esse livro recentemente em Teresópolis. Como estou meio ocupada, não li o livro ainda, mas dei uma olhada em algumas páginas e além da bela diagramação e dos desenhos nas páginas, eu achei citações a dois jornalistas televisivos bem conhecidos. Não vou contar para manter a surpresa para quem vai ler, mas digo que imagino eles lendo esse livro e rindo de como eles foram citados.
    Até acho que um deles vai se perguntar "Como você conseguiu fazer isso, Marina Carvalho?" (espero que tenha entendido o trocadilho que fiz com a frase original).

    ResponderExcluir
  4. Oi Dani!
    Ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas espero ler em breve \o/
    Bjks!

    ResponderExcluir