Um herói para ela - Lu Piras - @Novo_Conceito

Bianca sempre quis ser roteirista de cinema. Para realizar seu sonho, ela sai do Brasil para estudar na famosa New York Film Academy. Em meio às emoções da nova vida na Big Apple, um rapaz misterioso acaba salvando a vida de Bianca em duas situações diferentes. Tudo o que ela sabe é que o seu herói tem no braço uma misteriosa tatuagem. Sem pistas sobre o seu protetor, ela é convidada para um show da banda The Masquerades, cujos componentes escondem os rostos atrás de máscaras. Uma rosa branca cai sobre o seu colo, arremessada pelo vocalista. Decidida a desvendar a identidade do mascarado, Bianca invade o camarim da banda. A surpresa que a aguarda por trás daquela porta poderá mudar o seu destino. Uma história cheia de humor e romance.
Esse foi o primeiro livro que li da autora e gostei bastante, ela escreve bem, sabe criar personagens apaixonantes... e só não foi perfeita porque alguns aspectos eu achei muito forçados para que a história pudesse ser verdadeira...

Bem, vou tentar explicar melhor esses pontos e elencar os motivos pelos quais acho que vale a pena ler o livro...

Eu gosto de livros nacionais principalmente pelas referências culturais que são bem mais próximas da nossa realidade do que quando o livro é estrangeiro e adaptado a nossa cultura... é possível notar essas referências nas músicas, seriados de TV e até personagens citados... e é muito gostoso ler algo que entendemos completamente as referências sem que sejam necessárias notas de rodapé.

Bianca, a protagonista, é uma jovem formada em direito mas que tem um sonho de ser roteirista, uma profissão bastante difícil aqui no Brasil... sem que ela imagine seus pais a escrevem para uma bolsa no exterior, seu trabalho é selecionado e ela vai para os Estados Unidos... 

Logo que chega a Nova York Bianca conhece Salvatore, um imigrante italiano lindo e apaixonante... mas o rapaz é tão misterioso que chega a dar medo... também conhece Paul, um jovem lindo, que já morou no Brasil e que se interessa quase que imediatamente pela Bianca...

A personagem ainda divide o apartamento com duas garotas, uma brasileira e uma russa... o convívio não é dos mais harmoniosos, mas elas vão se acertando aos poucos e não há como não gostar das duas malucas...

É justamente através dessa amiga russa que Bianca conhece uma banda que faz o maior sucesso na região, The Masquerades, os componentes escondem o rosto com mascaras, mas o vocalista se mostra bem interessado na Bianca...

Conforme o livro vai se desenrolando Bianca vai se envolvendo mais com Salvatore, mas Paul continua mostrando bastante interesse...

A diagramação do livro é muito fofo, na foto abaixo dá pra ver o detalhe do início de cada capítulo... um capricho só...



O livro não é perfeito, é muito bom mas tem várias falhas que vou citar abaixo:

  • - Bianca provavelmente escreveu sua história em português, e como era para ser enviada em segredo por seus pais, eu fiquei me perguntando como fizeram com a tradução, já que a escola é nos Estados Unidos... 
  • - A amiga russa da Bianca faz uma referência a uma música do Legião Urbana, achei estranho, seria mais lógico se fosse uma música em inglês já que a moça não fala português.
  • - O mocinho já matou várias pessoas e faz isso inclusive na frente da Bianca, isso seria motivo suficiente para qualquer uma pirar e nunca mais querer saber do cara, mas Bianca leva isso melhor do que o esperado.
  • - Vilão é fraquinho, sequestra a mocinha por um motivo bobo e tem um resgate Hollywoodiano.
  • - O final foi muito corrido... há um espaço de um ano e muita coisa acontece, mas sem grandes explicações, fiquei com um gostinho de quero mais...

Tento sempre escrever qualquer resenha da forma mais honesta e justa possível, quando o autor é nacional essa responsabilidade é ainda maior, pois torço para que ele leia a resenha e que encare qualquer crítica de forma positiva, que acrescente algo ao seu trabalho... 

Sem dúvidas recomendo esse livro, mesmo com as falhas apresentadas, a maioria teria passado batido se fosse um livro estrangeiro, só foram levantadas pois achei que uma explicação melhor teria resolvido grande parte do problema...

Nota (0-5): 3,5
Photobucket

Participe:

6 comentários:

  1. Olá!
    Acho que tenho explicações (mesmo sem ter lido o livro) para duas das cinco falhas citadas.
    A tradução do trabalho pelos pais da Bianca pode ser explicado por eles já saberem inglês. Como não li o livro, não sei se eles são advogados (o que poderia explicar a escolha de faculdade da filha) ou não, mas em muitas profissões com altos salários exigem o domínio do inglês. E o pais da Bianca precisam de um baita salário para bancar a viagem da filha. Mas também eles podem ter usado o tradutor do Google, mas duvido muito dessa opção, pois o tradutor possui várias falhas (Sei disso por experiência pessoal).
    A segunda falha pode ser explicada pelo fato de a companheira de quarto da russa também ser brasileira e antes da história,ela apresentou a russa o rock brasileiro, incluindo o Legião Urbana.
    Sobre o fato de o Stefano ter matado alguém na frente da Bianca, penso na questão de legitima defesa (ou seja, se ele não matasse ele, ela ou os dois morreriam) e naquele famoso sonho que as mulheres tem de serem salvas pelos heróis (Quem nunca sonhou em ser uma bond girl?).
    No mais, vou ter que comprar esse livro. Afinal, minha coleção de romances de banca não mente em relação ao fato que gosto de italianos.

    ResponderExcluir
  2. Ixi, o que dizer?
    Ainda não li o livro, mas estava para ser a próxima leitura, e agora fiquei em dúvida. Acho que vou esperar um pouco, adiantar algumas leituras primeiro e depois ler esse, acho que eu ficaria um pouco perdida também, mas vamos ver depois que eu ler.

    Beijos
    Passa lá:
    www.viagem-imaginaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Letícia,

    Infelizmente nenhuma das explicações correspondem com a história apresentada no livro, mas valeu a intenção... depois que você ler a gente pode voltar a falar sobre ele, que tal??

    beijos,

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Essa é a primeira resenha que leio desse livro. Mas já li vários livros da Lu, eu até gostei de alguns. Só que esse eu achei muito fantasioso, o enredo olhando pelo lado é realmente bom, como você citou, ela escreve bem.
    Eu leria o livro, só acho que eu daria preferencia as histórias mais novas (no sentido de diferentes, outros tipos de enredo).
    Mas foi uma boa resenha, parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Olá Leticia!
    Gostei da resenha, e apesar destes detalhes, vou ler mesmo assim.
    Entrando para a lista rsrs
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu penso que o roteiro foi enviado em português mesmo, já que as inscrições eram abertas para um todo, com certeza lá (como tbm aqui) se é esperado falar mais de uma língua (no mundo artistico/publicitário), com certeza houveram inscrições do mundo todo.
    Eu penso assim, já que a autora n abordou tanto esse ponto (do envio do roteiro) ser enviado em português ou n.
    Foi essa a ideia que me passou, porém cada leitor terá sua própria ideia de como ocorreu.
    bjuss

    ResponderExcluir