Poseidon - Anna Banks

Poseidon
Autora: Anna Banks
288 páginas
Editora: Novo Conceito
Série O Legado de Syrena
Original: Of Poseidon
Sinopse: Além da beleza fora do comum, com seu cabelo quase branco e seus olhos cor de violeta, Emma chama a atenção por ser um pouco desajeitada. Ela não se sente muito à vontade em lugar nenhum... e não sabe que sua misteriosa origem é a fonte dessa sensação. Galen, príncipe dos Syrenas, vasculha a terra procurando uma garota especial, capaz de se comunicar com os peixes — e que poderá salvar seu reino. Quando ele se encontra com Emma, a conexão é imediata: embora não saiba, Emma parece ter o dom que Galen procura. Mas, então, por que ela não conseguiu salvar sua melhor amiga do ataque do tubarão? Cabe ao príncipe convencer a teimosa Emma a enfrentar sua real natureza e aceitar o desafio. E nada pode impedi-lo de alcançar seu objetivo.

Assim que foi lançado, Poseidon foi um dos livros da Novo Conceito que eu estava mais ansiosa pra ler. Mas com a questão da monografia e tal, não li tão rápido quanto pretendia. Mas é um livro curto, ágil, que pode ser lido em bem pouco tempo. Apesar de algumas passagens fofas, Poseidon podia ter sido melhor.

Emma é uma garota aparentemente normal - com cabelos quase brancos e olhos violeta - que chama a atenção de Galen, o príncipe dos Syrenas (ou sereias, como eles odeiam serem chamados). Depois que a melhor amiga de Emma, Chloe, é atacada por um tubarão e morre, Galen se matricula na mesma escola que ela e passa a fasciná-la e ao mesmo tempo se apaixona por ela, mesmo descobrindo que ela pode ser destinada a não ficar com ele.


A mitologia do livro é bem interessante. Com todas as descobertas sobre o passado entre os Syrenas e os humanos, além das descobertas científicas do Dr. Milligan (amigo de Galen, que é embaixador dos Syrenas em terra), dá pra perceber que tudo o que rodeia os personagens foi bem construído a ponto de embasar os próximos livros. Mas a parte romântica deixa um pouco a desejar...


O comportamento de Emma após a morte da melhor amiga é convincente nos primeiros momentos, mas depois que Galen aparece, nada parece existir no mundo dela - e de todas as garotas do colégio - além dele.O legal é que pelo menos dá para saber o ponto de vista dele e saber que ele está realmente apaixonado por ela. Mas tudo acontece muito rápido e nem sempre respeitando o momento de dor de Emma... Que só aparece de foma convincente após um tempo na história.


O mais irritante é o comportamento arredio e teimoso da garota quando está com ele. De repente, ela é tímida e normal e com Galen, ela fica teimosa, rebelde e incrivelmente geniosa a ponto de os outros personagens (Toraf e Rayna, que falarei mais adiante) brincarem com isso. Uma personagem que era perfeitamente legal no começo, fica insuportavelmente irritante. Não sei se a autora quis colocar pra acentuar o quanto Emma não se deslumbra com a realeza de Galen, mas ficou parecendo uma menina birrenta.


Galen é um fofo, mas às vezes parece esquecer de tudo o que Emma passou quando vai para o mesmo colégio que ela... De qualquer forma, ele é a parte racional, que investiga e faz as maiores descobertas da histórias e tenta lidar com os sentimentos por Emma, dividido pelo seu dever com seu povo. Rayna, sua irmã, é incrivelmente temperamental e inexplicavelmente grosseira - não dá pra entender muito o porquê de algumas atitudes dela -, mas que vai se atenuando ao longo do livro. Toraf é o seu amigo e marido de Rayna (uma união contra a vontade dela. Mas a paixão de Toraf e a ira de Rayna ainda rendem momentos divertidos no livros, embora eu não concorde com esse modo de casar dos Syrenas), responsável pela parte cômica do livro. Na verdade, os Syrena são o mais interessante do livro.

O final é inesperado, realmente é. Justamente por conta disso, acho que eu leria o próximo, porque quero ver o desenrolar dessa descoberta. No geral, o livro tem uma boa história, mas precisaria melhorar a questão dos personagens e suas relações, que ocupam boa parte da trama sem necessariamente uma função (a não ser, claro, quando tem cenas fofas). Acho que a criatividade nos cenários aquáticos dos Syrenas é muito boa e daria cenas bonitas em um filme, o que é um ponto a mais. Quero ver mais sobre Brom, o irmão de Rayna e Galen. A história dele é interessante e acho que muita coisa vai vir daí.

A diagramação tem poucos erros, acho que vi só um de digitação. A capa é linda, com alguns detalhes de textura. Essa é a capa do próximo livro da série. 

15513156


Obs.: Existe um conto prequel do livro chamado Legacy Lost, contando a história de Grom e Nalia. Além desse, há um conto chamado The Stranger, que conta como Galen conheceu a sua "tutora" e ajudante no mundo dos humanos, Rachel. Ambos não foram lançados no Brasil, que eu saiba.

Série O Legado de Syrena:

-Poseidon
- Of Triton (ainda não lançado no Brasil)
- Of Neptune (ainda não lançado no Brasil)


Avaliação( de 0 a 5):  3,5



Photobucket




3 comentários:

  1. Oi Mikaela! Nunca tinha ouvido falar dessa autora, mas ela me lembrou outra: A Maya Banks ♥, que escreve romances de banca... será que elas são parentes? Enfim, gostei do livro. Gostei do tema, do desenrolar... fiquei curiosa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Vitória,
    Nunca tinha pensado nisso rs
    Não sei dizer se elas são parentes ou até mesmo se usam pseudônimos, mas seria legal, né?

    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    A história é interessante e põe as sereias em um YA. Mas forçar a barra para fazer com que a protagonista não se impressione com alguém que vive no mar. Nem mesmo a Bela estranhava muito o Edward, quem diria se fosse o Galen.

    Uma abraço!

    ResponderExcluir