[Resenha do Léo] Cuco - Julia Crouch

Nome do livro:Cuco
Nome Original:Cuckoo
Lançamento: 2012
Editora:Novo Conceito
Páginas: 464

Sinopse
Polly é a mais antiga amiga de Rose. Então quando ela liga para dar a notícia que seu marido morreu, Rose não pensa duas vezes ao convidá-la para ficar em sua casa. Ela faria qualquer coisa pela amiga; sempre foi assim. Polly sempre foi singular — uma das qualidades que Rose mais admirava nela — e desde o momento em que ela e seus dois filhos chegaram na porta de Rose, fica óbvio que ela não é uma típica viúva. Mas quanto mais Polly fica na casa, mais Rose pensa o quanto a conhece. Ela não consegue parar de pensar, também, se sua presença tem algo a ver com o fato de Rose estar perdendo o controle de sua família e sua casa. Enquanto o mundo de Rose é meticulosamente destruído, uma coisa fica clara: tirar Polly da casa está cada vez mais difícil.

Julia Crouch, com sua incrível forma de contar uma história, escreveu Cuco de um jeito que me tocou profundamente. Esse livro é a mistura de falsas amizades, segredos terríveis a serem revelados e muitas, muitas surpresas de dar frio na barriga. Dificilmente você irá sentir pena de algum personagem, a maioria deles carregam culpa, não existem muitos mocinhos.

Rose passou por uma fase muito conturbada em sua relação familiar. Ela engravidou de sua segunda filha.Não estava nos planos familiares dela e de seu marido, Gareth, mais uma filha além da Anna. Porém com o passar do tempo e com o nascimento de Flossie, a família de Rose foi tentando se reconstituir novamente. Mas, uma ligação muda tudo.

Polly é a melhor amiga de Rose. Apesar delas terem perdido o contato a algum tempo, Polly liga para Rose em uma noite de fevereiro revelando uma drástica notícia. Christos está morto. Christos é o marido de Polly e amigo de Gareth desde a universidade. Perplexa com o ocorrido e mesmo contra a vontade de seu marido, Rose não pensa duas vezes e acaba chamando Polly, junto com os seus dois filhos, para morar com ela o tempo que quiser. E esse foi o seu pior erro.

Suspensa nas paredes, estão pintadas repetições da mesma forma esquelética e nua. Arqueada, extasiada, bela. E seus olhos foram arrancados, apunhalados com uma tesoura, talhados por uma lâmina... uma desordem completa." – Página 9

Polly já é adulta, porém apresenta um comportamento adolescente em várias partes do livro.Mas isso não significa que ela é besta ou burra. Ela é muito esperta, minuciosamente manipuladora e cínica. Polly é uma ex-cantora que decidiu desistir da vida rebelde que tinha – de muitas drogas, bebidas e sexo – para se mudar com Christos em destino a Grécia. Lá ela teve dois filhos, Nico e Yannis. Com o casamento, filhos e trabalho,Christos acabou perdendo também o contato com Gareth.

Gareth sempre teve uma certa desconfiança de Polly, porém Rose achava que o que ele sentia era ciúmes, pelo fato dela dar muita atenção a sua amiga. Contudo, Gareth acaba tentando se dar bem com Polly, o que não dá muito certo. Rose cede para ela e os filhos um pequeno chalé que fica bem próximo à casa deles.

Rose e Polly são amigas desde a infância, e daquela época restou muitos segredos que não estão completamente seguros com Polly. Segredos que Gareth não pode sequer desconfiar. Então, quando Rose ver que está nas mãos de sua amiga que tanto confiava, percebe que pode ter caído em uma cilada. Talvez Polly não fosse a amiga que imaginasse ser. Como fazer Polly sair de sua casa? Desaparecer de sua vida?

O final do livro poderia ter sido mais explorado, Julia termina com um clichê de “2 anos depois”. Contudo, o livro é bem construído, narrado em terceira pessoa. Os personagens foram bem feitos, porém vale ressaltar que a Rose é muito fácil de ser manipulada, a inocência dela chega a ser estúpida, mas ainda é uma boa personagem. O que me assustei com o passar das páginas foi que eu comecei a gostar mais da Polly. Você percebe que a Rose não é aquele docinho. Enfim, Cuco é fascinante!

Assista o book trailer:


Classificação (0 a 5): 5


Photobucket

2 comentários:

  1. Oi Léo! Já vi tanta gente postando que está lendo este livro, mas nunca me interessei em saber sobre o que era. Me apaixonei pela sinopse logo de cara. Quando vi que tinha um suspense, pensei logo: Esse eu quero ler! Achei também muito legal a personalidade das mulheres. A Rose é a boazinha, e a Polly é a mulher que vem roubar o '' seu ninho'' . Porém a Rose não é tão boazinha assim né? Eu gosto de personagens imprevisíveis. O book trailer está show! Foi para a minha lista rapidinho, e bem no topo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Já ouvia falar desse livro anteriormente e tenho até um folheto com o 1º capitulo. O interessante é ver como uma amizade pode ser usada para roubar o melhor de uma pessoa, não importa o porque. Espero que no livro seja explicado o motivo desse "roubo" de familiares da Rose pela Polly.

    Um abraço!

    ResponderExcluir